Copacabana vai receber corredor exclusivo para ônibus no dia 19

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Copacabana, na Zona Sul do Rio, será o primeiro bairro da cidade a receber um corredor exclusivo para ônibus, a partir do dia 19 de fevereiro. Serão usadas as duas faixas da direita da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, e qualquer outro veículo terá que circular pelo lado esquerdo da via. O asfalto foi todo trocado e recebeu pintura nova para a mudança.
De acordo com a CET-Rio, serão colocadas placas informativas para evitar que outros veículos acessem o corredor exclusivo. Cinquenta agentes da prefeitura vão orientar os motoristas e todos os cruzamentos terão fiscalização eletrônica.
Segundo a prefeitura, o motorista que precisar entrar à direita poderá acessar o espaço dos ônibus, mas, obrigatoriamente, terá que dobrar na primeira rua que der mão. Se permanecer no corredor, automaticamente será multado quando passar pelo cruzamento seguinte. A mesma regra vale para a entrada em garagens.
Pontos de ônibus
As mudanças também vão acontecer na distribuição dos pontos de ônibus. A partir do dia 19, serão apenas dezoito e os coletivos não vão parar em todos eles. Os pontos serão divididos em três grupos, de acordo com o destino da linha.
Por exemplo: um ônibus que vai para a Zona Norte e está autorizado a parar no primeiro ponto, só poderá parar depois no quarto. Em seguida, no sétimo. E assim por diante.
Para os passageiros, haverá placas nos pontos indicando as linhas que param no local. “Nós organizamos os pontos de parada de forma a poder distribuir melhor essas linhas e dar fluidez ao corredor. O usuário pode ter que andar no máximo 250 metros para alcançar o ponto de ônibus onde vai ter que pegar a linha dele”, afirmou o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão.
Os usuários que quiserem pegar táxis ou vans devem aguardar do lado esquerdo da via. A partir do dia 19, esses veículos ficam proibidos de circular pelo corredor exclusivo. “A fiscalização vai estar muito mais intensa, o que fará com que o motorista do automóvel e o táxi também possa se beneficiar de ter as duas faixas da esquerda mais livres para eles trafegarem”, acrescentou Sansão.
Segundo a prefeitura, a primeira semana será para conscientização dos motoristas. As multas só serão aplicadas a partir da semana seguinte. Panfletos explicando as mudanças serão distribuídos para orientar os moradores do bairro.

Fonte: G1.com

READ MORE - Copacabana vai receber corredor exclusivo para ônibus no dia 19

Grande Recife: Empresa Itamaracá de Transportes entrega mais ônibus novos a população

Foi entregue neste sábado pela empresa Itamaracá de transportes, o restante dos ônibus novos, estes ônibus são adaptados para pessoas com deficiência, e possuem três câmeras para dá mais segurança aos usuários, está é uma inovação da empresa que está apostando nos ônibus automatizados, para prestar uma melhor qualidade de serviço aos usuários, a caravana com cerca de 15 ônibus percorreu as principais vias da cidade e também alguns dos bairros atendidos como Itamaracá, Abreu e Lima, Arthun Lundgren, caetés, paratibe, Jd. Paulista entre outros.
Onde a caravana passava chamava a atenção das pessoas, para o Morador Ismael dos Santos, morados de Caetés em Abreu e Lima, é muito importante um serviço de qualidade, para ele a tarifa já está cara, e nada mais justo do que um melhoramento na frota.
A Moradora Vanessa Lopes de Jd Paulista Baixo disse que usa 06 ônibus por dia para trabalhar, e que os serviços tem melhorado na comunidade. Participaram deste evento a diretoria da empresa e lideranças comunitárias foram convidadas para apresentar a nova frota.
Clayton Leal / Blog Meu Transporte


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

Share |
READ MORE - Grande Recife: Empresa Itamaracá de Transportes entrega mais ônibus novos a população

São Paulo: Confira aqui os novos valores das passagem dos ônibus metropolitano

A nova da cobrança da passagem dos ônibus das 167 linhas entre as cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) foi reajustada à meia-noite deste domingo (13), em 6,23%. As passagens ficaram, na média, R$ 0,20 mais caras.
A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), justifica o aumento considerando a evolução dos custos do setor de transporte coletivo nos últimos 12 meses, incluindo veículos, que aumentou 12,5 %, e mão-de-obra, com variação de 6,7 %.
O peso destes itens no cálculo do custo do transporte é de 43% para mão-de-obra, 20% para combustíveis, 24% para veículos e peças e 13% para os demais. As tarifas dos ônibus foi alterada entre R$ 2,65 e R$ 6,85, dependendo da quilometragem percorrida pela linha. Consulte aqui os valores das tarifas de cada itinerário da empresa.


O valor da passagem do ônibus municipal já sofreu reajuste no mês de janeiro.
Fonte: EPTV

READ MORE - São Paulo: Confira aqui os novos valores das passagem dos ônibus metropolitano

Confira as capitais em que houve aumento de tarifa de ônibus e metrô

O custo do transporte público sofreu aumento em 11 capitais desde dezembro. A tarifa de ônibus aumentou em Natal, Porto Velho, Salvador, Porto Alegre, Vitória, São Paulo, Recife, Aracaju, João Pessoa e Belo Horizonte. Em Rio Brando, o aumento da passagem de ônibus acontece no próximo domingo (13).
Outras cinco capitais têm previsão para aumentar o valor da tarifa de ônibus ainda neste ano. Em Campo Grande, a passagem de ônibus deve aumentar a partir de março.
Também no domingo entram em vigor os novos valores da passagem do metrô de São Paulo, que passará de R$ 2,65 para R$ 2,90. Em janeiro, a tarifa do metrô do Recife também sofreu um reajuste, subiu de R$ 1,40 para R$ 1,50.
O preço do metrô nas outras capitais que possuem o sistema de transporte – Porto Alegre, Belo Horizonte, Teresina, Brasília e Rio de Janeiro.

Capitais com aumento
Em São Paulo, a tarifa dos ônibus passou, desde o dia 3 de janeiro, de R$ 2,70 para R$ 3, segundo a São Paulo Transportes (SPTrans). Já o metrô na capital paulista, assim como os trens da CPTM, terá reajuste de tarifa no próximo domingo, 13 de fevereiro. O valor do bilhete unitário passará de R$ 2,65 para R$ 2,90.
O bilhete Madrugador Exclusivo - válido das 4h40 às 6h15 no Metrô e das 4h às 5h35 na CPTM – vai passar de R$ 2,40 para R$ 2,50. Já o Cartão Lazer, que custava R$ 22,30, será comercializado a R$ 23,50. As transferências entre Metrô e CPTM continuarão gratuitas nas estações Palmeiras-Barra Funda, Luz, Brás e Santo Amaro.

Em Porto Alegre, além do reajuste das tarifas de ônibus, a tarifa da lotação também sofreu aumento e passou de R$ 3,65 para R$ 4,00. Os usuários do cartão TRI Escolar, que realizam duas viagens, pagam somente R$ 1,35, o equivalente a meia passagem. Já os usuários do cartão TRI Vale Transporte e Passe Antecipado pagam uma tarifa de R$ 2,70 para realizar duas viagens.
O aumento na tarifa de ônibus em Porto Alegre reajustou também o preço dos bilhetes de Integração Metrô-Ônibus da cidade, que passou de R$ 3,75 para R$ 4,00. Segundo a Trensurb, não há previsão de aumento nos bilhetes de metrô, que custam R$ 1,70.

Segundo o Consórcio de Transporte do Grande Recife, em janeiro deste ano houve aumento de 8,66% na tarifa de ônibus da Região Metropolitana do Recife. O valor das passagens passou de R$ 1,85 para R$ 2, no caso da tarifa predominante, vigente em mais de 80% das linhas.
As demais tarifas variam de R$ 2 a R$ 6,70, com alterações conforme a quilometragem do trajeto e a possibilidade de integração em terminais. O metrô do Recife, segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos, também teve reajuste, em janeiro. Os bilhetes passaram de R$ 1,40 para R$ 1,50.

Em Natal, a tarifa de ônibus passou de R$ 2 para R$ 2,20 no dia 22 de janeiro. Na quarta-feira (9), manifestantes protestaram contra o aumento em frente ao prédio da prefeitura da cidade.

Em Salvador, o reajuste também aconteceu em janeiro. A passagem subiu de R$ 2,20 para R$ 2,50.
O aumento das passagens de ônibus em Porto Velho foi aprovado no dia 30 de dezembro de 2010 e entrou em vigor no dia 8 de janeiro deste ano. O valor passou de R$ 2,30 para R$ 2,60.

As passagens de ônibus em Rio Branco vão sofrer um reajuste a partir de domingo (13). De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, o valor passará de R$ 1,90 para R$ 2,40.

Capitais sem aumento
Após a implantação do bilhete único no Rio de Janeiro, em 6 de novembro de 2010, a passagem de ônibus passou a custar R$ 2,40. Por esse valor, o passageiro pode pegar até duas conduções no período de duas horas. Não há previsão para reajuste neste ano. Já a tarifa do metrô, no Rio, é R$ 2,80. De acordo com a Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro (Agetransp), não há previsão de aumento.

Brasília não sofreu reajuste na tarifa de transporte público recentemente. A passagem do ônibus circular é R$ 1,50 e do ônibus que vai para cidades satélites, em percurso superior a 25 quilômetros, é R$ 3. O preço do metrô também é R$ 3. Não há previsão de aumento do valor das passagens.

Curitiba não teve aumento recente na tarifa de ônibus, que é de R$ 2,20. Um reajuste está previsto ainda para este ano, mas não tem data definida, segundo a prefeitura.

Em Campo Grande, de acordo com a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), também não houve aumento na tarifa. O valor cobrado atualmente é de R$ 2,50, com possibilidade de integração durante o período de uma hora. A previsão é que ocorra um reajuste na tarifa em março.

A tarifa de ônibus em Goiânia não deve sofrer reajuste pelo menos até abril deste ano, segundo a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos. Atualmente, a passagem custa R$ 2,25. Todos os anos, em abril, autoridades se reúnem para discutir a necessidade ou não de reajuste na tarifa.

Em Boa Vista, o valor da passagem é R$ 2. O último reajuste ocorreu em 2009. A empresa concessionária já fez um pedido à prefeitura para aumentar a passagem em 12%. A questão ainda está sendo analisada. Caso seja aprovado, o aumento deve ocorrer ainda em 2011.

Em Fortaleza, a tarifa atual é de R$ 1,80, sem previsão para reajuste. Já a tarifa social, válida aos domingos, aniversário da cidade (13 de abril), réveillon e 1º de janeiro, é R$ 1,20 inteira. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) e a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) negociam reajuste do valor da passagem para R$ 2,20.

Outra capital sem reajuste recente é Florianópolis. Atualmente, segundo a Secretaria de Transportes, Mobilidade e Terminais, a tarifa única de ônibus na capital catarinense é de R$ 2,38, para passageiros que utilizam o bilhete eletrônico. Já quem paga em dinheiro desembolsa R$ 2,95. Qualquer um pode adquirir o cartão, que é gratuito, para o desconto na tarifa.

Um aumento na tarifa dos ônibus em Florianópolis já foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transportes e deve ser regido pelo INPC. O reajuste, no entanto, só deve entrar em vigor entre abril e maio deste ano.

Em Macapá, o preço da tarifa é R$ 1,90. Há seis meses, o sindicato das empresas de ônibus entrou com uma ação na Justiça para aumentar o valor para R$ 2,57. A prefeitura fez uma perícia que apontou que o valor deveria ser de R$ 2,16. Uma nova perícia será feita pela polícia técnica do governo do Amapá. A questão deve ser decidida pela Justiça até março. Não há data prevista para a implantação do novo valor, que deverá ocorrer ainda neste ano.

A prefeitura de Macapá também tentará aprovar na câmara de vereadores a tarifa de R$ 2,16. Caso seja aprovado, esse valor será comunicado ao juiz, que poderá decidir pelo fim do litígio.

Em Manaus, não houve aumento recente no preço da passagem de ônibus. O último reajuste ocorreu em junho de 2010, quando o valor subiu de R$ 2,10 para R$ 2,25. De acordo com a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), não há previsão para novo aumento neste ano.

O último reajuste da tarifa de ônibus em Palmas ocorreu em outubro de 2010. Atualmente, o valor é R$ 2,20 e ainda não há previsão para reajuste. Existe um Termo de Ajuste de Conduta entre o Ministério Público, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano e a Prefeitura que define que a cada ano o reajuste pode ser solicitado com base em tabelas que detalham os custos com a manutenção dos veículos.
Neste ano, as empresas já solicitaram o aumento da tarifa em Palmas, mas o valor ainda está sendo definido. A prefeitura tem até março para analisar a questão. Caso aprovado, o reajuste seria implantado em junho.

Em Belém, o valor da tarifa de ônibus é R$ 1,85. Em nota, a prefeitura informou que o último aumento ocorreu em fevereiro de 2010. Para este ano, o sindicato das empresas de transporte coletivo de Belém quer um aumento de 16,32%, o que eleva o valor da passagem para R$ 2,15. Mas a Prefeitura de Belém ainda está avaliando os impactos econômicos para autorizar esse reajuste.

As informações são do G1.

READ MORE - Confira as capitais em que houve aumento de tarifa de ônibus e metrô

Greve de ônibus na próxima segunda-feira em Belo Horizonte já preocupa usuários

Mais uma vez, o impasse gerado pelas negociações salariais entre trabalhadores rodoviários e patrões deve prejudicar milhares de usuários do transporte público da região metropolitana de Belo Horizonte. Em assembleia realizada na tarde de ontem, motoristas e cobradores declararam estado de greve por tempo indeterminado. A previsão é que a paralisação tenha início na próxima segunda-feira, dia 14.

Segundo o diretor do o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte (STTR-BH), Camilo Moreira, a categoria reivindica um reajuste salarial de 37%, além da redução da jornada de trabalho para seis horas diárias. Os rodoviários querem ainda o fim dos ônibus sem cobradores e participação nos lucros das empresas.

"Não vamos ceder enquanto os patrões não apresentarem uma contraproposta. O reajuste equivale às perdas salariais que nós tivemos ao longo dos anos e ao aumento da inflação", detalhou Moreira. De acordo com o sindicalista, o próximo passo será a definição das ações de greve, que deverão ser discutidas na manhã de hoje por membros da diretoria da entidade.

Os sindicatos das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) e das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana (Sintram) oferecem um aumento de 8% - referente à inflação acumulada - e participação nos lucros de R$ 300, para quem possui rendimentos acima de R$ 1.000, e R$ 150, para rendimentos de até R$ 1.000.

Prejuízo. Com a iminência da greve, a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) da capital enviou um ofício ao Ministério Público Estadual (MPE) solicitando que o órgão assegure a oferta do transporte coletivo. Segundo a CDL, o prejuízo para o comércio em um dia de greve chega a R$ 18,7 milhões.

Estudantes pressionam aprovação do meio-passe

Ontem, cerca de 150 estudantes da capital e região metropolitana se reuniram, em frente à sede da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), para cobrar a regulamentação da lei do meio-passe e protestar contra o aumento das passagens do transporte público.

O presidente da Associação dos Estudantes Secundaristas (Ames-BH), Gladson Reis, criticou a "indecisão" sobre a questão mesmo com o início do ano letivo. Segundo a assessoria de imprensa da PBH, uma reunião será marcada para tratar do tema.
A previsão é que o prefeito Marcio Lacerda sancione a lei do meio-passe até o próximo dia 21. O projeto prevê a concessão do benefício a alunos que morem a pelo menos 1 km da escola e que estejam incluídos em algum programa social do município . (GS)
Fonte: O Tempo

READ MORE - Greve de ônibus na próxima segunda-feira em Belo Horizonte já preocupa usuários

Ônibus de São Paulo terão painéis indicadores de velocidade

A partir deste ano, os ônibus da cidade de São Paulo passarão a circular com um Painel Indicador de Velocidade, visível a todos os passageiros. A medida vai permitir um maior controle da velocidade praticada pelos motoristas, uma vez que, na cidade, os ônibus devem circular com a velocidade máxima de 60 km/h. Em algumas regiões a velocidade máxima é de 40 km/h e, nos corredores, os coletivos não devam passar de 50 km/h.
O equipamento é uma inovação nos transportes públicos e já está em teste em um veículo híbrido, operado pela Via Sul Transporte. As empresas têm até dois anos para instalá-lo em toda a frota. Após esse período, caso não o tenham feito, serão autuadas.

Fonte: SPTrans

READ MORE - Ônibus de São Paulo terão painéis indicadores de velocidade

Em Natal, Trens urbanos surgem como uma alternativa rápida e econômica de transporte coletivo

Em meio ao trânsito caótico que vem se formando na Grande Natal, os trens urbanos surgem como uma alternativa rápida e econômica de transporte coletivo. Apesar dos passageiros se depararem com locomotivas da década de 1950 e vagões que datam da década de 1970, a principal reclamação dos passageiros está relacionada ao conforto do transporte e aos horários das viagens que costumam atrasar. Para minimizar esses problemas, a superintendência da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) de Natal informou que aguarda a liberação de recursos do governo federal, para que seja iniciada o processo de modernização da linha ferroviária da cidade, que prevê a implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT).

Longe dos engarrafamentos e com uma tarifa menor que a do transporte coletivo rodoviário, o Sistema de Trens Urbanos de Natal (STU-NAT) atende cerca de 9 mil passageiros por dia. O valor da passagem, apenas 50 centavos, faz com que o transporte seja considerado democrático, favorecendo sua utilização por pessoas com baixo poder aquisitivo, uma vez que o mesmo percurso feito de ônibus pode variar entre R$ 2,80 e R$ 3,50. De acordo com a CBTU, caso fosse cobrado o valor real da passagem, sem os incentivos do Governo Federal, o valor passaria para R$ 5.

Apesar da passagem barata e da velocidade do transporte, os passageiros se deparam com a falta de conforto, provocado pelo calor existente nos vagões. O autônomo Alexandre Alves que reside no bairro Potengi, utiliza o transporte para trabalhar e acredita que se resolvessem o calor excessivo e ampliassem os horários do trem, o serviço seria melhor. Já o motorista Carlos Alberto da Silva, 54 anos, disse que em algumas situações, o trem atrasa devido a algumas locomotivas estarem quebradas. Apesar disso, ele diz que quando precisa ir ao centro da cidade, prefere deixar o carro em casa e ir de trem, uma vez que já foi assaltado quando estava no trânsito.

Fonte: Diário de Natal

READ MORE - Em Natal, Trens urbanos surgem como uma alternativa rápida e econômica de transporte coletivo

Obras de Mobilidade Urbana em Salvador para a Copa 2014 são as mais adiantadas

Parte de uma série de encontros com os governadores e prefeitos das 12 cidades-sede dos jogos da Copa 2014, o ministro dos Esportes, Orlando Silva, fez uma visita técnica nesta sexta-feira (11), acompanhado do governador Jaques Wagner, às obras da Arena Fonte Nova. Eles puderam conferir, com demais autoridades, a finalização da fase de terraplenagem e a cravação das estacas para o início dos trabalhos de concretagem.

Segundo o governador, a decisão em contratar fornecedores baianos é uma política do Estado, com a intenção de fortalecer a cadeia produtiva. “Assim como 95% do material demolido foi reciclado e foi usado aqui na obra, 70% de tudo que é contratado na obra é de fornecedores baianos”.
Em coletiva à imprensa, o ministro afirmou que Salvador tem todas as condições de receber a abertura da Copa 2014 e destacou que o governo estadual e a prefeitura apresentaram suas credenciais ao Comitê Organizador da Fifa local, enumerando a participação e o envolvimento do trade turístico para divulgar a hospitalidade baiana e sua capacidade de ofertar diversos serviços. “Neste momento, o estádio da Copa 2014 em Salvador está na frente”.
Para Wagner, além do engajamento da classe artística para trazer a abertura da Copa 2014 para Salvador, é necessário o apoio da imprensa. “Assim como todo o Rio de Janeiro se abraçou para que o Brasil conquistasse a oportunidade de sediar as Olimpíadas 2016, é importante que vocês participem dessa campanha, que tem como objetivo transformar a ação em uma iniciativa popular”. E sinalizou que a adesão de todos é essencial para o desenvolvimento do trade turístico baiano e para a geração de empregos.
Reforma e ampliação do aeroporto
Orlando Silva declarou que há alguns desafios a serem cumpridos, como o dos aeroportos, e destacou as intervenções específicas no de Salvador, como um pátio de aeronaves e um terminal de passageiros com uma determinada capacidade, mas explicou que esse é um problema de todos os estados. Ele informou que nos próximos dias a presidenta Dilma deve anunciar mudanças na lógica de funcionamento da Infraero, com impacto positivo, o que vai agilizar as obras de infraestrutura aeroportuária.
Estão em análise as propostas das empresas interessadas em elaborar os projetos de reforma e adequação do terminal de passageiros, ampliação do pátio de aeronaves e construção de torre de controle. Serão investidos R$ 45,1 milhões, e as obras estão previstas para começar no próximo ano, com duração de 12 meses para sua conclusão.
O ministro ressaltou que os aeroportos já têm em torno de R$ 6 bilhões de recursos reservados. “Não haverá surpresas, e o que for investimento para a Copa 2014 terá os recursos preservados”. Ele garantiu que os cortes públicos anunciados esta semana, de R$ 55 bilhões, pelos ministérios do Planejamento e da Fazenda, não vão afetar as obras de infraestrutura das cidades-sede.
Mobilidade urbana
De acordo com Orlando Silva, há duas semanas, a presidenta Dilma anunciou, em São Paulo, que a realização da Copa 2014 é uma das prioridades absolutas. “Essa declaração vai repercutir também na gestão orçamentária. Parte importante das obras já está contratada, com financiamento definido. Mobilidade urbana abrange recursos de R$ 12 bilhões em 50 projetos, sendo que R$ 8 bilhões, de financiamento do governo federal, já têm contrato assinado”.
O projeto básico para construção de um corredor exclusivo para ônibus, ligando o aeroporto de Salvador ao Acesso Norte, está em fase de finalização. A licitação deve ser lançada em abril. O sistema de transporte que será implantado é o BRT (sigla em inglês de Bus Rapid Transit), que utiliza veículos articulados e biarticulados e tem capacidade para atender 30 mil passageiros por hora, em cada sentido. O investimento previsto é de R$ 570,3 milhões. As obras devem começar em setembro deste ano e finalizadas em agosto de 2012.
O governador afirmou que o ponto de partida é o estádio, e depois o cumprimento do compromisso de mobilidade, sobretudo a intervenção que vai unir o aeroporto ao Acesso Norte. As obras seguem o cronograma, que tem dezembro de 2012 como o prazo para que o estádio fique pronto e possa receber a Copa das Confederações 2013. “Tudo que está sendo feito foi balizado em atender, em primeiro lugar, o interesse público, que é fazer o melhor equipamento para a primeira capital do Brasil, ao custo mais adequado e pensando que é um desafio de revalorização de todo o Centro Antigo de Salvador”.
READ MORE - Obras de Mobilidade Urbana em Salvador para a Copa 2014 são as mais adiantadas

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960