Cidade de João Pessoa vai participar do ''Dia Mundial sem Carro''

sábado, 17 de setembro de 2011

João Pessoa vai participar no dia 22 de setembro da Jornada Mundial “Na Cidade Sem Meu Carro”, que procura sensibilizar as pessoas para a utilização de meios de transportes mais sustentáveis, proporcionado cidades mais saudáveis, sem poluição e com acessibilidade.

A carta de adesão, onde o signatário se compromete a cumprir e seguir orientações para realizar o evento, foi assinada no dia 6 deste mês pelo superintendente de Transportes e Trânsito, Nilton Pereira de Andrade, após determinação do prefeito da Capital, Luciano Agra.

“Na Cidade Sem Meu Carro” é um movimento internacional em defesa do meio ambiente e da qualidade de vida, que nasceu na França e se espalhou por várias cidades do mundo. No Brasil, o evento foi trazido pelo Instituto de Mobilidade Sustentável Ruaviva, e conta com a participação de mais de 60 municípios.  O objetivo principal desta iniciativa é instigar a reflexão sobre o modelo de mobilidade vigente no país, onde o modo individual de locomoção, o automóvel, ganha cada vez mais espaço em detrimento aos modos alternativos de transportes como ônibus ou bicicleta.

O uso excessivo do automóvel traz enormes prejuízos não só para o meio ambiente como também diminuiu a qualidade de vida da população. A poluição do ar, poluição sonora, congestionamentos e estresse são algumas dessas conseqüências.

No próximo dia 22, milhões de pessoas em todo o mundo vão participar deste grande movimento, deixando seus carros em casa e indo ao trabalho ou à escola de ônibus, bicicleta, caminhando ou pegando uma carona solidária. Por isso a partir desta sexta a PMJP desencadeia uma campanha que tem slogan “Na Cidade Sem Meu Carro. Faça diferente. Faça a diferença”, para conclamar os motoristas de veículos particulares a deixarem seus carros na garagem e buscar meios mais sustentáveis para chegar ao destino desejado.

Pense nisso: Um ônibus transporta cerca de 60 pessoas e ocupa o espaço de dois carros, que leva em média 1,5 pessoas.

Programação – Em João Pessoa, a Prefeitura Municipal, por meio da STTrans, vai realizar atividades no Centro da cidade para chamar a atenção das pessoas de como um simples ato pode melhorar a qualidade de vida.

Entre as ações propostas para o dia está o bloqueio da Avenida Visconde de Pelotas que será transformada em uma rua de lazer e contemplação, reservada somente para pedestres durante todo o dia. Na Praça Vidal de Negreiros (Ponto de Cem Réis), no trecho entre a lateral da Assembléia Legislativa e a Rua Barão do Abiai, haverá oficinas de arte, apresentações de teatro, música e dança, jogos educativos, painéis ilustrativos e um passeio ciclístico.

As escolas da rede municipal de ensino  também vão participar do evento no Ponto de Cem Réis. Os estudantes vão apresentar e expor um vasto material com informações relacionadas ao trânsito.

Na Avenida Epitácio Pessoa, entre a Praça da Independência e o entroncamento da Avenida Rui Carneiro, uma faixa exclusiva será destinada aos ônibus. Nesse dia, os pessoenses terão oportunidade de redescobrir a sua cidade, seu patrimônio, num ambiente mais saudável e aprazível.

A STTrans já definiu com as  operadoras de transportes coletivos o reforço da frota, aumentando a disponibilidade e a frequência dos ônibus, de forma a não restringir  a mobilidade das pessoas.

“Queremos provocar uma reflexão sobre a presença determinante dos automóveis nas cidades, os acidentes de trânsito, aumento da poluição e a valorização da cultura individualista, o ruído e o congestionamento do tráfego resultante da dependência dos automóveis particulares na mobilidade dos centros urbanos”, disse Nilton Pereira, ao falar sobre o evento. Ele convocou a população a organizar ações em seu bairro, escola e trabalho para aderir ao movimento e fazer a diferença no dia 22.

Melhorias – Na opinião de Nilton Pereira, a participação de João Pessoa “Na Cidade Sem Meu Carro” mostra a preocupação do poder executivo em despertar nos cidadãos a consciência sobre o uso racional e solidário do automóvel.

Essa conscientização também vem na forma de medidas a curto e longo prazos que a PMJP está tomando para organizar o trânsito e o transporte coletivo na cidade. O prefeito Luciano Agra lançou o Programa “Caminho Livre”, um conjunto de obras e ações que vão ampliar, duplicar e alterar sentido de vias em seis áreas da cidade para aumentar a capacidade de circulação dos veículos, disciplinar estacionamentos, aumentar o espaço para pedestre, reduzir congestionamentos e tempo de viagem dos ônibus.

Luciano Agra também apresentou ao Ministério das Cidades o Plano de Mobilidade Urbana, que irá modificar a estrutura do sistema de transporte público, priorizando a circulação dos ônibus nos corredores e elevando a qualidade do serviço para o usuário.  João Pessoa registra cerca de 240 mil veículos em circulação.

Parcerias- O evento já conta com vários parceiros que estão apoiando a idéia encampada pela PMJP, entre eles, com a Câmara dos Diretores Logistas (CDL), Associação das Empresas de Transportes Coletivos (AETC-JP), Movimento pela Paz (Movpaz), Embratel e a Porto Seguro.


Fonte; Secom JP

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960