Linha Ligeirão começa a circular na próxima segunda-feira

sexta-feira, 26 de março de 2010


A primeira volta do novo itinerário sai do Terminal Boqueirão às 5h41 em direção à Praça Carlos Gomes

O Ligeirão começará a circular às 5h41, saindo do Terminal Boqueirão em direção à estação praça Carlos Gomes. A linha vai encurtar em pelo menos 15 minutos o tempo de deslocamento entre o bairro e o centro, passando direto por 16 das 17 estações-tubo da avenida Marechal Floriano Peixoto.
O Ligeirão só terá paradas nos terminais Hauer e Carmo, e na estação Cefet. Contando os pontos de chegada e saída, o Ligeirão fará cinco paradas, enquanto a linha Boqueirão convencional faz 19 paradas. “São avanços significativos no sistema de transporte. Mais do que uma nova linha de ônibus, o Ligeirão representa um aumento na capacidade e eficiência do sistema, que começa pelo Boqueirão e que, futuramente, poderá ser levado a outros eixos de transporte”, afirma o prefeito Beto Richa.
O Eixo Boqueirão, formado pela Marechal Floriano, opera com uma frota de 22 ônibus biarticulados e transporta, por dia útil, 70 mil passageiros em média. A estimativa é que em torno de 30 mil passageiros migrem para o Ligeirão ao longo do ano.O número de passageiros do Ligeirão pode chegar a 40 mil por dia útil, porque a linha será também uma excelente opção para quem se desloca neste trajeto pelos ligeirinhos Sítio Cercado e Boqueirão-Centro Cívico. É que os ligeirinhos compartilham seus trajetos — paralelos aos eixos — com o trânsito em geral, enquanto o Expresso, que é o caso do Ligeirão, segue pelas canaletas.O Ligeirão faz parte de um grande conjunto de obras e melhorias do transporte que vêm sendo feitas desde 2005, aí incluídos o eixo de transporte da Linha Verde Sul com o ônibus Pinheirinho-Carlos Gomes; a reforma de 19 dos 21 terminais de transporte, a reforma e ampliação de todas as estações-tubo do Inter 2; a renovação em quase 60% da frota de ônibus; e a licitação da operação do sistema de transporte coletivo urbano de Curitiba.

Fonte: Bem Paraná
READ MORE - Linha Ligeirão começa a circular na próxima segunda-feira

Mais um protesto contra transporte em Goiânia


Estudantes da UFG, do Colégio de Aplicação, membros da Comunidade Faz Arte, moradores da Vila Itatiaia, Jardim Pompéia e Setor São Judas Tadeu pararam os ônibus das linhas de acesso ao Campus Samambaia, das 9 às 13 horas, ontem. Foi a segunda manifestação pacífica promovida pelo Diretório Central dos Estudantes da UFG (DCE), esta semana.

A outra foi terça-feira, no Terminal da Praça da Bíblia, que se encerrou na porta da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo, CMTC.Às 9 horas, cerca de 400 estudantes da UFG, de vários cursos, saíram do Campus em passeata com faixas, cartazes e apitos. Eles desceram a Avenida Esperança, na Vila Itatiaia, onde moradores se juntaram à passeata, e foram até a entrada do Setor São Judas Tadeu, no Posto Amigão.

Com o apoio da Associação de Moradores do Setor São Judas Tadeu, durante três horas, os manifestantes impediram a circulação dos ônibus das linhas 263 (Itatiaia/Praça da Bíblia); 302 (Campus/Marista); 268 (Campus/Centro) e 174 (Campinas/Campus). Quando tentavam impedir os ônibus de circular, na entrada do Setor São Judas Tadeu, cinco estudantes foram presos e levados para o 25º DP, na Vila Itatiaia.

Fonte: O Hoje
READ MORE - Mais um protesto contra transporte em Goiânia

Minc defende transporte coletivo para diminuir poluição


Ministro do Meio Ambiente diz que País precisa avançar na área de biocombustíveis
Nas áreas urbanas do País, o número de pessoas que se desloca em ônibus e vans é igual ao de usuários de carros e motocicletas. Reflexo da precariedade do sistema de transporte coletivo, a utilização dos chamados meios individuais tem forte impacto ambiental, uma vez que estes poluem mais o ar, por serem mais numerosos. A informação consta do 1º Inventário Nacional de Emissões Atmosféricas por Veículos Automotores Rodoviários, lançado hoje, no Rio, pelo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.
  • A frota brasileira de ônibus é estimada hoje em 315 mil; a de veículos comerciais leves (vans e picapes), em 4,3 milhões; a de automóveis, em 21,1 milhões; e a de motos, em 9,2 milhões. No total, são 36 milhões de veículos automotores rodoviários. O levantamento, que deverá ser atualizado periodicamente, é importante porque possibilita que seja dimensionado o desafio de melhorar a qualidade no ar, em especial nas grandes cidades, por meio de políticas públicas.

Para se ter uma ideia dos danos causados pelos veículos individuais, eles são responsáveis por 87% das emissões de CO (um dos poluentes mais prejudiciais à saúde), enquanto os coletivos respondem por 3%, conforme explicou o gerente de Qualidade do Ar do ministério, Rudolf Noronha.
Segundo apontou o inventário, o volume de viagens feitas em transporte coletivo, seja para o trabalho, estudos ou lazer, é de 17 bilhões por ano, número equivalente às feitas de carro e moto. "Foi um dado que chamou a atenção. Em nenhum País é assim. Isso mostra a deficiência do transporte público. O número de pessoas transportadas é o mesmo, mas a emissão de carros e motos é 40 vezes superior à emissão dos ônibus", disse Minc.

  • Como medidas para tentar reverter o problema, ele citou o licenciamento de ferrovias, do trem bala e de metrô. "Também decidimos não fazer hidrelétricas sem hidrovias." De acordo com uma projeção, o número de motos aumentará cinco vezes de 2004 a 2020, passando de 4 milhões para 20 milhões no período. Apesar do aumento anual da frota, as emissões de poluentes como monóxido de carbono (CO) vêm caindo. Já as de dióxido de carbono (CO2) têm aumentado. "Temos que avançar mais no biocombustível", disse Minc.
    Ilha Grande

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) anunciou hoje que vai mapear o DNA de espécies da Ilha Grande, em Angra dos Reis, numa parceria com a Universidade do Porto, de Portugal. O trabalho, que deverá começar em 40 dias, terá prazo de dois anos, ao custo de R$ 4,8 milhões. O financiamento é do Ministério do Meio Ambiente e a previsão é de que sejam mapeadas entre 150 e 200 espécies de animais e vegetais no período.
"Esse projeto vai permitir aumentar o conhecimento e a proteção de espécies ameaçadas. É um trabalho promissor. Vamos levar essa experiência piloto para outros biomas. É importante começar pela mata atlântica, o mais ameaçado", disse Minc.

Fonte: Estadão.com
READ MORE - Minc defende transporte coletivo para diminuir poluição

Carros poluem 40 vezes mais que ônibus, diz inventário


Nas áreas urbanas do País, o número de pessoas que se deslocam em ônibus e vans é igual ao de usuários de carros e motocicletas. A informação está no 1. º Inventário Nacional de Emissões Atmosféricas por Veículos Automotores Rodoviários, lançado ontem no Rio.

No total, existem 36 milhões de veículos automotores rodoviários. Os veículos individuais são responsáveis por 87% das emissões do poluente monóxido de carbono, enquanto os coletivos respondem por 3%.

"O número de pessoas transportadas é o mesmo, mas a emissão de carros e motos é 40 vezes superior à emissão dos ônibus", diz o ministro Carlos Minc (Meio Ambiente).

Fonte: Último Segundo
READ MORE - Carros poluem 40 vezes mais que ônibus, diz inventário

Teresina: Empresas de ônibus buscam alternativas para minimizar impactos ambientais


Poluindo menos e compensando o meio ambiente. É assim que as empresas de transporte rodoviário de passageiros de Teresina estão buscando alternativas para reduzir a emissão de poluentes durante o trajeto percorrido por 430 ônibus na capital. O que nem todos sabem é que a preocupação em minimizar os impactos ambientais já virou regra no setor e ainda rende prêmios para aquelas empresas que conseguem consolidar sua participação em um mundo ambientalmente equilibrado.

O diretor do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem em Transporte), Antônio Leitão, explica que atualmente mais de 87% da frota de ônibus que circula na cidade está dentro dos padrões indicados pelo Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente). Em 1997, quando foi lançado o Programa Melhoria da Qualidade do Ar, apenas 62% dos veículos estavam adequados ecologicamente. “A meta do Conama é atingir 95% dos ônibus. Com a renovação da frota, que vem ocorrendo recentemente, atingiremos esse índice em até dois anos”, acredita.

A próxima etapa no incentivo à preservação ambiental será a compensação dos poluentes emitidos pelos ônibus através do plantio de árvores. “Não é obrigatório, mas pretendemos colocar em prática esse projeto nos próximos anos”, adianta Antônio Leitão, acrescentando que os próprios empresários tomam a iniciativa de colaborar com ações como a ampliação da área verde e destino adequado de baterias e pneus. “Não é apenas pela economia que esse cuidado gera mas também pela consciência ecológica e de cidadania”, pontua.

O monitoramento do nível de emissão de gases poluentes do setor rodoviário no Piauí é uma das metas do DESPOLUIR - Programa Ambiental do Transporte da Confederação Nacional do Transporte – CNT, lançado em 2007. De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Teresina, Clóvis Júnior, a atenção ao meio ambiente tem crescido significativamente nas companhias rodoviárias. “O interesse no aperfeiçoamento também se deve em parte aos prêmios e à própria publicidade positiva que esse tipo de iniciativa gera”, diz.

A fiscalização das companhias é feita regularmente pelas Secretarias Municipal e Estadual de Meio Ambiente (Semam e Semar), em parceira com a Federação dos Transportes do Ceará, Piauí e Maranhão - Cepimar e o incentivo do Setut (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina). Edilson Amorim é técnico do DESPOLUIR e opera há quatro anos um opacímetro, o equipamento que analisa as partículas emitidas na atmosfera e verifica a situação de regulagem do motor. “Os novos ônibus e o gerenciamento eletrônico são alguns dos responsáveis pela melhora na qualidade dos gases despejados pelos veículos”, frisa.

Fonte: Meionorte.com
READ MORE - Teresina: Empresas de ônibus buscam alternativas para minimizar impactos ambientais

Transporte Público no Recife: Cabe Mais Um?


É impressionante o sofrimento da população do Recife e Região Metropolitana para usarem o Transporte público, nos horários de pico, mais pela manhã, usuários vivem a falta de estrutura dos terminais integrados, filas desorganizadas e sem tamanhos refletem a preocupação de como resolver este problema, no terminal do Barro por exemplo, as plataformas de embarque são tão pequenas que muitos usuários tem que se apertarem para subir no coletivo, pior é quem pega a linha UR-03 e UR-05/Barro que nem fila tem, é um por todos e todos por si, é na base da esperteza e desorganização mesmo.

Pessoas que chegam depois entram na frente de quem chegou primeiro e não chega nenhum funcionário para organizar a fila, já no terminal da Joana Bezerra além da insegurança e falta de infra-estrutura, usuários da linha Paulista/Joana Bezerra reclamam da demora dos ônibus.

Já na linha Joana Bezerra/Boa Viagem, os ônibus saem lotados, é tanta gente que usa o transporte público hoje em Recife que nem o metrô está suportando(Foto), pra se ter uma idéia, pela manhã para entrar no vagão só se for na base do empurra-empurra de tão lotado que vai, e não é por demora não, pois o Metrô Recife no horário de Pico tem o Intervalo de 05 minutos de um Metrô para o outro.

Isso apenas justifica o aumento da população e a falta de investimento no setor nos últimos anos, o número de passageiros aumentou de forma significativa e o transporte público não acompanhou o ritmo do crescimento econômico do estado, é semelhante a um apagão, só que este é na questão da mobilidade urbana, o Governo do estado vem tentando amenizar esta situação com a construção de mais terminais integrados como o Pelópidas da Silveira, Caxangá e o do cabo já inaugurados e ainda com previsão de mais inaugurações para o decorrer deste ano como o terminal Tancredo neves que atenderá diretamente 122 mil pessoas, nos dias úteis.
  • A previsão é de que operem no local 17 linhas de ônibus. A área construída será de 2.812,06 m2, em um terreno de 11.660,40 m2. Serão aplicados R$ 8.9 milhões para a construção do TI, além de R$ 1,8 milhão para o acesso viário.
    O governo estadual vem investido fortemente em ações que visam priorizar o transporte coletivo e a mobilidade. Ao longo do próximo ano, além da continuidade da ampliação do SEI projetos como a construção do corredor Norte-Sul (com a implantação do Transporte Rápido por ônibus) e a licitação das linhas que fazem parte do STPP/RMR, serão executados pelo Grande Recife.

Fonte: Blog Meu Transporte

READ MORE - Transporte Público no Recife: Cabe Mais Um?

Estudantes fazem segundo dia de manifestação pelo meio-passe em Belo Horizonte

Estudantes voltaram a fazer manifestação nesta quinta-feira, no centro da capital, para pedir meio-passe no transporte público.
Os estudantes fizeram passeata e depois se concentraram na Praça Sete, no cruzamento das avenidas Amazonas e Afonso Pena. O trânsito chegou a ser interrompido. O líder do governo, vereador Paulo Lamac, informou que a prefeitura deve enviar um projeto à câmara no mês que vem. O projeto prevê meio-passe apenas para estudantes da rede pública, que tenham dificuldades financeiras e que morem longe das escolas.
Fonte: MGTV 1ªEdição
READ MORE - Estudantes fazem segundo dia de manifestação pelo meio-passe em Belo Horizonte

Feira de Santana: Começam a chegar os ônibus novos


Ônibus novos que vão integrar a frota do transporte coletivo urbano em Feira de Santana começam a chegar na cidade. Dois veículos de um total de 10 que serão apresentados ainda esta semana já estão na garagem da empresa de transporte Princesinha, com nova padronização e equipados com elevador para garantir a acessibilidade de cadeirantes.
Os novos veículos, todos zero quilômetro, foram inspecionados pelo prefeito Tarcízio Pimenta, na manhã desta quinta-feira (25), na garagem da empresa. Ele ressaltou que até a véspera da Micareta, que este ano ocorre de 15 a 18 de abril, um total de 25 novos ônibus já estarão em circulação para atender à população feirense.
O gerente da empresa Princesinha, Aluízio Abade, informa que outros quatro ônibus já saíram da fábrica, a Mascarello, em Cascavel, no Paraná, e devem chegar à cidade até final do dia.
Aluízio Abade informa ainda que os veículos possuem carroceria da fábrica Mascarello, com chassis da Agrale, empresa que atualmente vem produzindo ônibus com motores MWM. Com um total de 25 ônibus, que devem chegar à cidade até o dia 15 de abril, estaremos investindo um total de R$ 6 milhões na renovação da frota. Somente no ano passado substituímos outros 25 veículos, perfazendo um total de 51 novos ônibus, ressaltou.
A nova padronização dos ônibus é com faixas laterais nas cores (branca, verde e vermelha) da bandeira de Feira de Santana e cor predominante branca. Já os pára-choques são nas cores vermelha ou verde ou azul, facilitando a especificação do ramal que tem que percorrer.
Durante a inspeção, o prefeito Tarcízio Pimenta esteve acompanhado do secretário de Comunicação Social Edson Borges.

Fonte: JusBrasil
READ MORE - Feira de Santana: Começam a chegar os ônibus novos

DF: Metroviários descumprem determinação da justiça e param totalmente

Nenhum trem circulou ontem, mesmo sob pena de multa de R$100 mil. TRT havia determinado que 60% dos trens deveriam circular. Governo ofereceu reajuste salarial de 20% para fim imediato da greve.
Fonte:DFTrans
READ MORE - DF: Metroviários descumprem determinação da justiça e param totalmente

Em Marília, pessoas com deficiência não podem contar com ônibus adaptado


O único ônibus disponibilizado pela prefeitura não possui plataforma elevatória. A prefeitura da Cida ainda faz planos para a aquisição de novos veículos.

Pessoas com deficiência que recebem atendimento especializado na Clínica de Fisioterapia da Unimar (Universidade de Marília) não podem contar com ônibus adaptado para o transporte.

O único veículo convencional disponibilizado pela prefeitura não possui plataforma elevatória para cadeiras de rodas. Além disso, a única porta do veículo é pequena, dificultando o acesso. Os pacientes também se queixam que as poltronas são pequenas e desconfortáveis. Pessoas paraplégicas dependem da ajuda de familiares para se deslocarem (no colo) para o interior do ônibus e para a clínica.

Há 18 anos e duas vezes por semana, Daniele, filha do aposentado Divo Merlotti, 61, é atendida na clínica. Ele relata estar há anos cobrando do poder público um veículo adaptado. “É grande o nosso sofrimento. Tenho que pegar a Daniele no colo e carregá-la se eu quiser que ela seja atendida. Já não tenho mais forças para isso. Nossa sorte é que todos se ajudam aqui”, relata.

Segundo estimativa dele, cerca de 80 pacientes são submetidos a tratamento semanal na clínica e se utilizam do transporte disponível. Cadeirante há oito anos, Zuleide de Oliveira Souza, 62 anos, enfrenta as mesmas dificuldades. “Sempre preciso que alguém me carregue, sinto muitas dores”, disse.

Segundo a prefeitura, há um plano para aquisição de três ônibus adaptados para atender toda a cidade e as universidades que oferecem esses serviços à população. O período de aquisição dos ônibus é entre seis e oito meses.

Fonte: Vida Mais Livre
READ MORE - Em Marília, pessoas com deficiência não podem contar com ônibus adaptado

SuperVia vai registrar queixa contra passageiros que destruíram estação

A SuperVia, concessionária que administra o serviço de trens no Rio, informou nesta quinta-feira (25) que vai registrar queixa contra os passageiros que destruíram parcialmente a estação de Saracuruna, na Baixada Fluminense. Segundo a Polícia Militar, um homem foi preso durante tumulto.
A confusão aconteceu pela manhã, depois que dois trens enguiçaram e a estação ficou lotada. O Corpo de Bombeiros foi acionado para combater um fogo dentro de um dos vagões. Uma mulher sofreu escoriações e foi atendida no local.
Um passageiro ta´mbém gravou no celular o incêndio. Outras imagens mostram um rapaz destruindo o teto da bilheteria, que foi invadida por várias pessoas. Um homem saiu carregando um ventilador. Na plataforma, todas as placas de sinalização foram derrubadas. Cadeiras foram arremessadas nos trilhos e documentos da SuperVia ficaram espalhados.
Prejuízos - A SuperVia afirmou que a circulação de trens no ramal de Saracuruna teve de ser suspensa porque passageiros teriam invadidos os trilhos para protestar contra o atraso dos trens. Segundo a empresa, dois trens que partiriam às 6h31 e às 6h58 apresentaram problemas e não puderam sair da estação. A empresa calcula que na hora do tumulto cerca de duas mil pessoas estavam na estação.
Com isso, a estação de Saracuruna ficou lotada e a a circulação do ramal passou a ser feita entre a Central e a estação de Campos Elíseos, nos dois sentidos. Segundo a SuperVia, a PM foi chamada para liberar a linha férrea.
Ainda de acordo com a SuperVia, dois trens com ar condicionado danificados foram retirados de circulação e terão que ser substituídos por composições mais antigas. A concessionária informou que ainda está avaliando a dimensão do prejuízo.
Pela tarde, representantes do Conselho Regional de Engenharia fizeram uma vistoria na estação. A SuperVia garantiu que, apesar dos estragos, o ramal de Saracuruna vai funcionar nesta sexta-feira (26) com o número normal de trens.
Fonte: RJTV
READ MORE - SuperVia vai registrar queixa contra passageiros que destruíram estação

PN do Iguaçu (PR) terá mais cinco ônibus turísticos


Os turistas que visitam o Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (PR), vão ganhar mais cinco ônibus. Os novos veículos são articulados, mais econômicos e possuem capacidade maior de passageiros. Uma unidade já está em fase de experimentação no parque.

Na primeira semana de abril, a concessionária Cataratas do Iguaçu S/A e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade apresentarão a nova frota.

Fonte: Panrotas
READ MORE - PN do Iguaçu (PR) terá mais cinco ônibus turísticos

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960