Belo Horizonte, Transporte Rápido por Ônibus será adotado na capital

segunda-feira, 1 de março de 2010

O que é BRT ?
O Bus Rapid Transit (BRT) ou Transporte Rápido por ônibus é o sistema de transporte por ônibus, eficiente, de alta capacidade e alta qualidade, operado de forma semelhante ao metrô, capaz de atender os usuários com rapidez e conforto. É uma combinação de infraestrutura viária, veículos, operação, sistemas de controle e informação ao usuário, para oferecer ao cidadão um serviço de transporte público de qualidade.
  • Para tanto deve dispor de:
* veículos modernos, de maior capacidade;
* circular em vias exclusivas, minimizando as interferências com o tráfego geral;
* dispor de estações de integração;* estações de transferência ao longo do itinerário de forma a permitir a cobrança externa da tarifa e embarque em nível, agilizando os tempos de embarque/desembarque;
* sistemas de controle informatizados, permitindo o acompanhamento da operação em tempo real;
* sistemas de informação ao usuário em tempo real.

Atualmente um sistema de transporte público que vem sendo implantado, com sucesso, em todo o mundo: Bogotá (Transmilênio), Santiago (Transantiago), México (Metrobus), Johanesburgo (Reya Vaia), em várias cidades da China, inclusive Pequim, Europa, Estados Unidos e Canadá.

  • Onde será implantado ?
Em corredores que apresentam uma grande demanda pelo transporte público na cidade:
* Corredor Antônio Carlos - Pedro I, com cerca de 16 km;
* Corredor Cristiano Machado, com cerca de 5 km;
* Corredor Pedro II – Av. Carlos Luz ,,com cerca de 12 km;
* Em vias de Área Central, com cerca de 5km.
  • Quais as vantagens?
As vantagens são semelhantes às proporcionadas pelo metrô:
* Redução nos tempos de viagem;
* veículos confortáveis e de maior capacidade;
* confiabilidade;
* rapidez nos deslocamentos;
* facilidade de acesso;
* segurança;
* custo de implantação, já que esse custo, por quilômetro, é de cerca de 10% do custo de implantação do metrô, conforme a experiência internacional;
* aumento da atratividade do sistema para o usuário do veículo privado.
  • Quando serão implantados?
Até meados de 2012 esses corredores deverão estar operando:
Corredor Cristiano Machado – janeiro de 1012;
Corredor Pedro II – Carlos Luz – junho 1012;
Corredor Antônio Carlos – Pedro I – agosto 1012.
Fonte: BHTrans
READ MORE - Belo Horizonte, Transporte Rápido por Ônibus será adotado na capital

Funcionamento do Bilhete Único faz um mês e passageiros ainda reclamam


Nesta segunda feira (1º), faz um mês o funcionamento do Bilhete Único - o novo sistema que deixa mais barato o transporte intermunicipal. Esperar um ônibus em Itaipuaçu, Maricá, parece tortura. Ainda mais quando as condições do tempo não ajudam. “Isso aqui é o que nós enfrentamos todos os dias, esse ponto descoberto. Fora os freqüentes atrasos”, disse um passageiro.
Mas os passageiros também reclamam de outros problemas, como a falta de ônibus que aceitam o Bilhete Único. Rodrigo tem o cartão, mas quase não usa. “A maioria são tarifas. Os que vêm com uma porta só, eles colocam no site com o espaçamento de horário muito grande. Aí fica complicado a gente pegar”, disse o estudante Rodrigo Ferraz.
O ônibus de Rodrigo chegou após 40 minutos de espera, às 7h20. Às 9h, ele tem que estar no Rio e a opção que ele tem é o ônibus frescão. Ele contou que vai ter que desembolsar R$ 9, dinheiro que poderia ser gasto em outra coisa.
Há um mês o Bilhete Único foi implantado no Rio e em mais 19 municípios da região metropolitana. Com o sistema, o passageiro gasta R$ 4,40 para fazer duas viagens em um período de até duas horas, sendo que um dos trajetos tem que ser intermunicipal.
Fonte: RJTV
READ MORE - Funcionamento do Bilhete Único faz um mês e passageiros ainda reclamam

População de Santo André ganha novo bicicletário


Começa a funcionar nesta segunda-feira (01/03) o bicicletário do Terminal Metropolitano de Santo André, parceria entre as empresas vinculadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos EMTU/SP e CPTM. Com capacidade para 330 bicicletas, o projeto teve investimentos de R$ 280 mil e está localizado anexo à estação Santo André, da CPTM, e ao Terminal Metropolitano Santo André Oeste, gerenciado pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU/SP.
O novo bicicletário beneficiará usuários do Corredor Metropolitano ABD (São Mateus-Jabaquara) e da Linha 10 – Turquesa da CPTM. A região já conta com os bicicletários instalados junto ao Terminal Metropolitano de São Bernardo, com 85 vagas, e ao Terminal Jabaquara, anexo ao Metrô, que dispõe de 230 vagas.
Administrado pelo Instituto Parada Vital, com apoio da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente e patrocínio da Porto Seguro, o bicicletário é gratuito, mas oferecerá também aos usuários a possibilidade de aluguel de bicicletas. O horário de funcionamento é das 6h às 22h de segunda a sexta-feira e das 6h às 20h nos fins de semana e feriados.
O meio de locomoção por bicicleta – veículo não motorizado, portanto não- poluente - vem se destacando como importante transporte complementar no percurso entre a residência e os sistemas de ônibus, trens e metrô.
A instalação de bicicletários tem por objetivo atender os usuários que residem em locais de difícil acesso, além de incentivar o uso da bicicleta.Com a inauguração da unidade Santo André, já são 35 os bicicletários em operação nas estações do Metrô e da CPTM e nos terminais da EMTU/SP: 15 no Metrô, 15 na CPTM e 5 na EMTU. Juntos, oferecem mais de 5 mil vagas.
  • Como utilizar?
Basta comparecer ao local levando RG e CPF para efetuar o cadastro. O serviço é gratuito. No caso de empréstimos de bicicleta, é necessário um cartão de crédito Visa com um limite disponível de R$ 350,00 para pré-autorização. Quem não possui cartão de crédito pode comparecer à sede do Instituto Parada Vital (Rua Barra Funda, 827, sala 1) munido de RG, CPF, comprovante de residência (originais e uma cópia) e duas fotos 3X4 para confecção da carteirinha que dará acesso ao serviço.
  • Sobre o Instituto Parada Vital
O Instituto Parada Vital é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que tem como principal objetivo propor soluções que preservem o meio ambiente e promovam o desenvolvimento sustentável em grandes centros urbanos. Fundada em 2007, um dos principais projetos da entidade é o UseBike Porto Seguro, que consiste no empréstimo de bicicletas em pontos estratégicos da capital, permitindo a devolução em qualquer outro ponto do sistema. O projeto tem apoio do Metrô de São Paulo, da EMTU/SP, da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente e patrocínio da seguradora Porto Seguro. Em São Paulo, o UseBike já conta com cerca de 15 mil usuários cadastrados.
Bicicletários em operação
  • EMTU
A EMTU/SP possui bicicletários localizados nos terminais Jabaquara, São Bernardo do Campo, Hortolândia, Americana e Santo André.
  • Metrô
• Linha 1-Azul: Vila Mariana, Paraíso, Liberdade, Sé, Armênia e Santana.
• Linha 2-Verde: Vila Madalena.
• Linha 3-Vermelha: Palmeiras/Barra Funda, Santa Cecília, Marechal Deodoro, Anhangabaú, Brás, Carrão, Guilhermina/Esperança e Corinthians/Itaquera.
Também há paraciclos (estruturas para acorrentar bicicletas) nas estações Belém, Penha, Vila Matilde, Artur Alvim (Linha 3-Vermelha), Capão Redondo, Campo Limpo e Vila das Belezas (Linha 5-Lilás).
Fonte: EMTU
READ MORE - População de Santo André ganha novo bicicletário

Em Belo Horizonte, Avenida Abrahão Caram ganha novo acesso para ônibus

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTRANS), informa que serão implantadas mudanças no cruzamento da Avenida Antônio Carlos com Avenida Abrahão Caram, nesta quarta-feira, dia 24/2. As alterações visam dinamizar o fluxo do tráfego e resolver os conflitos no referido cruzamento. A principal ação é a transferência de três linhas do transporte coletivo para pista exclusiva de ônibus da Avenida Antônio Carlos. Veja abaixo as alterações:

Transferência de linhas para pista exclusiva

As linhas 504, 64 e 2004, que passavam pela pista mista (nas laterais), irão trafegar pela pista exclusiva de ônibus da Avenida Antônio Carlos, sentido bairro/centro, melhorando a fluidez do tráfego da pista mista. Com a mudança será criado um ponto de ônibus na pista exclusiva, no trecho entre o Viaduto Santa Rosa e a Rua Cel. José Dias Bicalho (próximo a UEMG). Na pista central da Avenida Antônio Carlos foi criada uma faixa de trânsito exclusiva para conversão à direita para que essas linhas acessem a Avenida Antônio Abrahão Caram.

Travessia semaforizada

Será implantada uma travessia semaforizada para pedestres na Av. Abrahão Caram, sentido Av. Antônio Carlos/Mineirão, garantindo mais segurança aos usuários. Outros dois semáforos serão implantados para gerir o fluxo de trânsito de quem deseja acessar a Avenida Abrahão Caram.

As intervenções serão indicadas por faixas de pano para orientar e garantir maior segurança aos passageiros, pedestres e condutores. A empresa alerta para a importância de os motoristas redobrarem a atenção à sinalização implantada. Agentes da Unidade Integrada de Trânsito irão monitorar o tráfego na região. Informações sobre o Transporte Coletivo podem ser obtidas na Central de Atendimento Telefônico da BHTRANS, pelo número 3277-6500.

Fonte: BHTrans
READ MORE - Em Belo Horizonte, Avenida Abrahão Caram ganha novo acesso para ônibus

Porto Alegre: Terceira Perimetral é alternativa para quem vai à PUCRS


A partir de terça-feira, 2, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) promove um esquema especial de trânsito devido o retorno às aulas na PUCRS. Por causa de uma obra de drenagem realizada pelo DEP, a Av. Cristiano Fischer segue bloqueada em meia pista, sentido Protásio-Ipiranga, entre as vias Josemaria Escriva e Ipiranga.
O tráfego da Cristiano Fischer está sendo desviado no contrafluxo da avenida, e a manobra ocasiona lentidão do fluxo de veículos no local. “Pedimos as pessoas que evitem utilizar a Cristiano Fischer para acessar a universidade. No momento a melhor alternativa é a Terceira Perimetral, e depois seguir pela Ipiranga”, afirma gerente de Operação e Fiscalização de Trânsito, Paulo Gomercindo Machado.
Medidas para garantir fluidez foram tomadas pela EPTC, como a modificação dos tempos das sinaleiras da Terceira Perimetral nas proximidades da Ipiranga, e um efetivo fixo de agentes para atender a região, organizar o trânsito e garantir a segurança viária. O acesso local ao estacionamento do Centro Poliesportivo da PUCRS, na Av. Cristiano Fischer, é permitido.
Veículos de passeio e as linhas de ônibus T1, T1 Direta, 476 - Petróplis/PUC, 671.1 - Carlos Gomes/Salso/III Perimetral serão desviados: sentido bairro/Centro: Av. Ipiranga, Ponte Frei Germano, rua Josemaria Escriva, Av. Cristiano Fischer
Fim da tabela horária de verão nos ônibus
Desde segunda-feira, 22, com o início do ano letivo, a frota de ônibus da Capital voltou a operar com a tabela horária normal. Segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), as linhas de ônibus tiveram frequência reduzida devido ao período de férias.
Fonte: EPTC
READ MORE - Porto Alegre: Terceira Perimetral é alternativa para quem vai à PUCRS

Em Blumenau, nova Tarifa inclui 89 ônibus e terminais


Dois investimentos que o sistema municipal de transporte coletivo fará em 2010 são os itens que mais pesam no reajuste da tarifa, decretado pela prefeitura no início do mês, mas suspenso pela Justiça quarta-feira.

A troca de 89 ônibus da frota e melhorias na estrutura dos terminais representam, juntas, R$ 0,32 em cada passagem paga nas catracas. Ou seja: não fossem estes investimentos, os passageiros desembolsariam R$ 2,23 em vez dos R$ 2,55 decretados pelo município.Os números integram o pedido de reconsideração apresentado pela Procuradoria do Município ao juiz Osmar Tomazoni.

O Seterb protocolou os documentos no Fórum às 18h55min de quinta-feira, cinco minutos antes do término do expediente. Tomazoni ainda não se manifestou e, por enquanto, não há previsão para isso. O custo da passagem continua em R$ 2,30. No domingo, o preço cobrado será de R$ 1.

Os documentos apresentados ao juiz incluem notas explicativas sobre como é calculado o valor final da tarifa. No despacho de quarta-feira, Tomazoni havia afirmado que os dados apresentados pela prefeitura eram insuficientes.

A troca dos 89 ônibus – 30% da frota – custará R$ 29 milhões. O valor implicará R$ 0,23 em cada passe. Na tarifa reajustada, o usuário ainda pagaria R$ 0,09 para reformar os terminais urbanos, estruturas que são de responsabilidade do Consórcio Siga. O custo estimado das obras é de R$ 2,5 milhões.Se descontados os investimentos em novos ônibus e nas melhorias dos terminais, a passagem do transporte coletivo custaria R$ 2,23. Nela estão inclusos gastos que vão desde pneus, combustíveis, manutenção dos veículos e despesas administrativas até a folha de pagamento.

Porém, o Seterb afirma que os investimentos previstos, e que encarecem a passagem, estão previstos em contrato e precisam ser executados.– Tudo o que inclui o reajuste está dentro do previsto no contrato com o Consórcio Siga – reforça Rudolf Clebsch, presidente do Seterb.

Mas dentro do próprio Seterb há divergências sobre o repasse para os usuários dos custos de renovação da frota. Economistas da autarquia, responsáveis pela aferição financeira do transporte coletivo, afirmam que o cálculo do custo básico da tarifa inclui a previsão de renovação da frota. Clebsch discorda e afirma que seria inviável para o Siga bancar novos veículos, que precisam ser trocados a cada 10 anos.
Fonte: Jornal de Santa Catarina
READ MORE - Em Blumenau, nova Tarifa inclui 89 ônibus e terminais

Em Vinhedo-SP, passagem do ônibus urbano aumenta e vai a R$ 2,60

A partir desta segunda-feira, 1º de março, a passagem de ônibus em Vinhedo passa de R$ 2,50 para R$ 2,60. O aumento é de 4%. O Decreto com o reajuste da tarifa está publicado nos Atos Oficiais da Prefeitura deste sábado.
Assim como em Valinhos, que já subiu para o mesmo valor, a Rápido Luxo Campinas, permissionária do transporte coletivo, apresentou proposta de R$ 2,72, mas a passagem corrigida ficou em R$ 2,60.
Em Valinhos, a empresa justificou a necessidade do reajuste da tarifa com base no aumento do custo da mão-de-obra, combustível e outros implementos. O último reajuste em Vinhedo ocorreu em fevereiro de 2009, quando a tarifa subiu de R$ 2,30 para R$ 2,50, aumento de 8,7%, que representaram R$ 0,20.
Fonte: Jornal de Vinhedo
READ MORE - Em Vinhedo-SP, passagem do ônibus urbano aumenta e vai a R$ 2,60

Campo Grande: Prefeitura deve fazer campanha para tirar dinheiro de ônibus


O prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PMDB) disse hoje que pretende fazer campanhas publicitárias para incentivar as pessoas a usarem o cartão para tomar ônibus ao invés pagar em dinheiro. Ele não mencionou qualquer detalhe sobre a campanha.
A informação surgiu quando da indagação sobre o que fazer para reduzir a onda de violência contra os motoristas de ônibus. Há semanas o prefeito tem defendido que a solução é retirar dinheiro de circulação nos ônibus.
Porém, o decreto dele igualando o valor do pagamento em cartão ao de dinheiro foi encarado como uma medida na contrária ao principal objetivo que é de proteger os motoristas.
A partir do dia 1º a passagem custará R$ 2,50 tanto no cartão quando em espécie. Hoje, quem utiliza cartão paga R$ 2,30.
“A diferenciação de valores já cumpriu o seu papel [de reduzir dinheiro nos ônibus] no ano passado. Agora teremos que fazer campanha divulgar os postos de venda e estimular o uso do cartão”, afirmou hoje pela manhã durante o sorteio do “IPTU dá Prêmios” em Campo Grande.
No mesmo evento, o prefeito também comentou o reajuste da tarifa do cartão para R$ 2,50. Conforme o prefeito, o cálculo feito pelas concessionárias de transporte urbano apontava para uma necessidade de se reajustar o valor cobrado em dinheiro para R$ 2,556 o que proximaria a passagem para R$ 2,60. Ele afirma ter negociado com as empresas para impedir que a tarifa chegasse a tal patamar.
Fonte: Midiamax
READ MORE - Campo Grande: Prefeitura deve fazer campanha para tirar dinheiro de ônibus

Cuiába: Sistema de transporte mostra vulnerabilidade

Nesta semana, a "Princesa do Sol", empresa que opera no sistema de transporte coletivo de Cuiabá, teve que entregar nada menos do que 33 ônibus de sua frota, por força de decisão judicial. É resultado de um acordo entre a empresa e instituições financeiras, visando à quitação de débitos.
Os veículos operavam em diversas linhas da capital. Segundo nota da Secretaria de Comunicação do Palácio Alencastro, para evitar problemas aos usuários, a Secretaria de Trânsito e Transporte Urbano (SMTU), em parceria com associação dos empresários do setor, a MTU, fez a reposição dos ônibus nos itinerários. Até aí, tudo bem.
O curioso é que o sistema de transporte público da Capital simplesmente se revela vulnerável, por conta de empresas insolventes, que não garantem a menor segurança aos cidadãos. Quem garante que, de uma hora para outra, a população usuária não fique a ver navios, nos pontos, por conta de uma eventual apreensão de coletivos?
Fonte: Midia News
READ MORE - Cuiába: Sistema de transporte mostra vulnerabilidade

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960