Sistema de transporte de Teresina será modernizado

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Uma série de inovações será implantada no sistema de transportes coletivos de Teresina. Várias das ações foram coletadas durante a visita que o prefeito de Teresina, Elmano Férrer, junto com diretores do Sindicato das Empresas de Transportes Urbano de Teresina (Setut) e secretários municipais fizeram a Fortaleza (CE). Na visita, a comitiva pode conhecer toda a tecnologia utilizada no controle do trânsito e transporte coletivo na capital cearense.

O diretor executivo da empresa Via Urbana, Gustavo Porto, apresentou a tecnologia de acompanhamento via satélite, através de GPS, que todas as empresas de transporte coletivo de Fortaleza utilizam. “Nesse sistema acompanhamos, em tempo real, todo o itinerário dos ônibus, a velocidade praticada, o número de passageiros no momento e o tempo de viagem no percurso. Com isso, podemos identificar se um ônibus está demorando a chegar ao seu ponto, se há lotação ou se o veículo está quebrado. Essas informações nos permitem colocar ou retirar um ônibus da linha caso haja necessidade, entre outras ações”, explica.

O prefeito Elmano Férrer destacou que o sistema de monitoramento é uma boa ferramenta que pode ser implantada em Teresina, pois irá melhorar a qualidade do serviço e ajudar na segurança dos passageiros. “Esse sistema é muito bom, pois a empresa tem como determinar a entrada ou saída de um ônibus na linha conforme a demanda de passageiros. Além disso, é possível localizar com precisão os veículos em caso de assaltos”, frisou o prefeito ao comentar que a implantação do sistema em Teresina será estudada com os empresários do setor.

Herbert Miúra, presidente do Setut, declarou que o sistema de transporte coletivo de Fortaleza possui inovações que ajudam na administração do sistema, racionalizando os custos do transporte e melhorando o atendimento ao usuário. “Esse sistema traz uma série de benefícios para o transporte como a diminuição no tempo de espera e a redução dos custos. Sua implantação em Teresina será benéfica, mas para isso precisamos de uma série de intervenções. As empresas teresinenses já estão se articulando para todas essas transformações que teremos com a integração do sistema de transporte e, com certeza, todas as mudanças trarão benefícios”, disse Miúra.

Fonte: Portal AZ

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960