Salvador: Uma nova Paralela com sistema BRT já na primeira etapa

quinta-feira, 24 de junho de 2010


São apenas 21 quilômetros do Aeroporto até o Retiro, via Paralela, passando pelo Iguatemi, pela estação do Metrô no Acesso Norte até o Retiro. Esse é o trecho já aprovado e contemplado com recursos federais através de empréstimo assumido pelo Estado. O projeto geral do BRT Salvador vai ser iniciado dentro dos próximos dias e as obras começam ainda neste ano. Assim asseguram as autoridades do Estado e do município.
O sistema, criado em Curitiba na década de 1970 pelo então prefeito, o arquiteto Jaime Lerner, é conhecido, aprovado e foi copiado em metrópoles de todos os continentes. É o BRT, com ônibus articulados e biarticulados, com capacidade de transportar até 270 pessoas numa só levada, um transporte moderno, seguro, rápido, eficiente que trafega em canaletas exclusivas e param em estações com sistema de controle informatizado e alta tecnologia em todos os serviços.
Nesses 21,2 km precisos dessa primeira etapa, entre o Aeroporto e o Acesso Norte/ Retiro, via canteiro central da Paralela, pistas duplas de ida e vinda. Estão previstos 23 pontos de embarque e desembarque em novas estações, dez novas passarelas e 12 ampliações, 15 viadutos, três pontilhões e três mergulhos pelo itinerário. Um nova Paralela e novos costumes à vista. Tudo isso para garantir que o sistema reduza a média de espera por ônibus que é de 18 para três minutos; e o tempo de permanência do usuário no veículo que é de uma média de 35 para seguros 22 minutos. E isso é só a primeira etapa de um sistema previsto para 127 quilômetros de vias com a integração ao metrô, aos trens do Subúrbio, às praias atlânticas e ao Litoral Norte, contemplando num futuro toda a Região Metropolitana.
A opção pelo uso do BRT em Salvador se deu por causa da rapidez de implantação, a um custo bem mais baixo que outros sistemas, como o metrô, com fácil adequação da infra-estrutura física ao sistema viário. O BRT de Salvador virá com toda a tecnologia acrescida e bem aprovada nos sistemas implantados nas grandes metrópoles, como Londres. Terá portas duplas, automáticas e largas à esquerda dos carros; estações com pisos elevados garantindo o acesso fácil a todos, inclusive aos deficientes; a cobrança será antecipada, em guichês externos; e a circulação dos veículos se dará em vias expressas que permitirão ultrapassagens nas estações, acabando com as filas. Tudo previsto para oferecer o máximo de segurança e conforto.
Na rota Aeroporto/Iguatemi, por exemplo, teremos três tipos de operação dos veículos: o expresso, direto, mais rápido, sem paradas no trajeto; o semiexpresso, que fará poucas paradas intermediárias, apenas três ou quatro no trajeto; e o parador, que fará o pinga-pinga, fazendo parada em todos os pontos/estações do percurso.

Fonte: Bahia em Movimento

5 comentários:

Cleber disse...

Para mim, o BRT tem apenas duas vantagens: rapidez e custo da instalação.

No entanto, o VLT leva a melhor. Vejamos. Primeiro, trata-se de uma alternativa de transporte mais moderna do que o BRT. Hoje, as várias cidades que possuem o BRT estão trocando o sistema para o VLT. Instalar o BRT, então, representaria um retrocesso. Outra razão para o VLT é que o projeto deste sistema prevê a integração com a cidade de Lauro de Freitas que, pelo menos no projeto inicial, não seria contemplada pelo BRT. Para completar, o VLT ainda tem as vantagens de ser um sistema mais limpo e mais rápido.

A última razão é que o BRT seria gerido pelo Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (Setps). Os usuários de ônibus de Salvador sabem que se existe uma gestão que não tem como ser elogiada é a do Setps exatamente nesta área. Não são raras as reclamações sobre ônibus em más condições de conservação; a demora nos pontos de ônibus é uma tônica que todos os usuários conhecem, problema que piora ainda mais nos finais de semana; a falta de habilidade para lidar com o sindicato dos rodoviários, entre outros tantos problemas.

Fonte: http://www.pitacosdomanuca.com.br/brt-x-vlt/

Cleber disse...

Antes mesmo de Salvador ser indicada para uma das sedes da Copa de 2014, o Sindicato dos Empresários de ônibus de Salvador, denominado SETPS, já se articulava junto a Prefeitura de Salvador representada por JH para inviabilizar qualquer tipo de investimento na ampliação de linhas para o metrô e desta forma consolidar a total dependência pelo uso do ônibus no transporte público em nossa cidade.

Salvador, caminha na contramão das grandes cidades brasileiras, posto que Fortaleza e Recife que são cidades nordestinas com população menor que Salvador já possuem suas redes de metrô em consolidação ou bem adiantadas como é o caso de Recife, enquanto aqui assistimos passivamente o estabelecimento de um oligopólio extremamente prejudicial a infraestrutura da capital baiana.

Lamentável!!!!

Anônimo disse...

É um absurdo o que acontece com Salvador. Sempre trazem para nossa capital tudo o que há de pior.
Fui recentemente em Blumenal e constatei que as passarelas de lá são subterrâneas, com escada rolante e climatização. Em Salvador,só temos passarelas suspensas que deixam a cidade cada vez mais feia. O mesmo podemos observar na qualidade dos ônibus coletivos em comparação com os mesmos veículos no sul do país.Agora querem nos empurrar este BRT, um sistema defasado de transporte de massa.
Será que é porque somos nordestinos e não temos consciência de mobilização contra os desmandos das autoridades?

Pregopontocom disse...

Não se enaltece um sistema de transportes arcaico e defasado típico de paises de terceiro mundo,como o BRT.A quem interessa isso?!!! apenas aos donos de onibus que não querem de maneira nenhuma abrir mão do seu oligopolio ao qual se agarram com unhas e dentes. Usar como ref. o BRT de Curitiba que foi implantado na década de 70 quando a realidade urbana era bem diferente ou o de Bogotá uma cidade do 3º mundo,(aliais quem é Bogotá para servir de expl. para alguem ou para alguma coisa?),o BRT de Bogotá e um desastre,com alto indice de acidentes nas vias segregadas engarrafamentos estações superlotadas atrasos onibus entupidos,uma catastrofe,adotada por um "genio" chamado Enrique Penalosa,ex prefeito de Bogotá.Hoje todos os paises desenvolvidos com ênfase para os Europeus se rederam ao uso do VLT um veiculo ecologicamente correto por usar energia limpa e as sua vias semi segregadas terem apenas cobertura de grama dispensando o concreto e o asfalto barateando custos e evitando a impermeabilização do solo e o aumento da temperatura ambiente causadas por pisos concretados.A França já adotou em vinte cidades incluindo Paris o VLT,acabando definitivamente com o caos na mobilidade urbana dessas cidades,a Suecia usa bondes antigos ,bondes modernos e o VLT na mesma via.Por tanto não se pode concordar com essa afirmação enganosa que o BRT é um transporte rapido moderno,eficiente e de custo mais barato de implantação e manutenção,(enquanto um veiculo do sistema BRT que transporta 180 pasgs.e tem 5 anos de vida util o VLT que transporta 700 ou mais pasgs. dura mais de 25 anos,por tanto a longo prazo o VLT ganha de disparada,isso só funciona apenas para satisfazer o ego dos donos de onibus e aos seus interesses,que não são os mesmos da nossa população e da nossa cidade, o BRT é uma FRAUDE com a qual não podemos concordar.O nosso futuro e o futuro do nosso pais esta nos trilhos e dessa realidade não podemos fugir.Sugerimos alguns videos para acrescentar ao seu conteudo -http://www.youtube.com/watch?v=MCnVNrvOQHs&feature=feedu -http://www.youtube.com/watch?v=gzjWDvCvm6Q&feature=feedlik - http://www.youtube.com/watch?v=Ns6Rsy0FGys&feature=feedu - http://www.youtube.com/watch?v=KI1A-fqkInk&feature=feedlik

Anônimo disse...

Atenção, baianos! Sou da comunidad acadêmica relacionada a transport do Rio, e toda vez q coloco comentários nesse blog q não reafirmam o tom ufanista para os ônibus, eles tiram do blog a matéria relacionada. Há em todo o país um grand lobby dos empresários d ônibus. BRT é a tentativa desesperada deles perpetuarem seu domínio sobr a mobilidad do povo.

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

Conheça o BRT Transbrasil

Google+ Followers

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Brasil vai inaugurar mais de 250 quilômetros de BRT em 2014

Nova etapa das obras da Linha 4 do Metrô do Rio é iniciada na Gávea

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Governo estuda trem-bala de São Paulo a BH, Curitiba e Brasília

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960