Ananindeua (PA) moderniza transporte coletivo

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A partir de quinta-feira, a cidade da Amazônia passa a contar com uma moderna central de controle da frota de ônibus
Utilizar os transportes coletivos na cidade de Ananindeua, no Pará, ficará agora mais seguro e ágil. A partir desta quinta-feira, 25, o município passa a contar com uma moderníssima Central de Controle Operacional (CCO). O sistema funcionará no Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) e permitirá, com um simples toque em uma tela de computador, saber o que está ocorrendo com os veículos da frota municipal de ônibus.
A central trouxe ainda outros benefícios aos usuários. O mais recente foi permitir-lhe trafegar pelas ruas da cidade em ônibus novos e confortáveis. Com a chegada da CCO a frota começou a ser renovada. Recentemente, 21 novos ônibus passaram a circular em Ananindeua e novas linhas foram criadas. Com isso, a Prefeitura de Ananindeua passa assistir com transporte de qualidade mais de 30 mil peJunto com a CCO, a cidade de Ananindeua ganhará também o Centro de Atendimento ao Usuário (CAU).
O serviço atenderá pessoas com necessidades especiais, idosos e estudantes. Por meio do CAU, o usuário pode adquirir os cartões eletrônicos que serão utilizados na frota de Ananindeua. O cartão substitui os bilhetes de papel e evita o manuseio de dinheiro nos coletivos, evitando assaltos. Dezenas de cidades brasileiras utilizam os cartões eletrônicos nos ônibus, o que permite agilidade e atendimento especial aos usuários. O CAU ofertará atendimento a todos os usuários de transportes de Ananindeua através de Portal Institucional e SAC.
Com a implantação a CCO de Ananindeua, todos os ônibus que circulam pelas ruas da cidade e estradas do município estão equipados com o que há de mais moderno em termos de tecnologia. Os carros contam rastreamento por GPS (Global System Position), câmeras de monitoramento por imagem, bilhetagem eletrônica e um rigoroso controle na freqüência dos horários dos ônibus. Dessa forma, o Demutran receberá as informações da movimentação da frota em tempo real.
“É um sistema que vem agregar qualidade ao serviço oferecido”, diz Francisco de Mola Neto, empresário que teve a iniciativa de implantar o sistema em Ananindeua. De acordo com ele, a central permite que o Demutran atue imediatamente em qualquer área do município para resolver problemas com a frota.
Outras cidades serão beneficiadas
Por exemplo, o sistema identificará o local onde lentidão no trânsito e quando houver problemas mecânicos com os ônibus. “O doutor José Bento Gouveia [diretor do Demutran] e sua equipe terão, daqui para frente, uma ferramenta altamente eficaz para melhor a qualidade da prestação dos serviços de transportes coletivos”.
O novo modelo gerencial foi desenvolvido e para Ananindeua pela empresa Condor Transporte e Turismo. A iniciativa partiu do empresário Francisco de Mola Neto, que, aliás, conseguiu um feito inédito na cidade: reuniu as cooperativas e outras empresas de ônibus e criou a União das Cooperativas e Empresas por Adesão do Estado do Pará (Uniceep).
Segundo o prefeito Helder Barbalho (PMDB), a inauguração da CCO é uma prova cabal de que a administração de Ananindeua sempre esteve preocupada com o bem-estar e a qualidade de vida de seus munícipes. A opinião é a mesma dos secretários de Transportes, José Bento Gouveia, e de Desenvolvimento Econômico, Reginaldo Ferreira. A exemplo de Barbalho, os secretários avaliam que a iniciativa trará novos investimentos e progresso para Ananindeua graças à mobilidade urbana adquirida com as novas linhas criadas e a integração da frota.
A modernidade não ficará restrita a Ananindeua. O empresário Francisco Mola Neto disse à Agência Amazônia que levará o sistema para outras cidades do Pará. Até julho as cidades de Mosqueiro, Parauapebas, Santa Isabel, Benevides, Santa Bárbara e Marabá também passarão a contar centrais idênticas a que está sendo inaugurada em Ananindeua. A implantação dos novos sistemas acarretará investimentos superiores a R$ 100 milhões.
Fonte: Agência Amazônia

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960