O clima é de Natal em ônibus de Santo André

sábado, 5 de dezembro de 2009


Um motorista de ônibus em Santo André, no ABC, se vestiu de papai noel e os passageiros gostaram da ideia. O veículo é todo decorado. Quem paga a passagem ganha presente.


READ MORE - O clima é de Natal em ônibus de Santo André

EMTU/SP visa ampliar acessibilidade ao transporte público, principalmente a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida


A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU/SP) contratou uma companhia de engenharia para desenvolver o projeto que irá melhorar a acessibilidade nos nove terminais do Corredor Metropolitano ABD (São Mateus - Jabaquara) e no Terminal Metropolitano de Cotia. No cronograma da EMTU/SP, a execução das obras começará no primeiro semestre de 2010 e concluídas no final deste mesmo ano.

A ação faz parte da política de responsabilidade social da empresa para ampliar a acessibilidade dos usuários ao transporte público, principalmente pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Para cumprir essa meta, é necessário reformular os terminais do Corredor ABD que foram construídos na década 80.

Os Terminais de Integração previstos no Plano de Expansão do Governo, coordenado pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos, seguem essa diretriz, a exemplo das obras do Corredor Metropolitano Noroeste, concluídas em 2008, na Região Metropolitana de Campinas. Nesta região, o Terminal Prefeito Magalhães Teixeira conta com dois elevadores, escada rolante, rampas e oito plataformas com piso podotátil, para pessoas com deficiência visual, e intertravado, que propicia mais segurança aos usuários e às pessoas com mobilidade reduzida.

A Estação Anhanguera conta com os mesmos dispositivos de acessibilidade. Nos projetos em andamento, como os dos Corredores Metropolitanos Diadema - São Paulo, Guarulhos - São Paulo e Itapevi - São Paulo, há a mesma preocupação com os passageiros especiais. Isso também faz parte do Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista que prevê a operação de VLT (metrô leve), ligando os municípios de São Vicente e Santos.

Os estudos em elaboração pelos técnicos e engenheiros contratados para os Terminais Metropolitanos do Corredor ABD e Terminal Cotia consideram a instalação de diversos dispositivos de acessibilidade, como elevadores, rampas, piso podotátil, banheiros adaptados e modernização dos existentes, comunicação visual, entre outros.

Além da reformulação dos terminais, a Concessionária Metra, operadora do Corredor ABD, adquiriu 40 ônibus com piso baixo, rampas e box para cadeira de rodas e espaço reservado para cão guia. Com os novos ônibus, 40% dos veículos que operam no corredor apresentam equipamentos que promovem a acessibilidade. Nas outras áreas da Região Metropolitana de São Paulo, a concessão das linhas intermunicipais propiciou, até o momento, a inclusão de mil ônibus adaptados no sistema, o equivalente a 20% da frota em circulação, aproximadamente.
READ MORE - EMTU/SP visa ampliar acessibilidade ao transporte público, principalmente a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida

Recife: Ônibus a cada minuto no Corredor Norte-Sul


Imagine esperar um minuto ou até menos por um ônibus?! Pode parecer sonho e, talvez, até seja. Mas, se Pernambuco conseguir importar o modelo curitibano de fazer transporte, ele será transformado em realidade. Com o Corredor Norte-Sul, a população da Região Metropolitana terá um sistema rápido, eficiente e confiável. A previsão é de que a população reduza à metade o tempo de viagem entre os extremos do futuro corredor, entre as cidades de Igarassu, ao Norte, e Jaboatão dos Guararapes, ao Sul.

Por enquanto, é verdade, existe apenas o projeto básico elaborado pelo Instituto Jaime Lerner Arquitetos Associados, que foi quem criou e implantou a concepção de mobilidade de Curitiba. Mas os pernambucanos têm a decisão política do governo estadual, particularmente do governador Eduardo Campos, de viabilizar o futuro corredor, aproveitando o destaque que a mobilidade vem recebendo no Brasil dentro dos preparativos para a Copa do Mundo de 2014.

O Norte-Sul terá 45 quilômetros, dois eixos (Norte e Sul) e custará R$ 300 milhões, sendo que R$ 100 milhões seriam investimentos privados com a compra dos ônibus biarticulados. A ligação entre os dois eixos será pela Avenida Agamenon Magalhães, mas haverá uma bifurcação para compor o trecho central pela Avenida Cruz Cabugá até o Centro do Recife. Terá seis linhas (três delas expressas e três paradoras), com 43 estações de embarque e desembarque no trecho Norte, 11 no Central e 25 no Sul, além de cinco terminais (dois deles a serem construídos).

Na Avenida Agamenon Magalhães, estará o diferencial do projeto. Entre a Avenida Norte e o Complexo Joana Bezerra, a pista exclusiva de ônibus será elevada, sobre o canal da via, a uma altura de seis metros. O acesso, assim como em Curitiba, será pelas estações tubo, com o pagamento antecipado das passagens e o embarque nivelado.
“Estaremos dando um passo para o futuro. É uma solução de mobilidade muito importante para o Grande Recife. Principalmente nos tempos atuais, quando sabemos que as ações que favoreçam o transporte de massa precisam acontecer antes que seja tarde demais”, argumenta João Braga, coordenador do Norte-Sul pelo Urbana-PE, sindicato dos empresários de ônibus e quem está pagando o projeto básico.

Embora seja uma proposta para dar vez e voz ao transporte de massa, o Corredor Norte-Sul vai tirar o ônibus do sistema viário em boa parte de sua extensão. Na Avenida Agamenon Magalhães, por exemplo, a previsão é de que os coletivos circulem numa pista elevada, sobre o canal, em vez de utilizar uma das faixas da via. Por outro lado, no trecho Sul, a prioridade vai significar redução do espaço destinado ao automóvel, o que implicará em ônus político para os executores.

O projeto do futuro corredor entre o Complexo Joana Bezerra e Cajueiro Seco, em Jaboatão, prevê a adequação do sistema viário ao longo das Avenidas Herculano Bandeira, Domingos Ferreira, Visconde de Jequitinhonha e Ayrton Senna, onde os automóveis têm preferência. Nesse caso, os carros perderão uma faixa de cada um dos lados, o que deverá gerar críticas por parte da população.

“A sociedade do automóvel vai reclamar, até porque a maioria dos projetos feitos na cidade são voltados para o transporte individual. Diferentemente dos curitibanos, que historicamente têm a cultura do transporte público, o recifense precisará criar empatia com o Norte-Sul para que ele dê certo”, observa César Cavalcanti, diretor-regional da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) no Nordeste e chefe do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).
Fonte: jconline



READ MORE - Recife: Ônibus a cada minuto no Corredor Norte-Sul

Mudança no trânsito de Aracajú começam nesta segunda-feira


A partir da próxima segunda-feira, 7, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) proíbe, das 6h às 20h, o estacionamento de veículos nos dois sentidos da Avenida Hermes Fontes - desde a Praça da Bandeira até a avenida Edézio Vieira de Melo. A mudança, segundo o superintendente Antônio Samarone, tem o objetivo de adequar a via ao aumento da frota em circulação e a realidade atual do nosso trânsito.
"A Hermes Fontes, no horário de pico vem apresentando alguns problemas de fluidez, diminuídos com as mudanças implementadas no final de agosto, nas ruas Urquiza Leal, Zaque Brandão e Américo Curvelo, que têm mostrados resultados positivos", explica Samarone.
Para o diretor de Transporte Público da SMTT, Orlando Sérgio, a medida também irá refletir na agilidade do transporte público. "A avenida Hermes Fontes é um importante corredor do transporte coletivo da cidade. A cada dois minutos circula um ônibus. A cada hora, 64 coletivos circulam nos dois sentidos da avenida. Alargar a faixa de rolamento com a retirada dos veículos estacionados é possibilitar que o ônibus possa cumprir o itinerário dentro dos horários pré-estabelecidos, comentou o diretor de transporte público", afirma.
Alterações
Outras mudanças já foram feitas pela SMTT em diversas áreas da cidade este ano. Entre elas, a proibição de estacionar nas ruas Geru, Capela até a avenida Rio Branco, rua Bahia, Barão de Maruim, Ivo do Prado e avenida Sílvio Teixeira.
Nos horários de pico, alguns cruzamentos estão sendo fechados e os agentes passam a orientar os motoristas, como acontece na avenida Adélia Franco, próximo ao Palácio do Governo. A mesma ação também é realizada na avenida Tancredo Neves, próximo ao Detran, e nas proximidades da Faculdade Pio Décimo. Todas essas ações objetivam facilitar a circulação dos veículos, principalmente dos ônibus do Sistema Integrado de Transportes.

Fonte: emsergipe.com
READ MORE - Mudança no trânsito de Aracajú começam nesta segunda-feira

Seja um Seguidor, Campanha do Blog Meu Transporte


Campanha do Blog Meu Transporte é chegar até o fim deste ano a pelo menos 50 seguidores, você caro leitor que estar vendo a serenidade, competência e disposição deste Blog em mostrar de fato o que acontece com um dos principais serviços públicos do país que é o Transporte Público, não pode ficar de fora desta campanha, por isso convidamos você a ser mais um seguidor deste Blog que vem mostrando dia a dia a situação do Transporte Público que você usa, clique em seguir este blog e convide seus amigos.

Abraços!!!
READ MORE - Seja um Seguidor, Campanha do Blog Meu Transporte

Ônibus de Gaspar em Santa Catarina ficará 7% mais caro

A partir de quinta-feira, o usuário do transporte coletivo urbano de Gaspar vai ter que desembolsar 7% a mais pela passagem. O valor vai subir de R$ 2,20 para R$ 2,35. Aos domingos, o bilhete também será mais caro. Em vez de R$ 1, como ocorre hoje, o passageiro vai pagar a tarifa integral. Um domingo por mês a catraca será livre.
O aumento, de acordo com Eduardo Ramos, gerente da Auto Viação do Vale, empresa responsável pelo serviço, é para repor as perdas do ano e devido à inflação. Ramos explica que o reajuste deveria ter sido aplicado em outubro, data-base para rever a planilha. O atraso ocorreu por contratempos, como a greve dos motoristas, explica ele. Já a mudança aos domingos foi um pedido feito pela empresa à prefeitura e que agora está previsto no edital de concessão. Segundo Ramos, o domingo mais barato estava causando prejuízo à empresa.

Neste domingo, os usuários já vão pagar mais pela passagem. Mas como o reajuste de 7% ainda não estará em prática, o preço será o atual, de R$ 2,20. Segundo o gerente, a prefeitura ainda vai definir qual domingo do mês o transporte coletivo urbano será gratuito. A catraca livre também pode ser em um feriado. Este mês, conforme Ramos, já ficou definido que o usuário não vai pagar dia 25 de dezembro, no Natal.

Atualmente, a frota da empresa é de 22 ônibus. Por mês, aproximadamente 175 mil passageiros usam o transporte na cidade. Deste total, 145 mil usuários são pagantes. O restante corresponde aos passageiros que não pagam tarifa, como os idosos.

READ MORE - Ônibus de Gaspar em Santa Catarina ficará 7% mais caro

Agência fiscalizará transporte coletivo em Sinop e Rondonópolis


A Agência de Regulação dos Serviços Delegados de Mato Grosso (Ager-MT) fará, neste final de semana, fiscalização do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros, na região Barra do Garças. Durante três semanas consecutivas, os fiscais da Ager-MT, irão coibir irregularidades no setor, em seis regiões do Estado. As regiões de Sinop, Primavera do Leste, Rondonópolis e Posto Gil estão na programação até o dia 19 de dezembro.

Na região de Cáceres, o trabalho tem sido constante. De janeiro a outubro, a Agência já fiscalizou ao todo 19.068 veículos. De todos esses veículos fiscalizados no ano foram registradas 676 infrações, 183 relativas ao transporte intermunicipal e 169 no transporte interestadual, além de 324 veículos apreendidos. Os ônibus são autuados pelas equipes de fiscais da Ager-MT principalmente por estarem em horário, itinerário ou lugar não autorizados, por não terem seguro e pelo fato do ônibu ou da empresa não estarem cadastrados na Agência. Os ônibus apreendidos ficam detidos durante 72 horas. A multa para a empresa infratora varia de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil.
READ MORE - Agência fiscalizará transporte coletivo em Sinop e Rondonópolis

Cuiabá passa a ter 40 fiscais a mais capacitados a multar


O cuiabano ficará mais sujeito a multas de trânsito a partir de hoje, quando a Capital passa a contar com mais 40 agentes de trânsito com poder de autuação. A Secretaria Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) capacitou e entrega hoje o Código de Autuador a esses servidores que, até o momento, só estavam aptos a autuar no âmbito do transporte coletivo.

Desta forma, Cuiabá passa a ter 104 agentes com poder de autuação sobre os 250 mil veículos automotivos que compõem a frota circulante da cidade. A proporção é de um agente para cada 2,4 mil veículos – antes, era de um para cerca de 3,9 mil. A atribuição do poder de autuar desses servidores, que já eram agentes de fiscalização e regulação do transporte coletivo, torna tudo mais prático no controle do trânsito na Capital.

O titular da SMTU, Edivá Alves, explica que é recorrente a situação de um fiscal de transporte coletivo se deparar com irregularidades sobre as quais não pode autuar. Exemplo disso é quando algum veículo é encontrado estacionado em áreas específicas para paradas de ônibus. Diante desta infração, o fiscal de transportes urbanos que estiver no local invariavelmente tem de chamar um fiscal de trânsito para autuar o veículo em irregularidade.

O exemplo mencionado é corriqueiro no bairro Santa Rosa, aponta o secretário. Agora, 40 dos 63 fiscais de transportes da cidade poderão realizar também este tipo de autuação, visto que recebem credencial do Departamento de Trânsito (Detran). Eles passaram por uma capacitação de 40 horas, com aulas teóricas e práticas.
READ MORE - Cuiabá passa a ter 40 fiscais a mais capacitados a multar

Manaus precisa melhorar trânsito até a Copa, diz especialista


Para atender de forma satisfatória os turistas que assistirão aos jogos que vai sediar durante a Copa do Mundo de 2014, Manaus precisará melhor o trânsito e ampliar a rede hoteleira. A avaliação é do presidente do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea), Marcos Túlio de Melo. "Manaus tem hoje um problema enorme por causa do trânsito. A dificuldade de mobilidade é fato e a infraestrutura hoteleira também precisa ser ampliada".
Na avaliação de Melo, a melhoria do sistema de transporte coletivo poderá contribuir com o trânsito na cidade. Ele acha também que investimentos no trânsito fluvial podem ser mais adequados e trazer mais velocidade ao fluxo de passageiros.
"Manaus tem um número de veículos particulares enorme em contraposição ao efetivo de veículos coletivos. O transporte fluvial deveria ser melhor desenvolvido para dar mais opção e diminuir o tempo dos passageiros de um destino a outro", acrescentou.
A preparação de Manaus e outras cidades brasileiras para a Copa de 2014 fazem parte dos temas que estão sendo discutidos, na capital amazonense, durante a 66ª Semana Oficial da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia.
READ MORE - Manaus precisa melhorar trânsito até a Copa, diz especialista

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960