Prefeitura de Salvador anuncia punição para empresas de ônibus

quarta-feira, 18 de novembro de 2009


Com o objetivo de garantir o direito do cidadão soteropolitano de se locomover livremente pela cidade e evitar novos prejuízos à população que utiliza o sistema de transporte coletivo, o prefeito João Henrique determinou à Secretaria Municipal de Transportes e Infraestrutura (Setin) que aplique fielmente as disposições contidas no Decreto Municipal nº 9.711/1992.

O decreto, que é aplicado diariamente nas operações de fiscalização da Transalvador, estabelece as penalidades cabíveis às empresas responsáveis pela operacionalização da frota de transporte coletivo da capital.

O rigor na aplicação do regulamento decorreu em face dos consecutivos prejuízos causados à população devido às intervenções de rodoviários no sistema, que culminou com o fechamento das garagens das empresas Ondina, União, BTU e Central. Por conta disso, parte da frota de ônibus foi impedida de circular durante as provas do vestibular da Universidade Federal da Bahia, dentre outros transtornos causados à população soteropolitana.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960