Cuiába: Campanha para reduzir fraudes no Transporte Coletivo

sábado, 3 de outubro de 2009


A partir deste final de semana, a Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU) leva às ruas a campanha; “Transporte Coletivo: Quando alguém frauda o sistema quem paga a conta é você”, com objetivo de alertar os usuários das conseqüências de ações ilegais que fraudam o sistema do transporte coletivo e pressionam o preço da tarifa.

Com cartazes, panfletos e busdoors, os cerca de 500 ônibus que circulam em Cuiabá e Várzea Grande estarão mostrando os vários tipos de fraudes que infelizmente estão aumentando nos últimos anos. Entrar pela porta de trás dos ônibus, sem estar nos terminais ; não ser estudante e utilizar o passe livre, entrar e sair pela porta da frente, sem rodar a roleta com exceto idosos e pular a roleta são algumas das fraudes detectadas pela fiscalização das empresas e apontadas como alguns dos motivos para uma redução considerável de passageiros nos últimos 12 meses, portanto bem anterior ao aumento da tarifa em julho último.

Cada vez que alguém comete alguma fraude no transporte coletivo, acaba comprometendo o sistema como um todo e impedindo novos benefícios para quem realmente precisa dos coletivos. “Queremos alertar os usuários de que não devem aceitar esses delitos denunciando aqueles que abusam do bolso de quem paga, pois todos os custos estão incluídos na tarifa”, explica o presidente da MTU, Ricardo Caixeta.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960