Avança projeto de corredores exclusivos para ônibus na Grande Vitória

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

As negociações com as prefeituras da Grande Vitória avançam e a implantação dos Corredores Exclusivos para Ônibus está cada vez mais próxima. Todos os municípis já receberam a apresentação e discussão do projeto, incluindo algumas imagens do que seria construído para a implantação, como as estações e o trajetos. Os corredores são concebidos para propiciar agilidade, fluidez, pontualidade e conforto aos usuários, prestando serviços de excelência competitivos com os automóveis. O projeto tem 24 meses para ser concluído (projetos básicos), devendo ser implementado em etapas, a primeira das quais com 40 km de extensão, interligando os terminais do Transcol.
Somente para a fase de projeto, foram investidos R$ 6 milhões na contratação do "Corredores Exclusivos para Ônibus", conhecido internacionalmente como BRT (Bus Rapid Transit), para garantir a prioridade de circulação do transporte coletivo na Grande Vitória. No projeto está sendo analisada a implantação de corredores exclusivos em 108 quilômetros de vias que cortam toda a Região Metropolitana capixaba.

Veja na foto como seria a logística de embarque e desembarque.


Segundo a subsecretária de Mobilidade Urbana, Luciene Becacici, da Secretaria dos Transportes e Obras Públicas (Setop), a ideia é dar prioridade ao transporte coletivo, responsável por praticamente 80% das viagens realizadas todos os dias nas áreas urbanas. "O transporte coletivo deve ser priorizado. Não podemos fechar os olhos para o crescimento excessivo do número de veículos. Superar congestionamentos apenas com investimentos na ampliação da malha viária, atraindo cada vez mais automóveis, significaria perpetuar a conduta equivocada dos velhos gestores públicos, que acarretaram maiores congestionamentos que vêm engessando nossas cidades. Modernos projetos de mobilidade levam em conta que o automóvel, que ocupa 80% do espaço viário e tem uma taxa média de ocupação de apenas 1,3 pessoas por veiculo, devem ser usados de forma inteligente, racional", disse Luciene.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960