Faixas de ônibus elevam em 14% número de passageiros em Sto.André

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

A implantação de faixas exclusivas para ônibus  aumentou em aproximadamente 14,3% o número de pessoas que utilizam o transporte público na Rua Carijós e Avenida Dom Pedro I, ambas em Santo André. Amanhã completa um mês que os corredores entraram em operação. A faixa da direita das vias fica restrita para os coletivos entre segunda e sexta-feira, das 6h às 10h, apenas na pista sentido Centro.

Neste mês, a média registrada foi de 101,2 mil passageiros transportados. No mesmo período do ano passado, as duas vias foram utilizadas por 88,5 mil usuários. Com pouco mais de dois quilômetros de extensão, a faixa da Rua Carijós registrou maior aumento: foram 18 mil pessoas adicionais em relação a 2013, subindo de 42 mil para 49,5 mil.

O endereço faz parte do itinerário de oito linhas – sendo quatro municipais e quatro intermunicipais.

Já o corredor da Dom Pedro I, cuja extensão é de 1,2 quilômetro, apresentou variação positiva de 10,6%. Em fevereiro do ano passado, cerca de 46,6 mil usuários eram transportados diariamente nesse local, número que subiu para 51,6 mil neste mês. Passam por lá sete linhas de ônibus, sendo que três têm outros municípios como destino.

A velocidade média de circulação nos dois corredores teve aumento de 14 km/h para cerca de 19,6 km/h.

Segundo o diretor da SATrans, Leandro Petrin, o aumento se deve à melhoria no serviço prestados. “Quando a população vê que o sistema está mais confortável e fluindo melhor, muitos deixam de ir a pé, de bicicleta ou de carro para utilizar o transporte público.” A meta da Prefeitura é construir 13 corredores de ônibus em toda a cidade.

Estações fechadas
Ainda dentro deste novo esquema de funcionamento do Metrô Rio para o Carnaval, de acordo com a experiência adquirida pela concessionária ao longo dos anos, algumas estações ficarão fechadas por terem pouco acesso de passageiros e podendo ser compensadas por outras mais próximas. São elas: Presidente Vargas, Catete, e Maracanã, que estarão impedidas de receber passageiros entre 0h e 5h de sábado e fecharão às 0h de domingo.

O funcionamento destas estações será restabelecido às 5h da Quarta-Feira de Cinzas. Por questões de segurança, o Metrô Rio informou ainda que as bilheterias das seguintes estações estarão fechadas: São Francisco Xavier, Uruguaiana, Flamengo, São Cristóvão, Triagem, Maria da Graça, Engenho da Rainha, Thomaz Coelho, Colégio, Coelho Neto, Acari / Fazenda Botafogo e Engenheiro Rubens Paiva.

Por fim, a concessionária alerta os passageiros para que adquiram os cartões pré-pagos a fim de agilizar o fluxo nas estações, e que serão aceitos, normalmente, os cartões unitários, vale transporte, bilhete único estadual e os cartões de integração. 

Por Fabio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960