Em Palmas, 40 novos ônibus vão entrar em operação no mês de março

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Nos meses de março e abril a população de Palmas deverá perceber alguma mudança no transporte público municipal. Foi o que anunciou o prefeito Carlos Amastha (PP), em entrevista ao Tocantins 247. O gestor garantiu que no mês de março entra em circulação uma frota de 40 novos ônibus coletivos, todos com ar condicionado. Os novos veículos foram uma exigência da prefeitura às empresas que operam o sistema de transporte público do município e, segundo Amastha, já estão comprados.

Já o modelo de transporte Bus Rapid Transit, o BRT, deve começar a ser implantado no próximo mês de abril. Na última semana a Secretaria de Infraestrutura pediu expedição de licença ambiental para iniciar as obras.



Quase faraônica se comparado ao que já foi executado em mobilidade na Capital, o BRT de Palmas custará em torno de R$ 700 milhões, em investimentos do governo federal e da prefeitura, por meio de financiamento, de acordo com o prefeito. O corredor de transporte expresso de passageiros terá 35 km de extensão, a maior parte dele no canteiro central da avenida Theotônio Segurado, ligando o setor Santo Amaro, na região norte, e Taquaralto e Taquari, na região sul, por meio de uma bifurcação. A apresentação do projeto está marcada para o próximo dia 29, na Câmara Municipal.

O problema já anunciado é que o governo do Estado também tem planos de mobilidade urbana para o canteiro central da avenida Theotônio Segurado. Pretende instalar por lá um Veículo Leve sobre Trilhos, o VLT. Para quem não tinha nenhum, o palmense se vê diante do anuncio de dois projetos de mobilidade urbana que podem melhorar sua vida.

Se depender do prefeito de Palmas, o BRT e o VLT caminharão integrados, um alimentando o outro. Mas para isso, segundo o gestor, o governo precisa apresentar o seu projeto, dizer como pensa em fazer o metrô de superfície. "A única maneira de ter viabilidade nos projetos é eles serem integrados. Só saem se for juntos. Eu procurei os secretários estaduais, para termos conhecimento do projeto, porque o nosso já está pronto, estamos discutindo isso há 15 meses. Todo o nosso BRT é pensado para um VLT no futuro. Se o estado quiser entrar com esse investimento agora, ótimo, antecipamos o futuro", afirmou.

O governo do Estado ainda não divulgou quando irá apresentar o projeto do metrô para a Capital.

Informações: brasil247.com

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960