Em João Pessoa, CBTU apresenta projeto do VLT a prefeitura de Cabedelo

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O projeto do VLT foi apresentado pelo coordenador de manutenção da CBTU, Francisco Hércules, na manhã desta quarta feira, 18, na sala de treinamento da CBTU em João Pessoa para os representantes da cidade portuária.

De acordo com o prefeito Luceninha a chegada do VLT na Região Metropolitana de João Pessoa vai mudar o panorama do transporte público, atrair um novo público e proporcionar a integração entre modais e facilitar o acesso aos mais diversos destinos dos quatro municípios. "Com a tarifa integrada a população terá transporte de qualidade a preço justo, podendo deixar seu carro em casa e seguir no VLT e ônibus", diz. Luceninha não descartou a possibilidade de criar em Cabedelo um terminal multimodal de integração para atender a população.


O superintendente da CBTU em João Pessoa, Lucélio Cartaxo, disse que essa iniciativa, a exemplo do que já foi feito com os representantes da cidade de Bayeux, visa assegurar que o VLT é uma realidade e que todos precisam conhecer o projeto para poder ajudar nas melhorias que virão a partir da implantação do trem novo a partir de maio de 2014. "Estamos descentralizamos as informações para dar oportunidade aos gestores de participar com sugestões e ideias do projeto do VLT e assim mostrar que o VLT vai mudar o sistema de transporte público da Região Metropolitana", revela.

Na próxima semana, a CBTU estará convidando os gestores da cidade de Santa Rita e posteriormente os da capital. "Ao final das apresentações individuais a gente pretende reunir todos os gestores e abrir uma ampla discussão do que pode ser acrescentado ou melhorado no projeto com a única finalidade que é de tornar o VLT um transporte mais eficiente e que atenda as necessidades de deslocamentos da população", completa Cartaxo.

Participaram da apresentação gerentes e coordenadores da CBTU em João Pessoa e os secretários da cidade de Cabedelo, das pastas de Comunicação, Welington Costa; de Turismo, Vera Simões; Desenvolvimento Urbano, Ana Maria Nóbrega; de Obras, Érica Gusmão e adjunto de Mobilidade, Aprígio Araújo.

Informações: PB Agora

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960