Projeto de Mobilidade no Recife segue igual ao trânsito da cidade ''Em Marcha Lenta''

domingo, 3 de julho de 2011

Demorou e vai continuar demorando. Apenas neste final de semana, às vésperas do recesso parlamentar, chegou à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei (PL) 12/2011, que institui o Plano Municipal de Transporte e Mobilidade da Cidade do Recife. É um documento de autoria da Prefeitura que sugere mudanças para melhorar o trânsito caótico da capital, como a instalação de teleféricos nos morros, implantação de corredores exclusivos para transporte coletivo, ciclovias e ciclofaixas, além de transporte fluvial. No entanto, a comissão especial que vai avaliar as propostas deverá ser instalada apenas em agosto, quando os parlamentares voltam ao trabalho. A previsão do presidente da Casa, Jurandir Liberal (PT) é levar o projeto ao plenário até o final do ano.
Sete nomes formam a tal comissão especial:Augusto Carreras (PV), Carlos Gueiros (PTB), Erivaldo da Silva (PTC), Gilberto Alves (PTN), Josenildo Sinésio (PT), Gilberto Alves (PTN) e Múcio Magalhães (PT). Depois de instalada a comissão, os vereadores têm 20 dias para apresentar emendas. O relatório só deve seguir para votação em plenário depois de 180 dias, a contar do início dos trabalhos. “A gente quer ver se vota ainda este ano, no segundo semestre. Vamos tentar compensar (o atraso)”, disse o presidente da Câmara, Jurandir Liberal (PT), que convocou entrevista coletiva na chuvosa manhã deste sábado (2) para anunciar o recebimento do PL.


O documento chega à Casa cinco meses após o presidente do Instituto Pelópidas Silveira, Milton Botler, apresentar as linhas gerais do projeto aos vereadores.
Dentre as propostas está a valorização do transporte coletivo, com implantação de corredores exclusivos. Para facilitar a vida de quem vive nos morros há a proposta de construir teleféricos. O deslocamento com bicicletas também deve ser privilegiado. A Prefeitura pede que a extensão das ciclovias passe de 20 quilômetros para 424 quilômetros.
O Projeto de Lei, no entanto, não trata nem de valores nem de prazos. Sabe-se apenas que algumas ações precisam ser executadas até a Copa do Mundo de 2014. “Algumas ações são de imediato, até 2014, como os principais corredores que serão implantados. Os outros são vias que serão alteradas para serem exclusivas para o transporte coletivo. Poderão ser executadas antes de 2014. A ação que está sendo prevista pode ser a médio/longo prazo. O plano vai sendo ajustado à medida que a cidade vá demandando essas ações”, disse Liberal.



Por Daniel Guedes  -  JC Online (Blog do Jamildo)


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960