Metrô de Teresina volta a funcionar após 3 dias parado para manutenção

quinta-feira, 28 de abril de 2011

A Companhia Metropolitana de Transportes Públicos (CMTP) informou que o funcionamento do Metrô de Teresina foi restabelecido às 6h desta quinta-feira (28). O sistema ficou paralisado desde que uma locomotiva com quatro vagões descarrilou sobre uma ponte no Bairro Ilhota, na zona Sul da Capital, na segunda-feira (25).
Cerca de 36 mil pessoas ficaram sem transporte nos três dias de interrupção. Não há sistema alternativo de transporte para os usuários. Esta foi a segunda vez que o Metrô enfrentou problemas semelhantes. O primeiro acidente ocorreu em 14 de abril, em um local próximo ao desta segunda-feira.
O transporte deveria ter voltado a funcionar nesta quarta-feira (27), mas a chuva que voltou a atingir a cidade interrompeu as atividades de manutenção da malha ferroviária, por motivos de segurança. A troca dos dormentes e a drenagem da água da chuva foram prejudicadas durante a operação, de acordo com a CMTP.
O Metrô do Piauí foi inaugurado em 1990, tem nove estações e 3,5 quilômetros de extensão, liga a região Sudeste ao Centro de Teresina. A passagem custa R$ 0,80.
Metrô voltou a funcionar nesta quinta-feira em Teresina (Foto: Divulgação/Irina Coelho/CMTP)
(Foto: Divulgação/Irina Coelho/CMTP)
O diretor administrativo da CMTP, Antônio Sobral, disse que foram realizados testes nas linhas. Ele afirmou que o problema ocorreu por conta das fortes chuvas que atingira a capital. Isso teria encharcado os dormentes de madeira sob os trilhos.
De acordo com Sobral, há um projeto de modernidade e duplicação da linha. "A proposta já está no Ministério das Cidades, onde teremos uma reunião em 20 de maio para debater a liberação do recurso R$ 130 milhões, vindos do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC). Esse investimento será liberado em 2012. Isso vai permitir, entre outra medidas, a troca de dormentes de madeira por dormentes de concreto", disse Sobral.
Metrô sai dos trilhos em ponte e passageiros são retirados em Teresina (Foto: Thiago Amaral/Piauiimages/Folhapress)


Fonte: G1

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960