Salvador: Motoristas de ônibus fazem curso de inglês

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Com a proximidade da Copa do Mundo de 2014 a expectativa toma conta de todos e em todos os setores. Nas áreas de serviço, a perspectiva de aprender um segundo idioma motiva os profissionais mais antenados.
Foi o que motivou 25 motoristas de transporte coletivo a participarem da Oficina de Inglês Técnico, oferecida pelo Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-Obra (Simm), vinculado à Secretaria do Trabalho, Assistência Social e Direitos do Cidadão (Setad). As aulas têm duração de 12 horas, ministradas durante quatro dias (19, 21, 26 e 28 de outubro), na sede do Simm, no Comércio.
“Essa é uma oportunidade importante, pois nos permite ampliar conhecimentos e assim abrir novos horizontes”, afirma Genésio Pereira, 49 anos, motorista há 26. Ele é um dos alunos da oficina, que objetiva ensinar noções práticas de inglês que possam ser utilizadas no dia-a-dia dos trabalhadores. “Rodando pela cidade sempre entram turistas no ônibus pedindo informações, agora vou poder ajudá-los”, ressalta.
A importância de aprender o idioma também é destacada por Heidson Conceição Mourão, de 30 anos, recém-contratado por uma empresa de ônibus. “Sempre quis aprender inglês, mas não tinha tempo nem recursos. Esta chance é imperdível, até porque em um mundo globalizado torna-se quase indispensável dominar mais essa ferramenta”, constata Mourão.
“Esta é a quarta turma de inglês que montamos com foco no turismo, um dos principais vetores econômicos de Salvador, visando preparar os trabalhadores, desde já, para a Copa de 2014.
Iniciamos com o treinamento para garçons, camareiras e recepcionistas e agora implantamos este projeto piloto para motoristas, com o intuito de contribuir para o aprimoramento profissional da categoria e a consequente melhoria na qualidade dos serviços prestados aos visitantes”, explica Hildenízia Chagas, gerente do Simm.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960