Curitiba: Nova ligação Norte-Oeste vai melhorar a vida de 200 mil pessoas

quarta-feira, 9 de junho de 2010


Curitiba está ganhando um novo eixo viário, que vai melhorar o acesso entre as regiões Norte e Oeste da cidade. A nova ligação viária será formada pela revitalização das avenidas Toaldo Túlio e Fredolin Wolf, com 12 mil metros de extensão, cruzando cinco bairros da cidade.

Estas obras vão beneficiar diretamente cerca de 200 mil pessoas que vivem nos bairros Órleans, São Braz, Santa Felicidade, Pilarzinho e São João, além de interligar os bairros São Lourenço e Cidade Industrial. Ao todo, serão investidos R$ 22,6 milhões.

"No eixo Norte-Oeste está a maior obra de pavimentação em andamento na cidade. Esta nova ligação trará mais agilidade ao transporte público, desafogará o trânsito e dará mais segurança aos pedestres, além da valorização dos bairros", diz o prefeito Luciano Ducci.

A nova ligação viária passará por importantes pontos turísticos de Curitiba, como o Bosque São Cristovão, parque Tanguá, parque Tingui, Pedreira Paulo Leminski, Ópera de Arame e parque São Lourenço, além do centro gastronômico do bairro de Santa Felicidade.

Outro benefício é que esta ligação vai melhorar indiretamente o fluxo de trânsito de outros cinco bairros: Campo Comprido, Mossunguê, Santo Inácio, Butiatuvinha e Taboão, em especial para deslocamentos aos pontos turísticos da região , que serão destaques na Copa do Mundo de 2014.

O novo Eixo Norte-Oeste vai mudar a paisagem dos cinco bairros por onde passará. As obras de revitalização prevêem pavimentação, drenagem, calçadas com novo paisagismo e arborização, ciclovia compartilhada e paraciclos, bancos para a criação de ambientes de convivência ao longo da avenida, reforço na iluminação viária e para pedestres e câmeras de segurança em toda a extensão da rua.

Estas reformas fazem parte do programa Nossa Vizinhança, que está criando uma identidade comum em cada regional da cidade, em vias que se destacam pela sua importância no sistema viário e na vida econômica e social da região. Todas as ruas do projeto Nossa Vizinhança vão ganhar uma identidade própria.

Fonte: URBS

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960