Motoristas de ônibus do DF acumulam R$ 29 milhões em multas

sexta-feira, 9 de abril de 2010


De acordo com o DFTRANS, de 2003 até hoje, as empresas de ônibus do Distrito Federal acumulam uma dívida de R$ 29 milhões em multas. Disso tudo, até hoje, foram pagos apenas R$ 3.780.
De 5.960 motoristas cadastrados no Detran/DF, 155 tem 20 ou mais pontos na carteira até dezembro de 2009. No ranking dos campeões em infrações, 24 motoristas têm 40 pontos ou mais. 18 deles estão em plena atividade. A estimativa do DFTRANS é de que essa lista seja bem maior. Isso porque, ainda não recebeu as informações sobre todos os motoristas.
O 1º lugar chegou a 195 pontos. Por sorte dos passageiros, ele está fora do sistema. O 2º e o 3º lugares também. O 4º é de um motorista de ônibus para fretamento: tem 95 pontos. Em 5º, um motorista da empresa Viplan, com 90. Em 7º, um motorista da Cootransp, com 72 pontos. Também aparecem na lista, motoristas das empresas Coopertran, Rápido Brasília, MCS de microônibus, São José e Viva Brasília.
“Um motorista desse que tenha 40 pontos, 50 pontos, provavelmente ele infringiu várias regras de trânsito e está sendo penalizado por conta disso e, mesmo assim, continua transportando passageiro. Ou seja, um motorista comum, veículo particular se for parado numa blitz do Detran ou da PM, se tiver com mais de 20 pontos, imediatamente ele tem a habilitação retida e pode ser suspenso o direito dele de dirigir”, disse Ricardo Leite de Assis, fiscal do DFTRANS.

As empresas Cootransp, Coopertran e MCS fazem parte da Associação das Cooperativas de Transporte do DF. A associação vai fazer um levantamento e tomar as medidas necessárias para corrigir o problema. As empresas Viplan, Rápido Brasília, São José e Viva Brasília disseram que quem fala sobre o assunto é o Sindicato das Empresas de Transporte do DF. Por telefone, a assessoria informou que o sindicato não vai se manifestar.

Fonte: G1

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960