Aumento na tarifa do transporte coletivo de Rio Verde deixou usuários indignados, que reclamam do valor e da má qualidade do serviço prestado.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

A gritaria foi geral. Pega de surpresa com o aumento no preço das passagens, que subiu de R$ 2 para R$ 2,20 e começou a vigorar nesta quarta-feira, a população criticou a autorização dada pelo governo municipal. Antes, o Ministério Público já havia proibido a empresa Viação Paraúna de efetuar esse aumento. Conforme o MP, a elevação deveria ser no máximo de oito centavos, e não os vinte que foram colocados. Sem sucesso na tentativa, a empresa recorreu a Superintendência Municipal de Trânsito, que autorizou a majoração para R$ 2,20. “É um absurdo permitir que a Paraúna suba o preço, pois além de circular com veículos caindo aos pedaços, ainda tem um tal de transbordo, que fica ao lado da rodoviária e que é só para atrapalhar a vida da gente”, desabafou a estudante Marcela de Oliveira.Outro a reclamar do aumento é o auxiliar administrativo Carlos Silveira. “È uma vergonha a prefeitura fazer isso com a gente. Primeiro tinha que obrigar a empresa a cumprir horário, pois só nós sabemos o sofrimento que é esperar horas para pegar o coletivo”.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960