Aracaju: Empresários do setor de transporte público se comprometem a renovar a frota

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009


Em reunião realizada nesta quarta-feira, empresários e representantes das oito empresas que fazem o sistema integrado de transporte público da capital e região metropolitana entregaram ao superintendente Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) da Prefeitura de Aracaju, Antônio Samarone, uma carta onde se comprometem a oferecer um serviço de qualidade à população. Entre as garantias formalizadas estão a oferta de ônibus novos, o cumprimento dos horários estabelecidos e o aprimoramento da tecnologia utilizada no sistema.
No documento, os empresários afirmam que diante da necessidade urgente da melhoria do transporte público visando compatibilizá-lo com o estágio da qualidade de vida de nossa capital, as empresas operadoras do Sistema de Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Aracaju vêm, publicamente, comprometer-se a colocar em operação 100 veículos novos até junho de 2009. Igualmente, comprometem-se a colocar em funcionamento o sistema de monitoramento via GPRS/GSM, visando acabar com os atrasos e as queimas de viagens, até o mês de abril de 2009.
Segundo o superintendente da SMTT, a renovação da frota vai garantir muito mais conforto e segurança aos passageiros, melhorando a vida dos usuários do transporte público. Os 100 novos ônibus entrarão em circulação ainda no primeiro semestre deste ano. O número é significativo e corresponde a cerca de um quinto de toda a frota atual, que é de 520 veículos. Na última renovação, em 2001, 67 novos ônibus passaram a integrar o sistema, avaliou.
O presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp), Adierson Monteiro, disse que o compromisso firmado atesta o interesse das empresas em contribuir para a melhoria de vida da população e se soma ao esforço da Prefeitura de Aracaju, gestora do sistema público de transporte. Os empresários vão investir cerca de R$ 25 milhões na compra de ônibus novos e mais R$ 5 milhões na aquisição do sistema de monitoramento via GPRS/GSM, revelou.
O sistema GPRS/GSM é uma moderna ferramenta tecnológica capaz de garantir o monitoramento da frota em tempo real. Com esse recurso, será possível conferir o horário de chegada e saída dos ônibus, o cumprimento dos roteiros e das linhas pré-estabelecidas. Assim será possível fazer as correções a ajustes necessários para oferecer um serviço de qualidade aos usuários do transporte coletivo.
Reajuste da tarifa
De acordo com Antônio Samarone, o compromisso firmado em nada influenciará os estudos em andamento sobre o reajuste da tarifa. Os empresários querem um aumento de 20% no valor da passagem, mas o percentual será definido pela Prefeitura de Aracaju, após minuciosa análise de uma série de documentos apresentados pela categoria para justificar o novo preço defendido. O índice de reajuste será definido com base no real aumento dos custos.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960