Com 21 estações, VLT vai ligar Salvador e Região Metropolitana

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Chefe da Casa Civil do governo Rui Costa (PT), Bruno Dauster falou sobre o projeto do VLT de Salvador e da Região Metropolitana em entrevista à Rádio Metrópole nesta quinta-feira (26). De acordo com Dauster, o governo já tem a verba assegurada para a intervenção do VLT, que terá 21 estações. Na última quarta-feira (25), o governo anunciou que, até agora, a empresa Indico PLC, sediada em Peterborough, na Inglaterra, foi a  primeira a apresentar proposta para financiar o projeto.

 “Através do Governo do estado da Bahia, temos mais de R$ 1 bilhão de um fundo inglês e o vencedor da licitação poderá optar por esse financiamento e qualquer outro. É o dinheiro necessário para fazer o primeiro trecho. O custo real seria em torno de 6%, é um modelo novo, nunca foi feita uma PPP [Parceria Público Pivada] com recursos privados sem recursos do governo federal, que deu a desculpa que não tinha dinheiro”, disse. 

O secretário explicou como será o trajeto do VLT em Salvador. “Do Comércio sai próximo ao Mercado Modelo, em frente ao terminal marítimo. Mais tarde, pretende-se fazer um prolongamento, passando pela Barroquinha e chegando a Lapa, fazendo a integração física com o metrô. Vai ter paradas na Av. da França, vai passar na Feira de São Joaquim, Calçada. Vai substituir o equipamento antigo do meado do século passado. Vão ser implantadas novas paradas, como na Baixa do Fiscal, do Lobato, ao longo de todo trecho e em Paripe, teremos substituídos todos os pisos de embarque”, explicou Dauster. 

De acordo com o chefe da Casa Civil, o equipamento vai assegurar todo o conforto e segurança ao passageiro. “Vai ser rápido, com horário marcado e com ar condicionado. Estamos levando para o Subúrbio o conforto e o respeito que o Subúrbio merece. Faremos uma segunda reunião, vieram muitas empresas interessadas na audiência pública que fizemos em Paripe. Vamos fazer em São Paulo na Bovespa uma reunião pública. Havia uma demanda de empresas, por isso marcamos a reunião para detalhar e possíveis interessados em ser concessionários mostrarem seu interesse”, completou.

Informações: Metro1

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960