Prefeitura de Fortaleza apresenta modelo do Sistema de Bicicleta Integrada

quarta-feira, 30 de março de 2016

A prefeitura de Fortaleza irar implantar o modelo pioneiro no País de funcionamento do Sistema de Bicicleta Integrada, integrando o modal ao transporte público. A ação terá início em maio, no Terminal da Parangaba, que contará com uma estação de 50 bicicletas que podem ser alugadas gratuitamente por usuários do Bilhete Único durante até 14 horas, possibilitando a pernoite com o equipamento. O projeto de bicicletas públicas compartilhadas é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (Paitt). Em caráter experimental, o novo sistema vai ofertar uma nova alternativa de transporte à população.

O Prefeito reforçou que este é um Sistema distinto do Bicicletar, que completará 80 estações em abril, pois tem um caráter inovador, fortalece a intermodalidade com os ônibus e prioriza o uso laboral. “Esse é um novo sistema de bicicletas compartilhadas, e a ideia é integrar o ônibus, a van e a bicicleta. Hoje, isso já é feito pelo Bilhete Único, mas esse sistema tem uma lógica diferente. Quem for usuário de ônibus, chegando à noite, por exemplo, pode sacar uma dessas bicicletas, ir para casa de bicicleta, fazer a pernoite em casa e, no outro dia pela manhã, voltar de casa para o Terminal de bicicleta e seguir de ônibus para seu destino. Isso permite uma integração eficiente, inteligente, para o trabalhador e para o estudante. A nossa ideia é estimular que as pessoas usem cada vez menos o transporte automotivo, que tenham uma alternativa real, saudável, confortável e segura de uso do transporte”, declarou.

Após receber propostas e realizar seleção pública, a Prefeitura de Fortaleza anunciou que a empresa Serttel venceu a chamada pública para implantar, operar e dar manutenção da primeira etapa do novo Sistema. O patrocinador da primeira estação de bicicletas integradas, no Terminal da Parangaba, será a Marquise. Assim como acontece com o sistema Bicicletar, a gestão pública municipal também não terá nenhum ônus financeiro com este projeto, que busca integrar ainda mais a bicicleta ao transporte público.

“Esse sistema será o responsável pela manutenção das bicicletas. A gente tem pouquíssimos problemas de avaria, de vandalismo no Bicicletar, a cidade adotou essa ideia e, hoje, a cobrança é pela expansão do sistema. Nós temos a crença que acontecerá a mesma coisa com a Bicicleta Integrada, a população irá adotar e cuidar”, afirmou o Prefeito.

Além disso, o Terminal receberá também 15 paraciclos, que correspondem a 30 vagas para bicicletas, atendendo as demandas da população em geral. O Terminal da Parangaba é um dos sete terminais da cidade com maior fluxo de passageiros. Por dia, passam por lá mais de 188 mil pessoas, em cerca de 369 ônibus distribuídos em 57 linhas. Os demais terminais serão contemplados posteriormente.

A utilização das bicicletas compartilhadas será gratuita, bastando que o usuário realize cadastro para adesão do Bilhete Único Fortaleza, de forma que também não haverá taxa de adesão para o uso do sistema. A pessoa poderá valer-se desse benefício de forma ilimitada, desde que respeitado um intervalo mínimo, a ser determinado, entre cada uso.

O novo sistema funcionará todos os dias da semana, sempre das 5h à 00h para retirada das bicicletas, e 24 horas (tempo integral) para devolução das bicicletas. As bicicletas retiradas a partir das 17h das sextas-feiras poderão ser devolvidas até as 9h da segunda-feira subsequente, sem que haja penalidade para o usuário, sendo a mesma regra aplicada aos feriados.

De acordo com o secretário-executivo de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia, que também é coordenador do Paitt, a intermodalidade é fator essencial para a sustentabilidade nos transportes em uma cidade, possibilitando um equilíbrio de usos entre os mais diversos meios de transportes. “O número de horas é bem maior que o do Bicicletar, e é importante frisar que é serviço gratuito para usuários do Bilhete Único. Será feito um processo de cadastro nos Terminais, e qualquer cidadão pode se cadastrar no Sistema, bastando apresentar o Bilhete Único e o comprovante de endereço. A partir daí, será feito o controle do uso. Se ele não devolver a bicicleta, haverá regras de penalização, o usuário perde o direito de usar o equipamento por um certo período”, afirma o secretário.

O novo sistema Bicicleta Integrada atende às condições, especificações e normas exigidas pelas Leis Federais nº 9.503/1997 e nº 12.587/2012, respectivamente do Código de Trânsito Brasileiro e da Política Nacional de Mobilidade Urbana, além da Lei Municipal nº 9.701/2010, que dispõe sobre a criação do Sistema Cicloviário em Fortaleza.

Expansão
Após esta fase inicial, a expansão do novo sistema deverá considerar áreas que potencializem a integração com o sistema de transporte público, tendo como foco principal os pontos de paradas de ônibus com maiores demandas e por onde passa um grande fluxo de pessoas, como praças, universidades, orla marítima, centros comerciais e vias movimentadas. Com a expansão do sistema, as próximas estações também ficarão localizadas ao longo de infraestruturas cicloviárias, como ciclovias, ciclofaixas ou ciclorrotas.

A localização das estações será orientada pelo estudo de planejamento realizado pela SCSP, que, dimensionou mais oito alternativas de pontos a receberem as próximas estações: os terminais do Papicu, Antônio Bezerra, Siqueira, Messejana, Conjunto Ceará e Lagoa, além dos terminais abertos da Praça Coração de Jesus e da Praça da Estação, ambos localizados no Centro. Até agosto, serão instaladas mais três estações e, até o fim do ano, serão garantidas mais cinco.

Com essa integração, ampliam-se as possibilidades para o usuário e incentiva-se o uso da bicicleta, além de dar mais vida e sensação de segurança à cidade, uma vez que se abre possibilidade para mais bicicletas e pessoas nas ruas.

Informações: Prefeitura de Fortaleza
READ MORE - Prefeitura de Fortaleza apresenta modelo do Sistema de Bicicleta Integrada

Em SP, Projeto Livro na Faixa é ampliado para mais oito terminais

Novas estantes serão instaladas e São Paulo passará a contar com livros gratuitos em 20 terminais de ônibus distribuídos por todas as regiões da cidade. Evento de lançamento será no Terminal Vila Nova Cachoeirinha, às 11h desta quinta-feira

A partir de quinta-feira, 31 de março, quem passar por mais oito terminais de ônibus municipais poderá trocar livros gratuitamente, por meio da instalação de novas estantes do projeto Livro na Faixa. Com a ampliação, o programa de incentivo à leitura, criado no final de 2014, passa a estar em 20 terminais de ônibus distribuídos por toda a cidade. O projeto é fruto de uma parceria entre as secretarias municipais de Transportes e de Cultura, respectivamente por meio da SPTrans e da Coordenadoria Municipal de Bibliotecas. 

Receberão as prateleiras do Livro na Faixa os seguintes terminais: Amaral Gurgel, Cidade Tiradentes, Parelheiros, Penha, Pinheiros, Princesa Isabel, Sapopemba/Teotônio Vilela e Vila Nova Cachoeirinha.

Atualmente, o incentivo à leitura se dá pela troca de livros de literatura nacional ou estrangeira que estão disponíveis em estantes já instaladas em doze terminais de ônibus: A.E. Carvalho, Carrão, Pq. D. Pedro II, Pirituba, Bandeira, Jardim Ângela, Grajaú, Santo Amaro, Capelinha, Guarapiranga, Campo Limpo e Lapa.

O lançamento das novas estantes será em evento a ser realizado na quinta-feira, 31, às 11h, no Terminal Vila Nova Cachoeirinha.

O Projeto

A ideia do Livro na Faixa é que as obras tenham rotatividade criando um grande círculo de leitura. Os leitores podem retirar os livros, sem a obrigação de devolver, mas são incentivados a repassá-los depois de ler e, também, doar novos títulos. Todas as pessoas poderão levar para casa a obra que mais gostarem, sem precisar de qualquer cadastro ou carteirinha. 

Quem quiser devolver um livro pode fazê-lo em qualquer dos terminais que integram o projeto. Para doar é muito fácil: basta levar o livro (literatura nacional ou estrangeira) até uma das estantes ou entrar em contato com o departamento responsável pelo projeto marketing@sptrans.com.br. Não é necessário que o título seja novo, basta estar em boa condição de leitura.

O Livro na Faixa conta com a participação de vários parceiros como o SPUrbanuss, a Socicam, a livraria Rede Leitura e as empresas operadoras do sistema de transporte coletivo. 

Os outros 12 terminais que já dispõem de estantes do projeto são: A.E. Carvalho, Carrão, Pq. D. Pedro, Pirituba, Bandeira, Jardim Ângela, Grajaú, Santo Amaro, Capelinha, Guarapiranga, Campo Limpo e Lapa. Mais informações sobre a proposta estão no site http://www.sptrans.com.br/livro. 

Assessoria de Imprensa SPTrans
READ MORE - Em SP, Projeto Livro na Faixa é ampliado para mais oito terminais

Estação da Lapa, em Salvador, é entregue após obras de revitalização

As obras de revitalização da Estação da Lapa, em Salvador, foram entregues na manhã desta terça-feira (29) após 14 meses de obras e de mais de R$ 20 milhões de investimentos. O maior terminal de ônibus da cidade, inaugurado pela primeira vez em 1982, passou por intervenções de acessibilidade e conforto para os usuários.

Pelo terminal, transitam 509 ônibus que pertencem a 107 linhas do transporte público da cidade. As obras foram executadas pelo consórcio Nova Lapa, que venceu o processo de licitação para administrar o terminal durante 35 anos.

"A estação estava abandonada, destruída, não funcionava. O subsolo era uma fedentina. A estação não oferecia conforto para ninguém", disse o prefeito ACM Neto, durante cerimônia de reinauguração. "Hoje Salvador completa 467 anos. Hoje é o dia em que Salvador recebeu de presente a Estação da Lapa completamente reconstruída", afirmou o prefeito.

A estação conta agora com banheiros climatizados, onze escadas rolantes, dois elevadores, 64 lojas e rede de combate a incêndio.

Segundo o secretário de Mobilidade, Fábio Mota, painéis eletrônicos instalados na estação irão mostrar o tempo de previsão para a chegada dos ônibus e a indicação da plataforma em que passam cada uma das linhas a partir de quarta-feira (30).

Inicialmente, a obra estava orçada em R$ 13 milhões, mas foi preciso fazer mais investimentos, que alcançaram mais de R$ 20 milhões até a entrega final. “As escadas rolantes não davam para ser consertadas. Todas tiveram que ser trocadas. A infraestrutura estava toda comprometida", explicou o secretário.

Fábio Mota diz que o principal diferencial da estação é a estrutura de acessibilidade para os usuários. "Nós temos mais de 2 km de piso tátil, corrimão infatil e para adultos. Nenhuma estação do país tem os equipamentos de acessibilidade que temos hoje”, afirmou.
O terminal também recebeu esquema de segurança, com atuação de 74 funcionários  e cerca de 100 câmeras de monitoramento, além de iluminação com 450 lâmpadas.

Está prevista ainda a construção de um shopping center na estação, com início das obras previstas no prazo de seis meses. "A única parte que não passou por reforma foi as plataforma dos ônibus. No lugar das plataformas, terá uma grande laje com o shopping em cima", explicou.

Informações: G1 BA
READ MORE - Estação da Lapa, em Salvador, é entregue após obras de revitalização

Grande Recife: Prazo para tirar Carteira de Estudante 2016 termina amanhã

Os estudantes que ainda não solicitaram a Carteira de Estudante 2016 do Grande Recife devem se apressar. É que a validade da Carteira versão 2015, se encerra nesta quinta-feira (31). E para não perder os benefícios que o documento oferta, os alunos do ensino Infantil, Fundamental, Médio, Técnico e de cursinhos pré-vestibulares da Região Metropolitana devem entrar no site do Consórcio (www.granderecife.pe.gov.br) e solicitar o documento.

Este ano, cerca de 459 mil estudantes estão aptos a retirarem o documento que garante o direito da meia passagem, através da aquisição de créditos para o Vale Eletrônico Metropolitano Estudantil (Vem Estudante) e o pagamento de meia entrada em eventos culturais e esportivos. Desse número, apenas 83 mil emitiram o boleto. E destes, 54 mil realizaram o pagamento, ato que confirma a emissão da Carteira 2016.

Para solicitar a carteira basta que a instituição de ensino preencha corretamente os dados dos alunos no sistema com informações sem abreviações e de acordo com a certidão de nascimento ou carteira de identidade. Também deve ser anexada uma foto 3x4, igual à utilizada para emissão de RG, Carteira de Trabalho ou Passaporte.

Após esse preenchimento, os estudantes devem acessar o link da Carteira de Estudante no site do Grande Recife (www.granderecife.pe.gov.br) para gerar o boleto de pagamento. O documento poderá ser pago nos bancos do Brasil (nas seguintes redes de atendimento: agências bancárias, Internet, Autoatendimento, Correspondente MaisBB, Banco Postal nas agências dos Correios) e Caixa Econômica Federal (nas redes de atendimento: Agências lotéricas, Internet, Autoatendimento, Correspondente Caixa Aqui). A carteira é confeccionada em até 30 dias corridos, após o pagamento. A taxa para aquisição da carteira é de R$ 11,30.

É importante lembrar que os alunos devem estar matriculados em instituições de ensino localizadas na Região Metropolitana do Recife e em curso regular com duração mínima de um ano, além de frequentar a escola regularmente.

Outro dado importante é que as solicitações poderão ser efetuadas até o dia 31 de dezembro desse ano, portanto todos os boletos deverão ser pagos, impreterivelmente, até esta data. É importante lembrar, que a carteira versão 2015 vale até o dia 31 de março deste ano. Para mais informações, os usuários devem entrar em contato com o Grande Recife no 3182-5800 ou com a Central de Atendimento ao Cliente, no 0800 081 0158.

Informações: GRCT
READ MORE - Grande Recife: Prazo para tirar Carteira de Estudante 2016 termina amanhã

Maceió deve incorporar 150 ônibus novos até agosto

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira, deu início, efetivamente, à renovação da frota do transporte coletivo urbano da capital com a entrega de 50 novos coletivos que integrarão o sistema. Os novos veículos, 0km, atendem a exigência imposta pela licitação realizada pelo município e devem se somar a outros 100 que deverão ser integrados até o mês de agosto.

Segundo a Prefeitura de Maceió, a licitação exige a renovação de pelo menos 20% da atual frota em circulação. No próximo sábado, os novos ônibus já começam a circular com as cores que indicam a nova padronização visual do transporte coletivo na capital.

Segundo Palmeira, a licitação criou um instrumento para cobrar melhorias das empresas que venceram os quatro lotes de exploração e que o município, apesar da dificuldade financeira, vem fazendo investimentos como reformas de cerca de 30 terminais de ônibus, implantação da faixa azul, entre outros.

Os coletivos começarão a circular em Maceió a partir de sábado (02), quando haverá a transição da linha 607 (Eustáquio Gomes/Iguatemi) para o lote 400, assim como a nova operação do terminal do Mocambo que será reinaugurado após reforma nesta quarta-feira (30).

Transição de linhas
No último domingo (27), a transição entre lotes também ocorreu nas linhas 049 (Eustáquio Gomes/Centro) e 052 (Forene/Centro via Cambuci) que passaram a ser operadas por outra empresa de ônibus.

As transições têm sido realizadas em várias etapas e têm a finalidade de organizar as linhas de ônibus entre os lotes pelas empresas vencedoras do processo licitatório, além de assegurar a manutenção dos rodoviários com a mudança das empresas.

Informações: Alagoas 24 Horas
READ MORE - Maceió deve incorporar 150 ônibus novos até agosto

Obras do metrô de Salvador alteram linhas de ônibus a partir de sábado

As linhas de ônibus urbanos e metropolitanos que passam entre a Rodoviária e Pernambués serão remanejadas, a partir de sábado (2), por conta de obras da Linha 2 do metrô, segundo informações da CCR, empresa responsável pelo metrô da capital baiana. Haverá ainda mudança dos pontos de parada de ônibus.
Foto: Portal Aratu Online

Para orientar os passageiros, a concessionária contará com uma equipe de agentes de atendimento, fará a distribuição de panfletos informativos a partir de terça-feira (29). Todos os pontos de ônibus que fazem parte do remanejamento de linhas estão identificados com placas e mapa de localização.

Com a alteração, as 25 linhas que passam pela Avenida Tancredo Neves, no sentido Paralela-Rótula do Abacaxi e que param nos pontos I2 e B3, localizados na via exclusiva de ônibus do antigo Terminal de transbordo Iguatemi, sentido Rótula do Abacaxi, serão remanejadas para o Terminal Rodoviária (TR). O usuário continuará com a opção de parar no ponto em frente ao Detran (DT).

Já outras cinco linhas urbanas serão remanejadas para um novo ponto de ônibus, localizado em frente à antiga concessionária Americar. As mesmas continuarão com paradas no Terminal Rodoviário e no ponto em frente ao Detran.

O objetivo da redistribuição de linhas em novos pontos é liberar a última parte da via exclusiva de ônibus do antigo Terminal de transbordo Iguatemi, no sentido Rótula do Abacaxi, permitindo a implantação da via do metrô no trecho entre as estações Detran e Rodoviária.

As 37 linhas metropolitanas que param no Terminal Rodoviária e no ponto da Grande Bahia (GB2) terão novo ponto de ônibus na Avenida Tancredo Neves, em frente à antiga revendedora de automóveis Americar. O usuário também terá como opção o ponto de ônibus em frente ao Detran.

Confira abaixo as alterações:




Informações: G1 BA
READ MORE - Obras do metrô de Salvador alteram linhas de ônibus a partir de sábado

Tarifa de ônibus volta a custar R$ 3,75 em Porto Alegre

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) acolheu nesta segunda-feira (28) o recurso da Procuradoria-Geral do Município (PGM) de Porto Alegre, determinando que a passagem de ônibus volte a custar R$ 3,75 na capital gaúcha. O pedido foi feito à corte nacional após ter sido rejeitado pelo Tribunal de Justiça.

De acordo com a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), a decisão ainda não valerá nesta terça (29), dia em que será divulgada a data em que o reajuste passa a vigorar.

O preço da passagem de ônibus na capital gaúcha subiu de R$ 3,25 para R$ 3,75 em 22 de fevereiro. No entanto, dois dias depois, uma liminar da Justiça revogou o aumento, após uma ação movimentada pelo PSOL. O partido justificou que o Conselho Municipal de Transportes Urbanos (Comtu) não foi consultado para a elevação do valor.

O município e a EPTC entraram com recurso logo após a liminar que revogou o aumento, e não foram atendidos. Resolveram entrar mais uma vez na Justiça, e novamente não obtiveram sucesso. O mérito do recurso contra a decisão liminar ainda deverá ser julgado pelos desembargadores integrantes da 22ª Câmara Cível.

A desembargadora Marilene Bonzanini explicou que eventuais fatos novos que possam, porventura, determinar a revogação da liminar, devem ser submetidos ao juízo de origem, ou seja, o 1º grau.

O aumento da passagem proposto pela EPTC também atinge lotações, que passariam a ter tarifa de R$ 5,60, sendo que o atual é de R$ 4,85.

Ressarcimento a empresas
Após a suspensão do reajuste, as empresas de ônibus ingressaram na Justiça pedindo um subsídio da prefeitura de R$ 0,50 por cada passagem paga, como ressarcimento pelas perdas decorrentes da liminar. Três ações foram deferidas, da empresa Via Leste, no último dia 11, e dos consórcios Mais, no dia 16, e Sul, no dia 17.

O Consórcio MOB também ingressou com um pedido semelhante. No entanto, a juíza Cristina Luisa Marquesan da Silva adiou a apreciação da ação e marcou para o próximo dia 31 uma audiência entre representantes do município e das empresas responsáveis pelo transporte público, com objetivo de tratar do impasse.

"Em razão da urgência e do relevante interesse público no deslinde dos feitos e, ainda, sopesando as normativas do Novo Código do Processo Civil que incentivam a conciliação, entendo prudente a realização da solenidade aprazada", destacou Cristina.

Informações: G1 RS
READ MORE - Tarifa de ônibus volta a custar R$ 3,75 em Porto Alegre

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960