Recarga de bilhete único da SPTrans pode ser feita em aplicativo do BB

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

A partir desta semana, os usuários de transporte coletivo de São Paulo já podem carregar seus bilhetes únicos de metrô, ônibus e trem através do aplicativo mobile do Banco do Brasil. A iniciativa é inédita e o BB passa a ser a única instituição financeira a oferecer essa funcionalidade a seus clientes. Além do app, a rede de terminais de autoatendimento (TAA), em todo o País, que soma mais de 42 mil pontos, já está habilitada para o serviço.

"O Banco do Brasil segue determinado a desenvolver soluções que auxiliem na busca da maior eficiência para o setor público", destaca o vice-presidente de Governo do BB, Júlio Cezar Alves de Oliveira, em nota.

O Bilhete Único, em São Paulo, é um cartão para a compra de crédito Comum, Estudante e Vale-Transporte, para utilização em ônibus, micro-ônibus e trens do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

O BB calcula um público potencial de 2,5 milhões de usuários. Os créditos adquiridos através de TAA ou do Aplicativo BB deverão ser ativados em um carregador e, após esse procedimento, estarão prontos para uso.

Segundo dados do BB, atualmente, 94% dos embarques realizados nos ônibus na cidade de São Paulo são pagos com Bilhete Único. Conforme o banco, o sistema municipal de transportes na cidade tem uma frota de 14.736 ônibus que operam em 1.390 linhas, incluindo 151 do serviço noturno. Cerca de 10 milhões de embarques são realizados diariamente nos ônibus municipais.

Informações: Notícias ao Minuto

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960