Zona Norte do Rio ganha novo corredor de BRS

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Começou a valer o novo corredor BRS, que já estava funcionando em ‘teste’ na Rua Teodoro da Silva, em Vila Isabel. Trata-se da implantação da 12ª faixa exclusiva para ônibus e táxis com passageiros. O trecho fica entre as ruas Barão do Bom Retiro e Pereira Nunes.

A mudança nos locais de pontos de ônibus já deram polêmica na fase experimental. Um deles, em frente à agência de Correios, por exemplo, causa problemas aos pedestres. É que os carros dos Correios, que têm direito de estacionar em qualquer lugar, param na calçada, atrapalhando a visibilidade dos pedestres que aguardam os ônibus no novo ponto. O pedestre tem que ficar no asfalto para enxergar se o seu ônibus está chegando, fazer sinal e correr para não ser atropelado.

A Secretaria Municipal de Transportes informou que a operação ainda será educativa, ou seja, veículos particulares que entrarem no corredor não serão multados. Há novidade no sistema de sinalização do trecho. Além da tinta azul usada para demarcar a faixa, segmentos em alto-relevo farão os volantes trepidarem quando os carros ultrapassarem o limite.

As faixas tem 2,1 quilômetros de extensão com 11 pontos de ônibus divididos em dois grupos. O primeiro vai reunir as linhas dos BRS 2, 6 e 7; enquanto o segundo terá os coletivos dos BRS 4, 5 e intermunicipais. Ao todo, 37 linhas vão trafegar pelo corredor. Duas linhas municipais tem alteração de itinerário: as linhas 627 e 630 deixam de circular pela pista da esquerda do Boulevard 28 de Setembro e passam a trafegar pela direita, passando pela Praça Barão de Drumond e pelas ruas Barão de São Francisco, Teodoro da Silva e Pereira Nunes.

Radares para fiscalização e totens informativos serão colocados nos novos pontos. Motoristas serão orientados. Nos dias úteis, das 6h às 21h, e, aos sábados, das 6h às 14h, apenas ônibus ou micro-ônibus regulamentados poderão circular na faixa à direita. Veículos identificados para transporte escolar e de portador de necessidades especiais podem trafegar com autorização.

READ MORE - Zona Norte do Rio ganha novo corredor de BRS

Em Fortaleza, Ar-condicionado em ônibus pode causar diferença de temperatura de 9°C

Em uma cidade que se derrete ao sol, a chance de um vento fresco sempre servirá de alento. Tem sido assim para quem circula por Fortaleza em ônibus com um aparelho nada raro nos carros particulares: o ar-condicionado. Mas será que ele faz diferença na rotina dos usuários de transporte público? Com essa pergunta e um termômetro a postos, O POVO pegou o Bilhete Único e fez viagens em coletivos com e sem refrigeração. Encontramos uma diferença de 9°C entre eles. Para os usuários, o conforto é a principal vantagem dos ônibus climatizados.

A medição ocorreu na tarde calorenta do último dia 11 - uma segunda-feira de suor e abanos. Saímos do BRT da avenida Bezerra de Menezes e fomos até o Terminal do Papicu em um ônibus com ar-condicionado. Durante o trajeto, o termômetro marcou 24,6°C. Na volta, dentro de um coletivo não-refrigerado, a situação mudou. Ficamos submetidos a uma temperatura de 33,6°C. Quando o veículo esteve lotado, a temperatura se elevou ainda mais: 34°C.

“O calor perturba o juízo de qualquer um”, aperreia-se Ana Carla Lima, 42 anos. A operadora de caixa nunca teve a oportunidade de entrar em um ônibus climatizado. “A quentura é tão grande que dá vontade de descer e ir andando”, radicaliza. Mariana Costa, 20, tem mais sorte. Vai para faculdade todos dias em coletivo refrigerado. Se não fosse assim, seria um sufoco, ela diz. “Numa hora dessas (13 horas), eu já estaria passando mal. Não fico bem de jeito nenhum com calor”.

Na opinião de Jan Diego, 25, oferecer ônibus com ar-condicionado não é favor. Para ele, a mudança deve fazer parte da priorização do transporte público. “Todo carro hoje tem refrigeração, é mais confortável. Um ônibus como esse (climatizado) é tão confortável quanto”, compara.

Pesquisa realizada pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) em dezembro de 2013 já apontava para a boa aceitação do equipamento. Dos 400 usuários ouvidos pelo órgão, 44% defenderam o ar-condicionado como atributo de conforto importante nas viagens. A opinião ensejou mudanças.

No ano seguinte, a Prefeitura assumiu o compromisso de que cada novo veículo que entrasse na rede de transporte urbano teria o equipamento. A expectativa é de que, no prazo mínimo de seis anos, todos os ônibus estejam refrigerados, indica Antônio Ferreira, presidente da Etufor. Segundo a Etufor, a Capital tem 55 ônibus climatizados. Em relação ao total de coletivos (1.981), conclui-se que 97,2% deles ainda não oferecem ar-condicionado durante as viagens. Nesse caso, o jeito é se abanar.

Saiba mais

Linhas que têm pelo menos um ônibus refrigerado

030 - Siqueira/Papicu/13 de maio
077 - Parangaba/Mucuripe
200 - Av. Bezerra de Menezes
222 - Antônio Bezerra/ Papicu/Antônio Sales
360 - Siqueira/João Pessoa
371 - Parangaba/José Bastos
390 - Parangaba/João Pessoa
401 - Montese/Parangaba
404 - Aeroporto/ Benfica/Rodoviária
411 - Montese/Lagoa
600 - Messejana/ Frei Cirilo/Expresso
909 - Praia do Futuro/ Caça e Pesca/Beira-Mar
071 - Intershoppings

Por Camila de Almeida
READ MORE - Em Fortaleza, Ar-condicionado em ônibus pode causar diferença de temperatura de 9°C

Terminais de ônibus de SP serão cedidos à iniciativa privada

O prefeito Fernando Haddad sancionou quinta-feira (28) a Lei 16.211, que permite a concessão de terminais de ônibus da capital a empresas privadas. O objetivo é ampliar a qualidade dos serviços prestados e reduzir o custo de administração.

Os parceiros privados serão escolhidos por licitação e ficarão responsáveis pela administração e manutenção dos equipamentos. A Secretaria Municipal de Transportes é quem vai licitar e fiscalizar as concessões, que terão no máximo 30 anos de duração. No sistema paulistano existem hoje 29 terminais de ônibus.

De acordo com o prefeito, já há interesse nos mais centrais, que atraem mais público, incluindo Parque D. Pedro, Bandeira e Princesa Isabel. A remuneração será garantida pela exploração de estabelecimentos comerciais e de publicidade.

READ MORE - Terminais de ônibus de SP serão cedidos à iniciativa privada

Em Maceió, Faixa azul começa nesta 2ª feira na Comendador Leão e Dona Constança

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió  dá início na segunda-feira, dia 1º de junho, ao funcionamento da nova faixa exclusiva para ônibus coletivos na Avenida Comendador Leão e na Avenida Dona Constança, no bairro do Poço e de Mangabeiras, respectivamente.

Durante todo o mês de junho, a faixa funcionará em sistema de adaptação e campanhas educativas ajudarão os condutores que circulam na região a entender melhor o que pode e o que não pode fazer no trânsito das vias. A fiscalização, com aplicação de autuações por infração começa a ser aplicada no dia 1º de julho.

De acordo com a diretora de Educação de Trânsito da SMTT, Juliana Normande, no decorrer da primeira semana de junho, também serão distribuídos panfletos explicativos em lojas e residências próximas à nova faixa. Atividades serão realizadas nos semáforos de cada avenida, das 9h30 às 11h30.  “A partir de segunda-feira (1º), faremos a entrega do material explicativo e chamaremos a atenção dos condutores com bonecos gigantes e faixas educativas”, destaca Normande.

A faixa exclusiva, também conhecida como faixa azul, por causa da cor da tinta usada para separá-la das demais vias, funcionará da mesma forma que nas avenidas Tomás Espíndola, Fernandes Lima e Durval de Goés Monteiro: de segunda à sexta-feira, das 6h às 20h, somente transitar por no máximo duas quadras para acesso às demais vias, lojas comerciais e residências. Nos finais de semana e feriados, a faixa é livre para a circulação dos demais veículos. A faixa exclusiva também poderá ser utilizada por táxis com passageiros.

“Toda a parte de pintura da faixa exclusiva foi finalizada no início de maio, com a pintura da linha azul. Na última semana, foi finalizada a pintura de faixas de pedestres, colocação de tachões e de prismas de concreto para ordenar a entrada e saída de veículos das ruas transversais”, explica o superintendente da SMTT, Tácio Melo.

Mudanças de itinerário
A nova faixa exclusiva deverá beneficiar os mais de 8 mil passageiros das linhas que circulam pelas avenidas Comendador Leão e Dona Constança. E para melhor atender os usuários, 33 linhas terão o itinerário modificado.

A linha 602 (Salvador Lyra/Iguatemi) sofrerá uma mudança de itinerário diferente das demais. “Essa linha não entra mais na Rua Industrial Moacir Duarte, ou seja, não sai da faixa azul. O passageiro fará o embarque e desembarque no ponto da direita, perto da Igreja São Lucas, ou na Avenida Gustavo Paiva, perto do posto de combustíveis”, orienta a assessora de Transportes Urbanos, Fernanda Cortez.

Veja as linhas de ônibus com mudanças de itinerário:
Vindo da Rua Salvador Calmon, seguem à Rua Jaime de Amorim, Avenida Comendador Leão (faixa da esquerda), Vila dos Bancários e seguirão pelo itinerário normal:
022 São Jorge/Centro (via Jacintinho);
032 Novo Mundo/Centro (via Jacintinho);
104 Benedito Bentes/Trapiche (via Jacintinho/Rodoviária);
110 Graciliano Ramos/Trapiche (via Jacintinho/Rodoviária);
110 Village II/Trapiche (via Jacintinho);
407 Trapiche/Hospital dos Usineiros (via Jacintinho/Gruta);
503 Joaquim Leão/Feitosa (via Jacintinho/Rodoviária).

Vindo da Rua Salvador Calmon, seguirão para Avenida Comendador Leão e Avenida e continuarão o seu itinerário normal:
024 Sanatório/Centro (via Rotary/Poço/Shopping Maceió);
072 Gama Lins/Ponta Verde (via Poço/Shopping Maceió);
208 Vergel/Jacarecica (via Poço/Shopping Maceió);
210 Vergel/Ponta Verde (via Poço/Stº Eduardo);
221 Saúde/Mercado (via Poço/Shopping Maceió);
223 Ipioca/Mercado (via Poço/Shopping Maceió);
224 Pescaria/Mercado (via Poço/Shopping Maceió);
500 Pontal/Rodoviária (via Poço/Shopping Maceió);
608 Gruta/Iguatemi;
611 Vergel/Jatiúca (via Poço/Amélia Rosa/Av. Jatiúca);
704 Benedito Bentes/Ponta Verde (via Poço/Santo Eduardo/Shopping Maceió);
716 Clima Bom/Ponta Verde (via Poço/Shopping Maceió);
797 Joaquim Leão/Ponta Verde (Corujão).

Vindo da Rua do Uruguai, passarão à Avenida Juca Nunes, Travessa Cristóvão Colombo e Avenida Comendador Leão, seguindo então o seu itinerário normal:
103 Mirante/Trapiche;
197 Ipioca/Trapiche (Corujão);
204 José da Silva Peixoto/Joaquim Leão (via Shopping Maceió);
603 Vergel/Mirante;
606 José Tenório/Iguatemi (via Santo Eduardo);
607 Eustáquio Gomes/Iguatemi;
709 Chã da Jaqueira/Ponta Verde (via Mutirão);
709 Chã Nova/Ponta Verde (via João Sampaio);
710 Chã da Jaqueira/Ponta Verde (via Boa Vista).

Vindo da Rua do Uruguai, seguirão para a Avenida Juca Nunes, Travessa Cristóvão Colombo, Avenida Comendador Leão (antes do Moinho Motrisa), Vila dos Bancários e continuarão o seu itinerário normal:
048 Benedito Bentes/Centro (via Jacintinho);
204 José da Silva Peixoto/Joaquim Leão (via Jacintinho);
216 Piabas/Mercado (via Jacintinho/Triunfo).

READ MORE - Em Maceió, Faixa azul começa nesta 2ª feira na Comendador Leão e Dona Constança

No Recife, Equipamentos de fiscalização eletrônica começam a registrar infrações nesta segunda

Os novos aparelhos de fiscalização eletrônica implantados pela Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) nas avenidas Beberibe e Governador Agamenon Magalhães comçam a multar motoristas infratores a partir desta segunda-feira. Os equipamentos, que fiscalizam o excesso de velocidade, parada sobre faixa de pedestre, avanço de semáforo e conversão proibida, já funcionavam em caráter educativo desde o dia 25 de maio.

Os equipamentos de fiscalização funcionarão todos os dias, das 6h às 22h para excesso de velocidade e de 6h às 20h, para parada sobre faixa de pedestre e avanço de semáforo. As infrações por excesso de velocidade variam de acordo com a velocidade que o condutor ultrapassa o equipamento de fiscalização (60 km/h em ambas as vias). As multas vão de R$ 85,13 a R$ 574,62, além dos pontos registrados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Já os veículos flagrados avançando o semáforo, parados sobre a faixa de pedestre ou realizando conversão proibida, estarão sujeitos a multas de R$ 191,54 e 7 pontos na CNH, de R$ 85,13 e 4 pontos na CNH e de R$ 127,69 e 5 pontos na CNH, respectivamente.

Os dispositivos de fiscalização eletrônica ficam na Avenida Governador Agamenon Magalhães, nos cruzamentos com a Avenida Rui Barbosa (sentido Boa Viagem - semáforo 037), com a Rua Bandeira Filho (sentindo Olinda - semáforo 173), com a Ponte Delmiro Gouveia (sentido Avenida Conde da Boa Vista - semáforo 075) e na Avenida Beberibe, no cruzmento com a Avenida Professor José dos Anjos (sentido subúrbio - semáforo 131).

De acordo com a CTTU, todas os trechos estão sinalizados conforme as exigências do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). Ainda segundo o órgão, a necessidade de implantação da fiscalização eletrônica nos novos pontos foi identificada por estudos técnicos que levam em consideração a geometria das vias, o histórico de acidentes com vítimas e o volume médio de veículos e de pedestres nos locais. 

O gestor de trânsito da CTTU, Marcos Araújo, acrescenta que a Avenida Agamenon Magalhães possui diversas proibições de giros que, quando desrespeitadas, aumentam a potencialidade de acidentes e este também seria o caso da Avenida Beberibe.

Segundo levantamento da Companhia, a fiscalização eletrônica tem demonstrado a sua eficácia não apenas na redução de acidentes, mas ainda na queda do índice de cometimento de infrações. No comparativo do primeiro trimestre de 2015 com o mesmo período de 2014, houve uma média de redução de 400 acidentes por mês, passando de 1.334 para 933 acidentes em 30 dias. O mesmo acontece com o índice de registro de infrações, que alcançou  redução de até 87% em alguns dos pontos fiscalizados, no período de três meses após a implantação. As estatísticas apontam que 93% dos condutores que são multados não voltam a cometer a infração no mesmo local.

READ MORE - No Recife, Equipamentos de fiscalização eletrônica começam a registrar infrações nesta segunda

Ônibus e vans intermunicipais terão trajetos alterados no Centro do Rio

A Secretaria de Estado de Transportes, por meio do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), informa  o novo itinerário das linhas de ônibus e vans intermunicipais, com destino ao Terminal Américo Fontenelle, na Central do Brasil. Nesta segunda-feira (1), primeiro dia útil da operação, as linhas sofrerão alterações devido ao fechamento da Rua da América, para dar continuidade às obras do Porto Maravilha. A Setrans determinou à Fetranspor que implante campanha de informação aos usuários disponibilizando equipes de orientadores e distribuição de folhetos aos passageiros. 

Os 207 veículos de transporte complementar intermunicipal que operam as 23 linhas com destino à Central do Brasil seguirão pelo trajeto: Avenida Brasil, Francisco Bicalho, Avenida Presidente Vargas (pista central), Avenida Presidente Vargas (pista lateral após Terreirão do Samba), Rua General Caldwell, Rua Moncorvo Filho, Praça da República, Praça Cristiano Otoni, com ponto terminal na Rua Bento Ribeiro, 46.

As linhas de ônibus intermunicipal 4469C (Santa Cruz da Serra – Passeio), 2462C (Passeio – Piabetá, via Imbariê), 463C (Piabetá - Candelária, via Imbariê), 1471C (Saracuruna – Passeio), 1559B (Parque São Vicente – Passeio) e 2486C (Xerém - Passeio, via Central do Brasil), deixam de passar pela Central do Brasil e passam a seguir o seguinte trajeto: ... Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Avenida Professor Pereira Reis , Via Binário do Porto (pista sentido Praça Mauá), Avenida Venezuela, Avenida Barão de Tefé, Rua Camerino, Avenida Passos, ...

As linhas de ônibus intermunicipal com ponto final no terminal Américo Fontenelle passam a ter seguinte o itinerário:  ..., Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Avenida Professor Pereira Reis, Via Binário do Porto (pista sentido Praça Mauá), Avenida Venezuela, Avenida Barão de Tefé, Rua Camerino, Rua Barão de São Félix, Terminal Rodoviário Américo Fontenelle (ponto terminal). 

Linhas: 651B (Central - Mesquita, via Via Light), 101C (Central – Duque de Caxias, via Vigário Geral), 102C (Central – Duque de Caxias, via 25 de agosto), 432C (Central – Parque das Missões), 125C (Central – Magé), 196C (Central – Guapimirim), 417C (Central – Vilar dos Teles, via Covanca / Nilo Peçanha), 420C (Central – Gramacho, via General Rondon), 421C (Central – Doutor Laureano, via Itatiaia), 422C (Central – Jardim Gramacho, via General Rondon), 424C (Central – Vila São Luiz, via Beira Mar), 425C (Central – Vila São Luiz, via Washington Luiz), 426C (Central – Vila São José), 464C (Andorinhas – Central), 474C (Central – Vilar Santo Aleixo), 471B (Central - Praça da Bandeira), 474B (Central – Coelho da Rocha), 122B (Central - Comendador Soares, via Barros Júnior), 442B (Cabuçu – Central), 447B (Central - Jardim Nova Era, via Rua Barros Júnior), 113B (Central - Nova Iguaçu, via Plínio Casado), 114B (Central - Nova Iguaçu, via Vila Nova), 112B (Central – Itaguaí), 441B (Central -  Santa Sofia), 444B (Cabuçu - Central, via km 32),  446B (Central – Lagoinha), 120B (Central - Nilópolis, via BR-116), 152B (Central - Nilópolis, via Via Light), 415C (Central – Jardim Leal, via Gramacho), 521B (Central – Coelho da Rocha), 111C (Central – Duque de Caxias, via Vigário Geral), 1111C (Central – Duque de Caxias, via Linha Vermelha / Av. Brasil), 112C (Central – Duque de Caxias, via Linha Vermelha / Av. Brasil), 129B (Central - Nilópolis, via Vila Norma), 469C (Santa Cruz da Serra – Central), 470C (Central - Taquara, via Parada Angélica), 473C (Bossa Nova – Central), 478C (Central - Santa Cruz da Serra), 486C (Xerém – Central), 565C (Central – Figueira), 566C (Central – Praça Santo Antônio), 571C (Central – Nova Campina), 488B (Boa Esperança – Central), 489B    (Central - Jardim Esplanada), 490B (Central – Miguel Couto, via Luís Lemos), 491B (Austin - Central, via Tio Luíz), 493B (Central – Ponto Chic), 494B (Austin - Central, via Cucuia), 497B (Central – Miguel Couto, via Ambaí), 498B (Caiçaras – Central), 499B (Cabuçu - Central, via Estrada da Palhada), 501B (Central – Miguel Couto, via Luís Lemos), 133B (Central – Nova Iguaçu), 140B (Central – São João de Meriti), 511B (Central – Parque Araruama), 512B (Central – Vilar dos Teles), 513B (Central – Vila Tiradentes, via Vila Rosali), 514B (Central – Éden), 516B (Central – Venda Velha), 517B  (Éden – Central), 131B (Central - Nilópolis, via Parada de Lucas), 193C (Central – Paracambi), 440B Central – Queimados, 451B      Central - Engenheiro Pedreira, 452B Central – Vila Camorim, 518B (Central - Heliópolis, via Andrade de Araújo), 519B (Areia Branca – Central), 520B (São Francisco – Central), 522B (Central – Parque São Vicente), 523B (Central – Sargento Roncali, via Parque São Vicente), 524B (Central – Nova Aurora, via Heliópolis), 526B (Central – Itaipu), 610B (Belford Roxo - Central, via Rocha Miranda) (Corujão), 448C (Central – Piabetá, via Penha), 466C (Central - São Francisco Croará), 467C (Central – Ipiranga), 472C  (Ana Clara – Central), 477C (Central – Jardim Primavera), 489C    (Campos Elísios – Central), 556C (Central – Jardim do Ipê, via Washington Luiz), 557C (Central - Pilar, via Washington Luiz), 558C (Central - Pilar, via Vigário Geral), 559B (Central – Parque São Vicente), 3559B (Central – Parque São Vicente), 3471C (Central – Saracuruna), 468C (Central - Piabetá, via Imbariê), 461C (Central – Raiz da Serra), 462C (Central – Piabetá, via Estrada do Bongaba) e 3461C (Central - Piabetá, via Imbariê).        

NOVOS SERVIÇOS COM PONTO TERMINAL NO ENTORNO DA RODOVIÁRIA NOVO RIO

       As linhas que têm ponto final no Américo Fontenelle,  terão que deslocar o mínimo de 20% da frota para o seguinte trajeto que terá como ponto terminal o entorno da Rodoviária Novo Rio: ..., Rua Santo Cristo, Via D1, Rua Moreira Pinto, Rua Pedro Alves, Rua Cordeiro da Graça, Avenida Cidade de Lima, ...

O objetivo desse novo serviço terminal na Rodoviária é diminuir o número de ônibus que acessam o terminal Américo Fontenelle e oferecer aos usuários um novo ponto de integração com a rede de ônibus municipais no Terminal Padre Henrique Otte, ao lado da Rodoviária Novo Rio. Esse novo serviço dará mais comunidade aos passageiros com destino, por exemplo, à Grande Tijuca ou à Zona Sul, que poderão fazer essa integração na rodoviária sem precisar se deslocar até a Central do Brasil.

Linhas: 193C (Central – Paracambi), 440B (Central – Queimados), 451B (Central - Engenheiro Pedreira), 452B (Central - Vila Amorin), 518B (Central - Heliópolis, via Andrade Araújo), 520B (São Francisco – Central), 523B (Central - Sargento Roncali, via Parque São Vicente), 524B (Central - Nova Aurora, via Heliopolis), 526B (Central – Itaipu), 442B (Cabuçu – Central), 1111C (Central - Duque de Caxias, via Linha Vermelho / Av. Brasil), 112C (Central - Duque De Caxias, via Linha Vermelha / Av. Brasil), 415C (Central - Jardim Leal, via Gramacho), 125C (Central – Magé), 196C (Central – Guapimirim), 417C (Central - Vilar dos Teles, via Covanca / Nilo Peçanha), 471B (Central - Praça da Bandeira), 488B (Boa Esperança – Central), 489B (Central - Jardim Esplanada), 490B (Central - Miguel Colto, via Luís Lemos), 491B (Austin - Central, via Tio Luiz), 493B (Central - Ponto Chic), 497B (Central - Miguel Couto, via Ambaí), 102C (Central - Duque de Caxias, via 25 de Agosto), 432C (Central - Parque das Missões), 512B (Central - Vilar dos Teles), 514B (Central – Éden), 3461C (Central - Piabetá, via Imbariê), 3471C (Central- Saracuruna), 3559B (Central - Parque São Vicente), 462C (Central - Piabetá, via Estrada do Bongaba), 468C (Central - Piabetá, via Imbariê), 472C (Ana Clara – Central), 473C (Central – Saracuruna), 556C (Central - Jardim do Ipê, via Washington Luiz), 557C (Central - Pilar, via Washington Luiz), 559B (Central - Parque São Vicente), 470C (Central - Taquara, via Parada Angélica), 486C (Xerém – Central), 571C (Central - Nova Campina), 473C (Bossa Nova – Central) e 566C (Central - Praça Santo Antônio).

READ MORE - Ônibus e vans intermunicipais terão trajetos alterados no Centro do Rio

Em Manaus, Terminal da Cachoeirinha será fechado para reforma a partir do dia 9 de junho

Os usuários do transporte coletivo que usam a integração de linhas no Terminal da Cachoeirinha (T2) devem ser preparar para reforma do mesmo que tem inicio marcado para o dia 9 de junho. Nessa data iniciam as obras de reforma do espaço que serão executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

O embarque e desembarque de passageiros das linhas que passam pelo T2 se concentrará principalmente nas ruas Itacoatiara e Carvalho Leal, onde, por meio da integração temporal, os usuários poderão embarcar em outra linha no intervalo de duas horas (120 minutos).

 A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) orienta à população a fazer uso dos cartões Passa Fácil (Estudante, Vale Transporte e Cidadão) para ter acesso a integração temporal.  

 O planejamento feito pelo SMTU garante que a integração das linhas que passam duas vezes no terminal (T2) continuarão fazendo a mesma operação, ou seja, faz embarque no sentido Bairro/Centro e Centro/Bairro nos seguintes pontos: 

1.     Av. Carvalho Leal (sentido Bairro/Centro): Parada em frente ao Supermercado DB para embarque/desembarque;

2.     Av. Carvalho Leal (sentido Centro/Bairro): Parada próxima a Funerária São Francisco para embarque/desembarque;

3.     Rua Itacoatiara (sentido Bairro/Centro): Parada em frente à Igreja Universal para embarque/desembarque;

4.     Rua Itacoatiara (sentido Centro/Bairro): Parada próxima a Distribuidora Zé Mirim para embarque/desembarque, lado oposto à Igreja Universal.

 As informações detalhadas sobre como as linhas serão distribuídas nos pontos de parada das ruas Itacoatiara e Carvalho Leal e estarão disponíveis no site smtu.manaus.am.gov.br.

Reforma do T2 

O projeto de revitalização do T2 contempla a substituição da cobertura atual por novas estruturas metálicas que se estenderão para a área de circulação de ônibus. Todo o piso será recuperado e receberá revestimento de alta resistência. As partes elétrica e hidráulica serão renovadas com a implantação de novas instalações.

Além dos serviços de reforma com a recuperação do telhado e dos gradis nas áreas externas e internas, requalificação do pavimento e melhorias de toda a rede hidráulica e elétrica, o terminal também será ampliado e as vias internas serão totalmente recapeadas.

A plataforma de embarque e desembarque do sentido Bairro - Centro será estendida em mais 1,2 metros de largura. Atualmente, o terminal possui 147 metros de comprimento. A área ganhará, também, mais dois banheiros e novos bancos para oferecer maior comodidade aos passageiros.  A iluminação será reformulada para atender melhor os passageiros e o entorno do terminal receberá luminárias de LED.

READ MORE - Em Manaus, Terminal da Cachoeirinha será fechado para reforma a partir do dia 9 de junho

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960