Integração do metrô de Salvador será sem bilhete único

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Prevista para ser entregue na primeira quinzena de novembro, juntamente com a estação Bonocô, a estação Pirajá irá  marcar o início da operação comercial do modal,  bem como, inicialmente, a sua integração com os ônibus metropolitanos.

Ainda sem valores definidos, mas já estabelecido, no entanto, a primeira fase de integração não será via bilhete único, segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur).

Conforme a assessoria de comunicação do órgão, o valor da tarifa depende da concordância de todas as partes envolvidas (governo, prefeitura e empresas de ônibus). Já se sabe, entretanto, que a integração será inciada, a princípio, via estação Retiro e apenas com ônibus metropolitanos.

O secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, explica que a integração, nesse momento, não será possível porque as linhas que alimentarão essas estações fazem parte da Região Metropolitana de Salvador.

"São 652 ônibus metropolitanos que trafegam pela capital. E eles não dispõem de bilhetagem única. Para integrar, é preciso criar o sistema de bilhete único. E quem tem essa prerrogativa é o estado, já que os ônibus são geridos pela Agerba (Agência Estadual que regula o transporte)", esclarece Fábio Mota.

Testes

Na última terça-feira, o metrô chegou pela primeira vez em Pirajá, última parada da linha 1 que terá 11 km de extensão.  O modal ainda será estendido com o tramo 3, que se encontra em fase de estudos, ligando a estação Pirajá até Cajazeiras, passando por Águas Claras.

O governador Rui Costa comemorou os testes e destacou o bom andamento da obra, que após dois anos sob tutela do estado, entrou em operação e agora tem a Linha 1 praticamente finalizada. "Estamos muito próximos de liberar (a estação Pi rajá) para os passageiros. Em apenas 2 anos, entregamos praticamente a mesma distância que levou 13 anos em construção, e não operava. O número de estações também dobrou, eram quatro, agora são oito.

O secretário da Sedur Carlos Martins, também comemorou o sucesso da operação do metrô, "O metrô já está inserido na realidade dos soteropolitanos. A tendência é beneficiar mais pessoas", pontuou Martins.

Por Jair Mendonça Jr.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960