Cuiabá ganha mais 02 faixas exclusivas de ônibus

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Mais duas faixas exclusivas para o tráfego do transporte coletivo em Cuiabá começaram a funcionar nesta segunda-feira (31). As faixas para os coletivos ficam na Avenida Tenente Coronel Duarte (Av. da Prainha), no trecho entre a praça Bispo Dom José até a Av. Mato Grosso, e na Av. Mato Grosso até a Av. Prainha. As outras faixas exclusivas da capital ficam nas avenidas Getúlio Vargas e Isaac Póvoas.

Segundo levantamento da Semob, nos trechos onde funcionam as novas faixas exclusivas circulam diariamente 211 carros numa faixa de três quilômetros. Por hora passam pelos trechos 126 carros e, por dia, são realizadas 1.441 viagens. No sentido centro-bairro estão instaladas quatro paradas de ônibus e no sentido bairro-centro, mais cinco.

As vias receberam sinalização horizontal e também vertical, com placas indicando que a faixa é exclusiva para ônibus de segunda a sexta-feira, das 6h às 20h, e aos sábados, das 7h às 14h.

Segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), a partir desta terça-feira (1º) os agentes de trânsito deverão intensificar o monitoramento das vias e ainda a orientação aos motoristas.

A partir da próxima semana, o condutor que desrespeitar a faixa vai cometer infração de trânsito, informou a Semob. Conforme alterações no Código de Trânsito que entraram em vigor há um mês, trafegar na faixa exclusiva à direita é considerada infração gravíssima e sujeita a multa de R$ 191,54. O carro poderá ser apreendido e o motorista ainda poderá perde 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Outras faixas
A primeira faixa exclusiva para ônibus foi implantada em setembro de 2013, com início na Av. Isaac Póvoas e término na Av. Generoso Ponce com a Av. Prainha. A segunda começou a funcionar em abril do ano passado na Av. Getúlio Vargas, entre a praça Alencastro e a rua Estevão de Mendonça, próximo ao Choppão.

Informações: G1 MT

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960