Em Goiânia, Obras do corredor da Avenida 85 têm início

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Os motoristas que passarem pela Região Sul de Goiânia devem ter atenção redobrada até o início da semana que vem. Uma nova etapa das obras para a implantação do corredor preferencial de ônibus na Avenida 85, no trecho entre as avenidas 136 e Laudelino Gomes, se iniciaram nesta quarta-feira (14/1).

Com as novas intervenções, o canteiro central da 85 será fechado para conversões à esquerda para a Av.136 e para a Rua 137. O novo acesso, no sentido Centro/Serrinha, será pelas avenidas Mutirão e T-10. A circulação no sentido avenidas Mutirão/Ricardo Paranhos será extinta e o novo acesso será pela Avenida 85/Coronel Joaquim Bastos.

Segundo o Paço Municipal, a gestão do prefeito Paulo Garcia (PT) está construindo uma malha de corredores preferenciais de ônibus “para beneficiar o transporte coletivo e garantir a mobilidade urbana na cidade”.

No final da semana passada, depois de dividir a opinião dos goianienses, 21 palmeiras imperiais de parte do canteiro central da Avenida 85 foram retiradas com objetivo de abrir caminho para o iníciodas obras nesta quarta-feira.

O advogado Marcelo Feitosa, especialista em direito ambiental e desenvolvimento sustentável pela Universidade de Brasília (UnB), explicou ao Jornal Opção Online que a remoção das palmeiras feriu lei, “sobretudo o artigo primeiro do inciso terceiro da Lei de Ação Civil Pública, que considera violação qualquer ação que vise violar patrimônio estético e paisagístico”.

E, além disso, de acordo o especialista, a ação também violou o patrimônio estético e paisagístico de Goiânia e foi à contramão do conceito de sustentabilidade pregado pela gestão do petista.

Projeto

O projeto do corredor 85 vai interligar 66 linhas do transporte coletivo, atendendo diariamente mais de 600 mil usuários.

Ao todo, as obras vão receber investimentos na ordem de R$ 145,3 milhões, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Pacto pela Mobilidade, do Governo Federal e Tesouro Municipal.

As obras estão sendo realizadas por meio das Secretarias Municipais de Obras (Semob) e de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT), e da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC).

Informações: Jornal Opção

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960