BRT Transcarioca chega à Penha neste sábado

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Em cumprimento ao plano operacional da Prefeitura, o Consórcio BRT inicia no próximo sábado, dia 13, a operação de dois novos serviços no eixo troncal do corredor Transcarioca.

O Serviço Expresso Alvorada x Vicente de Carvalho será substituído pelo Expresso Alvorada x Penha, que vai circular diariamente das 5h às 23h com paradas no Terminal Alvorada e nas estações expressas Rio 2, Santa Efigênia, Taquara, Tanque, Praça Seca, Madureira/Manaceia, Vicente de Carvalho e Penha.

A outra novidade é o Serviço Parador Madureira x Penha, com funcionamento de segunda a domingo, 24h por dia, com paradas nas estações Madureira/Manaceia, Mercadão, Otaviano, Vila Queiroz, Vaz Lobo, Marambaia, Vicente de Carvalho, Vila Kosmos, Pedro Taques, Praça do Carmo, Guaporé, Pastor José Santos e Penha.

O corredor Transcarioca, que liga a Barra da Tijuca ao Aeroporto do Galeão cruzando importantes bairros da Zona Norte, é o segundo de uma rede de quatro corredores exclusivos para ônibus projetados para a cidade e está sendo implantada por etapas. 

Criado em Curitiba, nos meados dos anos 70, o BRT consiste num sistema tronco - alimentado, em cujo corredor segregado operam linhas troncais (serviços expressos e paradores) servidas por ônibus articulados e sendo alimentado nas suas estações por um sistema operado por ônibus convencionais que atendem a demanda dos bairros próximos ao corredor. No Rio, esses veículos são equipados com motores do tipo Euro 5 (menos poluentes) e serão movidos a biodiesel (S50, S10 e diesel de cana). Este sistema racionaliza a rede municipal de transporte porque elimina ou reduz linhas convencionais para que elas não se sobreponham ao BRT. O que se obtém disso é um transporte mais rápido, confiável e confortável capaz de tanto melhorar o transporte público para quem já o utiliza quanto para atrair novos usuários.

Informações: BRT Rio

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960