Sistema BRT será implantado no Distrito Federal

quarta-feira, 3 de julho de 2013

O Ministério das Cidades e o GDF (Governo do Distrito Federal) assinaram na manhã desta terça-feira (2) um contrato de R$ 725,6 milhões para implantação do sistema BRT (Trânsito Rápido de Ônibus) na capital federal.  

O ministro Aguinaldo Ribeiro e o governador Agnelo Queiroz assinaram, durante a cerimônia, o contrato de financiamento de R$ 517,4 milhões.  

Em função da Copa do Mundo de 2014, o governo federal decidiu incluir o BRT no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Mobilidade Urbana, para garantir a execução dos projetos dentro dos prazos estabelecidos para o Mundial.  


Com isso, nove das 12 sedes da Copa receberão um investimento de R$ 20 bilhões do governo federal para as obras e R$ 2 bilhões da parceria público-privada para compra dos ônibus articulados que circularão em vias expressas.  

No Distrito Federal, os trabalhos terão início no próximo semestre e o valor total do investimento será de R$ 725,6 milhões. Os recursos serão provenientes de financiamentos, orçamento-geral da União e do GDF.  

Dessa forma, o governo acredita que todas as vias que ligam Ceilândia e Taguatinga, regiões administrativa do DF, ao Plano Piloto, área central de Brasília, sejam beneficiadas pelo novo sistema, que funciona como alternativa de transporte público com o objetivo de viabilizar o deslocamento rápido dos passageiros por meio de estações de transferência e corredores exclusivos. Até o momento, ele foi implementado em Bogotá, na Colômbia, e Curitiba.  

Entre os benefícios do BRT está a diminuição do tráfego de veículos, para aliviar os congestionamentos nos grandes centros urbanos, e os fatos de ser mais barato que o metrô e não poluir o meio ambiente. O custo de manutenção também é menor para os cofres públicos.

Informações:  R7.com

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960