Após greve, Trens do Subúrbio de Salvador voltaram a operar nesta sexta

sábado, 1 de junho de 2013

Os trens do Suburbúbio Ferroviário de Salvador voltaram a operar nesta sexta-feira (31), após a greve de 21 dias dos ferroviários. Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Ferroviários e Metroviário dos Estados da Bahia e Sergipe (Sindiferro), os ferroviários voltaram ao trabalho na quarta-feira (29), mas exercem atividades administrativas enquanto os trens passam por inspeção antes de voltarem a operar.

Greve
Na quarta-feira, os ferroviários da capital baiana decidiram encerrar a greve da categoria. Segundo o Sindiferro, o salário de abril, os tickets alimentação de maio e junho, assim como os vales transportes de junho, foram entregues aos 129 funcionários da quarta.


O sindicato informou na ocasião que os trilhos e os vagões passariam por inspeções de segurança antes da liberação para o funcionamento. Durante o período, os funcionários trabalham em funções administrativas e de manutenção da rede. Os trens do Subúrbio atendem a pelo menos 11,5 mil usuários por dia em Salvador.

Novo presidente
Em cerimônia de posse, realizada na segunda-feira (27), o novo presidente da Companhia de Transporte de Salvador (CTS), Carlos Martins, afirmou que o pagamento dos salários atrasados dos trabalhadores iria acontecer na quarta. "O primeiro passo é concluir a greve. Já nos reunimos com o Sindiferro e oferecemos a possibilidade do pagamento do mês de abril até a quarta [29] e o pagamento do mês de maio no dia 5 de junho. Em contrapartida, solicitamos ao Sindiferro que suspenda a greve imediatamente", apontou Martins.

Transferência de gestão
No dia 15 de maio, o prefeito ACM Neto sancionou a transferência da gestão das ações da Companhia de Transportes de Salvador (CTS) para o Governo da Bahia. A CTS é responsável pela administração dos trens do subúrbio da capital baiana, que fazem o trajeto entre a Calçada e Paripe.

Durante a cerimônia de posse, que ocorreu no canteiro do metrô, localizado na Rótula do Abacaxi, Carlos Martins prometeu ações voltadas para o desenvolvimento dos trens. "Acho que as ferrovias devem ter papel importante no desenvolvimento do estado. Nós vamos tentar fazer com que essa linha Calçada-Paripe se estenda a algumas cidades da região metropolitana de Salvador, como Candeias, Dias D'Ávila e Camaçari", aponta.

Informações: G1 Bahia

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960