BRT vai melhorar o transporte coletivo em Porto Alegre

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

O Sistema de Ônibus Bus Rapid Transit (BRT), uma das ações da Matriz de Responsabilidade da Copa, irá transformar o transporte coletivo em Porto Alegre.  O principal benefício dos BRTs aos cidadãos é a agilidade. A partir do novo sistema, as pessoas farão seus deslocamentos com maior rapidez e, muitas vezes, sem necessidade de passar pelo Centro Histórico de Porto Alegre para chegar ao seu destino final, processo diferente ao que existe hoje na Capital. O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, destaca a importância desta transformação para a população como um todo. “Temos hoje 33 mil viagens e, destas, 92% vão até o Centro. Com o novo sistema vamos racionalizar todo o transporte e também garantir um pouco mais de conforto aos usuários”, enfatiza.

Outra facilidade que ajudará a tornar mais ágil o percurso é o sistema de cobrança da passagem. Ele será feito antes que as pessoas embarquem no ônibus, o que diminuirá o tempo de entrada e saída do transporte coletivo nas paradas. 

Mais sobre o BRT em Porto Alegre

No total, serão 15 linhas nos quatro pontos em que o sistema entrará em funcionamento (corredor da avenida Protásio Alves, avenida Bento Gonçalves, João Pessoa e Padre Cacique). De acordo com o coordenador do projeto Metrô POA e BRT, Luis Cláudio Ribeiro, os cidadãos serão beneficiados também nas horas de maior movimento. “Com os corredores de ônibus as pessoas chegarão mais rápido aos seus destinos. Na João Pessoa, por exemplo, nas horas de pico chegam a passar 250 ônibus. Como os carros dos BRTs vão comportar um maior número de usuários haverá uma redução da frota de 40% nesses momentos”, explica.

A tecnologia também estará presente nos BRTs. Nas paradas, por exemplo, haverá a informação do tempo de espera por cada ônibus. Este recurso também estará disponível para os aparelhos celulares. 

Informações: Prefeitura de Porto Alegre

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960