Manaus receberá 600 ônibus novos em agosto

terça-feira, 28 de junho de 2011

A Prefeitura de Manaus informou hoje (28) que a apresentação do primeiro lote dos novos ônibus do sistema de transporte coletivo da cidade deverá ser prorrogada por mais 60 dias.  
A possibilidade de prorrogação está prevista no Edital de Licitação que autoriza a concessão de prazo para as empresas de transporte coletivo, em decorrência das dificuldades de produção dos ônibus nas fábricas do sul do país.

O anúncio foi feito nesta terça-feira (28) pelo superintendente da SMTU, Marcos Cavalcante. Ele constatou, em recente visita às fábricas de chassis e encarroçadoras no Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, que as linhas de produção estão sobrecarregadas em virtude do grande número de pedidos por ônibus em outras capitais do país, provocando uma concorrência com as solicitações dos veículos já encomendados para Manaus.

Com a ampliação do prazo, o primeiro lote com aproximadamente seiscentos ônibus – duzentos a mais que o previsto – deverá chegar no final do mês de agosto. Outros quatrocentos coletivos devem ser apresentados até o mês de outubro, totalizando mil novos ônibus, 200 a mais do que o estabelecido pelo Edital de Licitação, que prevê a entrega de 858 ônibus novos, sendo 144 articulados; 78 microonibus e 636 convencionais.

“Depois que todos os ônibus estiverem rodando em Manaus, teremos a frota mais nova do Brasil, com menos de dois anos de idade. Esta é a meta do prefeito Amazonino Mendes para oferecer um transporte coletivo digno e de qualidade à população”, assegurou Marcos Cavalcante.


Fonte: D24 AM

READ MORE - Manaus receberá 600 ônibus novos em agosto

No Dist. Federal, Apreensão de ônibus da Coopatram prejudica passageiros

A justiça determinou a apreensão de todos os ônibus da Cooperativa de Profissionais Autônomos de Transporte de Samambaia (Coopatram). A paralisação no serviço prejudica usuários do transporte coletivo, moradores de Planaltina, Vale do Amanhecer e Arapoanga. O motivo é o não pagamento de uma dívida com o Banco de Brasília (BRB). A assessoria de imprensa do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) informou que um reforço de 60 coletivos já foi providenciado para atender os itinerários operados pela Coopatram, em especial de Planaltina para o Plano Piloto.

Em uma consulta processual no site do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), verifica-se vários processos, tanto em primeira quanto em segunda instância, do BRB contra a cooperativa. A dívida é originária do financiamento de 100 ônibus da empresa. O administrador e advogado da Coopatram, Cristian Klock, sustenta que o caminho natural de todas as cooperativas é deixar de existir. "O valor da passagem está muito defasado, a distância entre Planaltina e o Plano Piloto é muito longa. Esse valor deveria ser entre R$ 3,50 e R$ 4", reclama.

A Coopatram vem operando com dificuldades financeiras desde o início do ano. Em março, todos os 350 funcionários da cooperativa cruzaram os braços e resolveram paralisar os serviços. Em fevereiro, os coletivos da empresa ficaram parados por 22 dias.

"Toda a nossa receita de bilhetagem é aplicada diretamente no BRB. Com esse mandado de busca e apreensão, os ônibus deixam de rodar e gerar receita, prejudicando o pagamento da dívida. Desde janeiro, nós já quitamos R$ 2,5 milhões, mas nós não sabemos qual é o valor total da dívida. Essa situação é ruim pra todo mundo: pro BRB, pra Coopatram e principalmente pra população de Planaltina, que não tem os ônibus circulando hoje", desabafa.



READ MORE - No Dist. Federal, Apreensão de ônibus da Coopatram prejudica passageiros

Linha 4 do Metrô de São Paulo terá horário ampliado

A partir de amanhã, a Linha 4 - Amarela do Metrô, que hoje funciona das 4h40 às 15h, passará a funcionar em horário ampliado, segundo afirmou ontem o governador Geraldo Alckmin.

Em maio, durante a inauguração da mais recente estação, Pinheiros, foi prometido que a linha passaria a operar até a meia-noite. Porém, esse horário ainda não foi confirmado, porque o governador irá anunciá-lo oficialmente amanhã, às 11h, na estação Pinheiros, segundo o Metrô.

Novas estações

Ontem, Alckmin também disse que pretende antecipar a inauguração das estações Luz e República. Antes prometidas para outubro, agora elas devem ser entregues em setembro. "A linha 4 é importantíssima pela integração", destacou o governador à Agência Estado.

Alckmin lembrou que a estação Luz fará a integração com a Linha 1 - Azul do Metrô, e a República, com a Linha 3 - Vermelha. Hoje, na estação Paulista, já existe a integração com a Linha 2 - Verde. Além disso, desde o início do mês é possível acessar a Linha 9 - Esmeraldada da CPTM a partir da passarela que liga as estações Pinheiros do Metrô e da CPTM.

A operação da Linha 4 - Amarela durante os finais de semana está prevista para começar quando Luz e República forem inauguradas.
 

READ MORE - Linha 4 do Metrô de São Paulo terá horário ampliado

Recife: Prazo de validade da carteira de estudante encerra no final de junho

Termina no próximo dia 30/06 o prazo de validade das carteiras de estudante de 2010, para alunos do ensino médio, fundamental e de cursinhos pré-vestibulares de toda a Região Metropolitana do Recife. A partir do dia 01/07 só serão aceitos nas 385 linhas que operam na RMR os documentos confeccionados em 2011.

Originalmente, o prazo de validade da versão 2010 do documento seria encerrado no dia 31 de março, mas foi prorrogado para evitar prejuízos aos estudantes, já que apenas 105 mil carteiras tinham sido solicitadas na época. Em 2011 foram aproximadamente 342mil documentos requisitados. Até o momento, cerca 267 mil carteiras já foram entregues as escolas e outras 25 mil estão prontas aguardando o resgate. O restante, cerca de 50 mil carteiras, está em fase de confecção pelo Grande Recife e, até o dia 30 de junho irão estar à disposição das instituições de ensino.

Até o momento, 2.043 escolas atualizaram o cadastro. Desse contingente de instituições de ensino, 1.968 escolas solicitaram remessas para a emissão de novos documentos.

Salientamos que desde o último mês de janeiro o Grande Recife disponibilizou as escolas os formulários para distribuição entre os estudantes. Infelizmente, no entanto, várias escolas ainda não compareceram para realizar o resgate destas carteiras.

É importante que os estudantes e seus familiares estejam em contato permanente com as escolas, cobrando das instituições o envio das informações ao Grande Recife e o resgate imediato do material impresso.

É importante lembrar que o Grande Recife está recebendo os requerimentos das escolas até 30 de setembro. O requerimento da Carteira de Estudante 2011 tem que ser feito pelas próprias escolas, através do formulário disponibilizado no site www.granderecife.pe.gov.br. As consultas sobre a emissão da carteira podem ser feitas através da Central de Atendimento ao Usuário (0800-0810158) ou no próprio site.

Informações sobre a carteira de estudante 2011:

Carteiras solicitadas: 342 mil
Carteiras entregues: 267mil
Carteiras prontas: 25 mil
Carteiras em processamento: 50 mil
Prazo de entrega da carteira de estudante 2011: 30 dias úteis

Fonte: CGRT

READ MORE - Recife: Prazo de validade da carteira de estudante encerra no final de junho

Brasília, Uma cidade com poucas ciclovias

A convivência entre ciclistas e motoristas nas vias do Distrito Federal nem sempre é pacífica. Quando ocorrem acidentes, o lado mais fraco sempre leva a pior. Foi o que ocorreu ontem com dois amigos, Luciano Coelho, 34 anos, e Ricardo Schonbooh, 36, que acabaram surpreendidos no fim do Eixão Norte, pouco antes da Ponte do Bragueto, por um Corolla preto. O veículo colidiu com a traseira das bicicletas guiadas pelos dois homens. O acidente reforça a ideia de que Brasília que acolhe mal veículos não motorizados. As largas avenidas no centro da capital são apenas para automóveis. Mesmo vias construídas recentemente, como a nova Estrada Parque Taguatinga (EPTG), são reformadas apenas para abrigar melhor a crescente frota de carros. Assim, com apenas 42 quilômetros de pistas reservadas às bicicletas em todo o DF, na maioria dos trajetos motoristas e ciclistas precisam dividir o espaço. As regras estão no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), desconhecido pela maioria dos que se aventuram no asfalto, sobre duas ou quatro rodas.
Foto: Marco Prates
Na colisão de ontem, os dois ciclistas seguiam à direita da pista, no sentido do fluxo, rumo ao Lago Norte. A motorista Anaya Martins Carvalho, 28 anos, alegou não ter visto a dupla por causa da incidência da luz do sol no para-brisa do veículo. Ela se recusou a fazer o teste de bafômetro, foi multada em R$ 957, teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida e vai responder a processo. Segundo familiares, Anaya voltava da festa de casamento da melhor amiga, que ela própria havia ajudado a organizar. Ela negou que tivesse ingerido bebida alcoólica. Luciano e Ricardo, apesar do estrago deixado no veículo, não tiveram fraturas nem lesões sérias, mas passaram o dia em observação na ala de neurocirurgia do Hospital de Base.

Mesmo quando não há acidentes, a competição entre carro e bicicleta pode ser vista diariamente. “O motorista é muito mal-educado e acha que bicicleta não é transporte”, reclama o cartunista Luigi Pedone, que pedala 60 quilômetros todos os dias, para ir e voltar do Plano Piloto, onde trabalha, e Sobradinho, onde mora. Condutores de veículos motorizados, por sua vez, protestam. “Alguns fazem coisas absurdas e são muito desatentos”, afirma o motorista de ônibus Lourival Pereira, 43 anos. Para Márcio de Andrade, diretor do Instituto Nacional de Educação de Trânsito (Inetran), a maior parte das rusgas entre as partes poderia ser evitada com o cumprimento da legislação existente (Veja O que diz a lei).

Distância mínima
Fonte: Correio Braziliense



Muitos motoristas não sabem, por exemplo, que é preciso manter uma distância mínima de 1,5 metro ao ultrapassar um ciclista que segue pelo lado direito. “É preciso diminuir a velocidade. Se algum outro vem no sentido contrário, ele terá que esperar”, afirma o especialista Márcio de Andrade. Nesse caso, segue-se o princípio de que, no trânsito, o mais forte protege o mais fraco.

Alguns dos que andam de bicicleta pelas vias do DF também têm sua cota de responsabilidade nos acidentes. Na última sexta-feira, dos 10 ciclistas encontrados pela reportagem na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), por volta das 15h, cinco seguiam no sentido contrário da via, o que é proibido. Um deles era o armador Francimar Pereira dos Santos, 23 anos, que disse conhecer as normas. “Mas assim a visão é melhor. De costas, não vejo nada”, afirma Francimar, que mora no Riacho Fundo 1 e trabalha em Samambaia. Para o especialista Márcio de Andrade, há uma razão forte para essa determinação. “Em uma colisão, você tem somadas as velocidades nos dois sentidos. O impacto e o estrago são muito maiores.”

Por lei, as autoridades de trânsito são responsáveis por fiscalizar e punir as infrações cometidas. Na prática, no entanto, ninguém é multado. Ciclistas que andam em áreas proibidas ou seguem em fluxo contrário ao da via, por exemplo, são apenas advertidos. “A abordagem termina em orientação. O agente não vai vincular a infração com bicicleta à carteira de motorista dele”, afirma o diretor de educação do Detran, Marcelo Granja.

Atenção

Enquanto o programa de ciclovias do GDF, iniciado em 2006, planeja construir 600 km de vias para ciclistas não avança, a ordem é manter a atenção para reduzir as mortes nas pistas do Distrito Federal. Segundo o Detran, em 2010, foram 34. Até março deste ano, sete.

O que diz a lei

O Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997) dispõe, entre outros temas, sobre regras e penalidades envolvendo ciclistas e condutores de automóveis. O artigo 29, parágrafo XII, inciso 2º, estabelece que “os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres”. Significa dizer que as bicicletas têm prioridade, por exemplo, numa manobra de mudança de direção. O artigo 58 estabelece ainda que “nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nas bordas da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores”.


READ MORE - Brasília, Uma cidade com poucas ciclovias

Na Grande Vitória, Governo amplia concessão do passe livre

As passagens de ônibus do Transcol não terão preços reduzidos ou congelados, mas as manifestações de rua com obstrução de avenidas em Vitória chegaram ao fim, segundo os integrantes do movimento estudantil da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Os universitários conseguiram a promessa de ampliação do passe livre e a possibilidade, cada vez mais próxima, de uma reunião entre os manifestantes e o governador Renato Casagrande (PSB).

Esses são os resultados de mais uma reunião entre uma comissão de estudantes e representantes do governo do Estado, realizada na tarde desta segunda-feira (27), na sede da Secretaria Estadual de Transportes e Obras Públicas (Setop), localizada na Capital.

"A reunião (com o governador) deve ser até o final desta semana ou no início da próxima", declarou a estudante Marcela Brum, integrante da comissão do movimento estudantil da Ufes. No entanto, o secretário de Ações Estratégicas, André Garcia, esclarece que ainda não há previsão para este encontro. "Ainda não existe um encaminhamento neste sentido, mas nós iremos dar uma resposta a eles em breve", afirmou.

Passe livre


sobre a ampliação do passe livre, Garcia explica que haverá critérios para disponibilizar o benefício aos estudantes da Ufes. "O governo já avalia essa questão há algum tempo. Nós iremos definir critérios com base em um recorte social que indique a necessidade de aumentar a concessão do passe livre. Não há data ou prazo para essa concessão, mas ela vai acontecer. Vamos iniciar os estudos necessários para definir esses critérios", disse.
 

READ MORE - Na Grande Vitória, Governo amplia concessão do passe livre

Governo anuncia decisão sobre trem-bala esta semana

Qualquer alteração no edital do trem-bala a partir de agora implicará em mudança da data do leilão, afirmou hoje o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo. "Qualquer alteração, necessariamente, tem que ter ajuste na data", afirmou. Isso porque, segundo Bernardo, a lei estabelece prazo de 15 dias para serem feitos ajustes no edital.
Conforme antecipou a Agência Estado no dia 8, a ANTT alteraria o edital do leilão para permitir que a empresa que receberá a tecnologia do consórcio vencedor seja escolhida em comum acordo entre o governo e os empresários. Porém, estão na mesa de negociação outras questões, que têm impacto direto nas propostas das empresas, o que demandaria um tempo maior de postergação do leilão.
Está em análise a possibilidade de dar maior flexibilidade ao traçado do empreendimento, que em São Paulo implicaria na retirada do texto final do edital a citação do Campo de Marte (zona norte) como o local da estação na capital paulista. A prefeitura defende que seja na Barra Funda, na zona oeste, porque tem um projeto de revitalização para o local.
Outro ponto que pode ser flexibilizado é a obrigatoriedade de haver túneis nas entradas de todas as cidades interligadas pelo Trem de Alta Velocidade (TAV). Nessa hipótese, pode ser aberta a possibilidade de que os túneis sejam substituídos por elevados ou passagem de superfície, por exemplo, o que alteraria o custo do projeto. A análise dessa hipótese está sendo feita pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
"A que tem consenso é a de transferência de tecnologia. Não tem consenso na proposta de aumentar o grau de liberdade nas soluções de engenharia", explicou Bernardo. "O que não existe ainda é a decisão de fazer as alterações". O diretor-geral afirmou que o governo deve anunciar uma decisão esta semana. "Esta semana deve ter uma decisão. Está em cima da hora".


Fonte: Estadão

READ MORE - Governo anuncia decisão sobre trem-bala esta semana

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960