Em São Paulo, Estação Butantã do Metrô é inaugurada

segunda-feira, 28 de março de 2011

A Estação Butantã da Linha 4-Amarela do Metrô foi inaugurada por volta das 10h20 desta segunda-feira (28), na Avenida Vital Brasil, no Butantã, Zona Oeste de São Paulo. Por enquanto, a nova estação funcionará em horário reduzido, das 8h às 15h, para testes, de segunda a sexta.
O governador Geraldo Alckmin, durante o evento de inauguração, ressaltou que a estação é a primeira a passar por baixo do Rio Pinheiros e sua proximidade com a Cidade Universitária - haverá linhas de ônibus para facilitar o acesso dos estudantes. A estação conta com banheiros, elevadores para deficientes, escadas rolantes inteligentes, que diminuem a velocidade quando não há usuários, portas separando a plataforma da linha, além de trens com ar-condicionado, integração entre os vagões e sistema de direção sem motorista.
Segundo ele, a previsão é que em junho o horário da estação seja ampliado, das 4h40 até a 0h, de segunda a sexta. Aos fins de semana, ela deverá continuar fechada. As obras foram iniciadas em março de 2005. A construção foi feito por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP).
A estação é a terceira a entrar em funcionamento na Linha 4-Amarela. Já estão prontas as estações Faria Lima e Paulista, abertas em maio de 2010. A previsão é que a nova linha tenha 11 paradas, ao longo de quase 13 km, ligando a região da Luz, no Centro, à Vila Sônia. Quando estiver completa, a esta;áo ter[a integra;áo com as linhas 2-Verde (já existente), 3-Azul e 4-Vermelha, 7-Rubi, 10-turquesa e 11-Coral (até o fim do ano) e com a Linha 9-Esmeralda (na Estação Pinheiros).
Alckmin disse que a Estação Pinheiros deverá ser aberta em maio. No segundo semestre, as estações República e Luz também deverão ficar prontas, de acordo com o governador.
Quem mora no Butantã e trafega pela Avenida Vital Brasil, uma das principais do bairro, será beneficiado com a nova estação. Quem demorava duas horas para chegar ao trabalho pela via deve fazer o percurso em 40 minutos.
O governador disse que são apenas três minutos de viagem entre as estações Butantã e Faria Lima e apenas sete minutos até a Paulista.


Usuários
O horário da abertura da estação nesta segunda confundiu os usuários- muitas pessoas acharam que ela seria aberta às 8h, como acontecerá nos próximos dias. “Chegamos antes das 8h, achamos que ia abrir às 8h. Queríamos usar para ir ao trabalho”, disse assistente fiscal Valéria Soares.
Ela mora com o marido, o bancário Igor Marcondes, no Butantã. Os dois entram no trabalho na Avenida Paulista às 9h. Nesta manhã, foram de carro até a estação, pararam em um estacionamento e esperavam seguir de Metrô. “De carro levamos uma hora e 20 minutos. Com o Metrô vamos economizar quase uma hora. A [Avenida] Rebouças não tem como encarar de carro”, disse Valéria. “Por enquanto, o estacionamento aqui também é mais barato, mas deve aumentar”, afirmou o bancário Marcondes.
Logo após a abertura, diversas pessoas já passaram a usar a estação, tanto no sentido Paulista quanto no sentido Butantã. “A estação ficou muito bonita, e vai me ajudar muito. Vou economizar tempo e fazer o trajeto mais confortável do que no ônibus”, contou a vendedora Carmem Oliveira, que pegou o trem na Estação Paulista com destino ao Butantã.
A estudante Flávia Torres, aprovou a inauguração, mas reclamou do horário restrito. “Estudo à noite perto da estação Vergueiro, e seria muito bom poder ir direto daqui de Metrô. Mas, por enquanto, só vai adiantar quando precisar ir para o Centro durante o dia. Demorou tanto para inaugurar, e agora vamos ter que esperar ainda mais para usar nos horários que precisamos.”
Mapa Metrô Linha Amarela (Foto: Editoria de Arte/G1)

Fonte: G1.com.br

READ MORE - Em São Paulo, Estação Butantã do Metrô é inaugurada

Frota de Curitiba terá até julho 544 novos ônibus

Curitiba vai ganhar nos próximos quatro meses 544 ônibus zero quilômetro - o que representa 29% dos 1.915 veículos da frota operante da Rede Integrada de Transporte. Os primeiros 97 ônibus novos serão entregues pelo prefeito Luciano Ducci nesta terça-feira, 29, dia em que a cidade completará 318 anos.

Modernos, seguros e confortáveis, os novos ônibus fazem parte de um projeto de melhorias do transporte coletivo iniciadas no ano passado, quando a cidade ganhou o Ligeirão Boqueirão, nova bilhetagem eletrônica, dois novos pontos de integração do sistema e a entrada em operação de 40 articulados na frota do Inter 2 linha que excluindo o Expresso, é a mais carregada do sistema, com 77 mil passageiros por dia.

A Rede Integrada de Transporte atende Curitiba e 13 municípios da região metropolitana e registra, por dia 2,3 milhões de passageiros em 350 linhas com 1.915 ônibus. No total, são 81 quilômetros de canaletas, 30 terminais (21 urbanos e nove metropolitanos) e 364 estações tubo. Somados, os ônibus percorrem por dia 490 mil quilômetros em 21 mil viagens.

Confira abaixo algumas das melhorias do transporte coletivo

Ligeirão Boqueirão – Linha Direta Expressa entrou em operação em março, reduzindo em 15 minutos o tempo de viagem entre o bairro e o centro.

Integração Temporal – Integração feita com o cartão transporte nas estações São Pedro, da Linha Verde; e Santa Quitéria, no bairro do mesmo nome. A novidade permite que o usuário desembarque do ônibus de um lado da rua e entre na estação no outro lado, sem pagar nova passagem.

Ônibus novos – No ano passado Curitiba ganhou 189 ônibus zero quilômetro, uma renovação de quase 10% da frota operante, o que contribui com o meio ambiente, porque os novos ônibus têm motores menos poluentes. A idade média da frota atualmente está em 4,6 anos.

Inter 2 – Os 77 mil passageiros desta que é uma das linhas mais conhecidas da cidade foram beneficiados  com aumento da oferta de lugares em 20%. É que 40 dos 70 ônibus da frota do Inter 2 passaram a ser articulados. As 28 estações do Inter 2 foram ampliadas em 50%, passando a ter três portas.

Crédito fácil – Desde agosto, quem usa cartão transporte já não precisa procurar os antigos carregadores de crédito. Agora, a carga é automática, feita no próprio validador que libera a catraca do ônibus, estação ou terminal. Mais rápido, mais fácil e mais seguro.

Biocombustível – Iniciado em agosto de 2009, com seis ônibus que percorriam 15 mil quilômetros com 20 mil litros de combustível por mês o projeto foi ampliado passando a 60 mil quilômetros. Agora, será ampliado novamente, passando a ser usado por 30 ônibus que vão percorrer 220 mil quilômetros e usar cerca de 200 mil litros de combustível por mês. A redução na emissão de poluentes é de 50% em relação aos ônibus convencionais.

Hibribus – Curitiba foi a cidade brasileira escolhida para o teste do primeiro ônibus híbrido da Volvo, movido com motor elétrico e a diesel/biodiesel, com economia de combustível de 54,68% na média km/l. A projeção anual é de redução de 32 toneladas na emissão de monóxido de carbono; 473 kg de óxido de nitrogênio; e 11,2 kg de material particulado. 


Fonte: Prefeitura de Curitiba

Share |
READ MORE - Frota de Curitiba terá até julho 544 novos ônibus

Prefeitura de Curitiba apresenta novo modelo de biarticulado, com 28 metros é o maior do mundo em comprimento

O prefeito de Curitiba Luciano Ducci apresentou neste domingo o novo modelo de ônibus biarticulado. De cor azul, movido a óleo à base de soja e com 28 metros, é o maior ônibus do mundo em comprimento. O governador Beto Richa participou do lançamento, no Parque Barigui.

"É um ônibus moderno, confortável e ecológico, garantindo mais qualidade no transporte público para o cidadão curitibano", disse Ducci. "Neste mês, estamos entregando 97 novos ônibus para renovar a frota. Ainda neste ano, a cidade vai ganhar 554 ônibus zero quilômetro, o que significará uma renovação de 29% da frota operante da Rede Integrada de Transporte."

Depois do lançamento do ônibus, prefeito e governador cortaram e distribuíram à população o bolo gigante comemorativo ao aniversário da capital, que completará 318 anos nesta terça-feira.

Os novos ônibus azuis farão as linhas Pinheirinho-Carlos Gomes, na Linha Verde, e Ligeirão Boqueirão, na Marechal Floriano. Juntos, transportam cerca de 50 mil passageiros por dia. São 9 ônibus azuis que entram em operação nesta semana. Ainda neste semestre, Curitiba terá um total de 24 ônibus deste modelo, com 28 metros de comprimento.

As viagens são mais rápidas. Com o deslocamento de estações tubo, a Prefeitura conseguiu espaço para criar pontos de ultrapassagem, o que permite manter a linha com parada em todas as estações tubo, e implantar o Ligeirão, com paradas apenas nos terminais e um reduzido número de estações.

O Ligeirão Boqueirão, por exemplo, faz apenas três paradas – nos terminais, Hauer, Carmo e na Estação UTFPR – enquanto o expresso convencional faz 16 paradas, aí descontados os pontos de chegada e saída (Terminal Boqueirão e Praça Carlos Gomes).

Produzidos pela Volvo, com carroceria Neobus, os novos ônibus azuis têm vidros com película fumê, exaustores e ventiladores para manter a temperatura interna mais amena, bancos ergonômicos com estofados; sinal luminoso para indicar a abertura das portas, o que beneficia especialmente pessoas com dificuldade de audição, e plaquetas em braille indicando o nome da linha colocadas nos braços e encostos dos bancos reservados a portadores de deficiência, idosos e gestantes.

O projeto, tecnicamente conhecido como B 100 (100% Biocombustível), foi implantado em caráter experimental em agosto de 2009, com seis ônibus da Linha Verde, o que significou uma redução de 50% de emissão de fumaça. A partir de agora todos os Ligeirões rodam exclusivamente com combustível de soja.

Fonte: Bem Paraná

READ MORE - Prefeitura de Curitiba apresenta novo modelo de biarticulado, com 28 metros é o maior do mundo em comprimento

São Paulo 7 Milhões de Carros, Frota particular cresce 34 vezes mais que ônibus

Até o fim de março, a capital deve atingir a marca de 7 milhões de veículos em circulação, número 31% superior ao registrado no início de 2006, quando a cidade contava com 5.335.902 de veículos (entre eles, 4.108.461 de carros e 499.686 motos), segundo dados do Detran.

No mesmo período, a quantidade de ônibus que fazem parte do sistema de transporte público municipal permaneceu praticamente a mesma, oscilando meros 0,88% (eram 14.846 e atualmente são 14.978).

Proporcionalmente, a rapidez da evolução da frota individual é 34 vezes superior a de ônibus, no comparativo entre os dois.

Essa disparidade se explica pelo aquecimento econômico que permitiu a aquisição de bens, entre eles carros e motos.

Outros motivos estão ligados a qualidade, velocidade para percorrer o trajeto por intermédio do transporte público e a confiabilidade do sistema.

"O maior problema é que a qualidade do transporte público oferecida está muito aquém do desejado e não é capaz de atrair o usuário do automóvel para o transporte coletivo", afirma o engenheiro e consultor de trânsito e transportes Adalto Martinez. Ele vê com preocupação o aumento da frota de veículos na cidade e diz ser necessário criar meios para gerenciar essa demanda, tais como o pedágio urbano e a restrição a estacionamento para dar mais fluidez ao tráfego.

SPTrans: capacidade dos coletivos aumentou em 21%

A SPTrans (empresa que gerencia o transporte público) informou que dos cerca de 15 mil ônibus, 61% (9.684) foram renovados ou trocados, o que elevou a capacidade para abrigar passageiros em 21%. No período de outubro de 2006 a outubro de 2010, houve aumento de 11% no número de passageiros.

A renovação inclui colocar veículos maiores em operação. Além disso, segundo a SPTrans, a Secretaria Municipal de Transportes está empenhada em aumentar a velocidade média dos coletivos em até 15%. Isso equivaleria à inclusão de 2.250 ônibus à disposição (já que eles rodam mais rápido e, teoricamente, passam mais vezes nas paradas). Com isso, há uma reorganização do sistema.

A SPTrans prevê ainda reduzir a sobreposição de linhas, aumentando assim a velocidade média dos ônibus. Por isso, segundo a empresa, é possível aumentar a capacidade da frota, sem aumentar o número dos ônibus.

Consultor afirma que não adianta só aumentar quantidade de ônibus circulando, mas sim qualidade.




Fonte: Destak


READ MORE - São Paulo 7 Milhões de Carros, Frota particular cresce 34 vezes mais que ônibus

No Recife, Cartão VEM Infantil atinge 20 mil crianças beneficiadas

O Cartão Vem Infantil atingiu 20 mil cartões para crianças com até 06 anos de idade, ele foi lançado em outubro de 2009 com o intuito de amenizar os transtornos que as crianças passavam ao passar pela catraca, muitas ficavam sujas ao entrarem em contato com o piso dos ônibus.
Com o Vem Infantil, a criança pode rodar a catraca gratuitamente, deixando enfim aquele trabalho de se contornarem pela catraca, estes cartões tem validade até o tempo limite quando a crianças completa seus 6 anos, e não tem limites de viagens diárias, ou seja, a criança pode passar por diversa vezes na catraca.
Para adquirir o cartão VEM Infantil, basta comparecer neste endereço abaixo:
Local de Cadastramento – em regime permanente:
Gerência Comercial do Grande Recife
Endereço: Av. Agamenon Magalhães, 143 – Derby
Horário: 8h às 16h.

Documentos necessários para solicitar o cartão: certidão de nascimento da criança (cópia e original); carteira de identidade ou profissional dos pais ou responsável legal (cópia e original); comprovante de residência (cópia e original) e foto (é necessário que a criança compareça até a Gerência Comercial do Grande Recife para ser fotografada).
Informações: Imprensa Grande Recife


READ MORE - No Recife, Cartão VEM Infantil atinge 20 mil crianças beneficiadas

Apenas 37% dos pontos de ônibus de São Paulo têm cobertura

Além de enfrentar a lotação e o mau humor de motoristas e cobradores, os paulistanos que usam o transporte coletivo precisam esperar o ônibus debaixo de chuva ou sol forte. Das 19 mil paradas existentes na cidade, só 7 mil possuem cobertura, segundo a SPTrans. Desses, 4.000 contam com assentos para que os usuários possam aguardar sentados.

Além de quase dois terços (63%) dos pontos não terem abrigo, os equipamentos sofrem com a falta de manutenção. Muitos estão pichados e sujos. E entre os cobertos, muitos estão com o teto danificado.

Isso ocorre porque um projeto que prevê a publicidade nos relógios e pontos de ônibus em troca da instalação e manutenção dos equipamentos está parado há mais de um ano na Câmara Municipal. E não deve ser votado tão cedo.

A SPTrans diz que aplica R$ 700 mil por mês na manutenção de pontos e que diariamente equipes de fiscalização saem às ruas para identificar problemas, causados principalmente por vandalismo. O órgão afirma ainda que, nos casos emergenciais, os danos são reparados em até 24 horas.


Fonte: eBand

READ MORE - Apenas 37% dos pontos de ônibus de São Paulo têm cobertura

DF: TCB tenta usar ônibus de luxo para linha do aeroporto

Os veículos novos e luxuosos que farão a ligação do Aeroporto Juscelino Kubitschek ao Setor Hoteleiro estarão prontos para circular até o fim de abril. A previsão foi feita pelo Secretário de Transportes, José Walter Vazquez Filho, durante uma cerimônia no Palácio do Buriti na tarde de ontem. Segundo ele, os ônibus já estão em Brasília, mas ainda precisam ser regularizados. “Eles estavam completamente adesivados com imagens muito bonitas da cidade, mas quando tentamos emplacá-los, fomos avisados que um percentual do veículo deveria ser mantido intacto. Então, tiramos todos os adesivos e estamos recolocando dentro da cota permitida”, explicou o secretário.

Vazquez afirmou que os veículos serão equipados com televisão, internet e ar condicionado, com tarifa de R$ 8. A decisão de comprar os ônibus partiu da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB). A empresa pagou R$ 446 mil por unidade, totalizando R$ 2,23 milhões. As cinco unidades foram adquiridas por meio de pregão eletrônico. A nota de empenho em favor de uma revenda de veículos da marca alemã Mercedes-Benz foi emitida em 17 de agosto de 2010. A primeira viagem partirá do terminal aéreo às 5h30 e a última, às 23h30. Os veículos passarão pelos eixos W e L, pela Rodoviária do Plano Piloto e pelos setores hoteleiros Norte e Sul. O percurso (ida e volta) terá duração de 80 minutos.

Essa é a segunda tentativa de criar uma linha executiva ligando o aeroporto aos principais hotéis da capital, como é comum acontecer nas principais cidades do país e do mundo. Da primeira vez, em julho de 2008, a TCB também comprou cinco veículos de luxo, por R$ 332 mil cada. Mas bastou um protesto dos taxistas que monopolizam o transporte no terminal aéreo para que o projeto fosse engavetado.
 


READ MORE - DF: TCB tenta usar ônibus de luxo para linha do aeroporto

Em São Paulo, Estação Butantã abre hoje; metrô soma agora 61 estações

O Metrô abre hoje a terceira estação da Linha 4 - Amarela: a Butantã. Inicialmente ela irá funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. É a 61ª estação do sistema, que agora tem 70,6 km de extensão.

A partir de hoje o usuário poderá entrar na estação Paulista e percorrer os 5,2 km já prontos da linha, de um total previsto de 12,8 km. Além das duas, está em operação a estação Faria Lima. A estação Pinheiros, a quarta da linha, deve ser inaugurada até maio.

A partir de amanhã a SPTrans coloca em operação duas linhas de ônibus a partir da estação Butantã: a linha 8012/10 (Metrô Butantã - Cidade Universitária) e a linha 7458/21 (Metrô Butantã - Estação da Luz). As duas vão operar das 8h às 15h.



Fonte: Destak

READ MORE - Em São Paulo, Estação Butantã abre hoje; metrô soma agora 61 estações

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960