Greve de ônibus amanhã no Rio de Janeiro

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Motoristas e cobradores de ônibus do Rio decidiram cruzar os braços a partir da meia-noite desta terça-feira. Eles optaram por uma paralisação de 24 horas numa assembleia realizada nesta segunda-feira. O movimento está sendo organizado pelo Sindicato dos Motoristas e Cobradores do Município do Rio de Janeiro, uma dissidência do Sindicato dos Rodoviários.
Segundo o presidente do sindicato, José Carlos Santana Sacramento, a expectativa é atingir 26 mil rodoviários, o que representa 85% do total. Os trabalhadores reivindicam aumento salarial de R$ 1.337 para R$ 1.731 para motoristas de ônibus e de R$ 689 para R$ 955 para cobradores, além de um piso salarial para funcionários das garagens igual ou superior a 60% dos salários dos motoristas.
- As negociações entre o sindicato e as empresas de ônibus começaram no dia 5 de janeiro, mas não avançaram. Nosso prazo para concluir essa negociação era hoje. Vamos nos reunir uma assembléia e resolver juntos que caminho tomar - diz o sindicalista.
Em nota, o Rio Ônibus (sindicato das empresas de ônibus do município do Rio) informou que está tomando as providências cabíveis para evitar uma possível greve. Entre as medidas estão inclusive as que se relacionam com a responsabilização criminal "dos que impedirem o adequado funcionamento de um serviço público de caráter essencial para a população". ( Leia a íntegra da nota )
Segundo os empresários, uma pequena parcela de rodoviários do Rio está distribuindo panfletos pela cidade anunciando uma paralisação de 24 horas, caso as empresas concessionárias de ônibus deste município não discutam uma pauta de reivindicações por ela preparada. "O Rio Ônibus nunca se furtou ao diálogo com a categoria. Contudo, não é admissível que a cidade e sua população sofram com uma paralisação absurda e ilegal, decidida ao arrepio da Lei" diz a nota, que conclui: "O grupo de rodoviários que está à frente da paralisação não tem representatividade sindical, respaldo legal ou legitimidade para encaminhar qualquer pauta de reivindicações".
No ano passado, uma paralisação de profissionais ligados a esse sindicato deixou mais de 100 mil usuários sem transporte coletivo.

READ MORE - Greve de ônibus amanhã no Rio de Janeiro

Começa amanhã a ativação do cartão RioCard Escolar para alunos do Rio

Do dia 1º de fevereiro ao dia 2 de março, os alunos da rede pública municipal de ensino da cidade do Rio devem ativar o seu cartão RioCard Escolar para usá-lo na volta às aulas. O atendimento aos estudantes será feito em 20 postos, que vão funcionar em ônibus identificados, em diversos bairros. A medida é necessária para que a gratuidade tenha validade nos ônibus. Quem ainda não tem o cartão deverá ir a escolas que serão definidas para tirar a foto para o cartão, a partir do dia 14 de fevereiro.


Quem tem direito
Alunos da rede pública municipal de ensino da cidade do Rio.

Prazo
Do dia 1º de fevereiro ao dia 2 de março.


Atendimento
Será feito em 20 postos, instalados em ônibus devidamente identificados, das 7h às 19h.


Onde ir
A relação dos endereços pode ser consultada no site http://www.riocard.com/, nas escolas municipais ou nos postos RioCard.


Como fazer
O próprio aluno deve ir ao posto de atendimento com o cartão antigo, que deve estar em boas condições (com as informações legíveis e não pode estar quebrado ou empenado). Após esta ativação, as próximas serão feitas em um dos postos RioCard existentes na cidade.


Quem ainda não tem o RioCard Escolar
A partir do dia 14 de fevereiro, o aluno deverá ir a uma das 20 escolas definidas, das 8h às 17h, para tirar a foto para o cartão. Os endereços estão no site http://www.riocard.com/ e nas escolas. O cronograma de atendimento será feitp de acordo com a letra inicial do nomedo aluno. As datas podem ser consultadas no site http://www.riocard.com/. É preciso levar carteira de identidade ou original da certidão de nascimento.


Atenção!
A partir deste ano, todos os alunos da rede pública municipal de ensino da cidade do Rio de Janeiro terão de ter o cartão RioCard Escolar, que valerá não apenas para a gratuidade no transporte coletivo, como também para o controle de presença nas escolas.

Fonte: Extra Globo

Share |
READ MORE - Começa amanhã a ativação do cartão RioCard Escolar para alunos do Rio

Impasse entre DFTrans e Fácil continua

O impasse entre a empresa Fácil, que administra o Passe Livre Estudantil no Distrito Federal, e o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) continua nesta segunda-feira (31/01). O cadastro de alunos e a recarga dos cartões está suspensa desde a última terça-feira (24/01) e os estudantes de toda a rede de ensino do DF estão prejudicados. Se o problema não for resolvido até esta terça-feira (01/02) o Movimento Estudantil promete começar uma onda de protestos.

De acordo com o coordenador de Comunicação do Diretório Central dos Estudantes da Universidade de Brasília (DCE/UnB), Yuri Soares Franco, uma reunião para definição estratégica das próximas ações do movimento será realizada às 18h. Entre os assuntos em pauta, a data e locais dos possíveis protestos devem ser definidos. "Se eles fecham as portas dos gabinetes nós fechamos as ruas da cidade", diz o estudante.

O DFTrans analisa desde o último sábado (29/01) planilhas referente ao Passe Livre e o trabalho ainda não terminou. A única definição divulgada pelo governo é que os "estudantes não serão prejudicados". Os 110 mil alunos que dependem do sistema esperam que uma reunião entre o DFTrans e a Fácil seja realizada até o fim da semana para que o impasse seja desfeito, uma vez que as aulas das escolas particulares já começaram.


READ MORE - Impasse entre DFTrans e Fácil continua

Em BH, Volta às aulas, volta ao caos

A tranquilidade das últimas semanas no trânsito de Belo Horizonte está com os dias contados. É que nesta semana recomeçam as aulas nas escolas públicas e particulares da capital e, segundo a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), cerca de 42 mil veículos voltam a circular todos os dias apenas no centro da cidade, delimitado pela avenida do Contorno.

No total, serão 470 mil carros transitando apenas na região central. Os números são baseados em uma estimativa da BHTrans - em períodos de férias há uma redução de 9% na frota de veículos que trafegam diariamente na cidade.

Para aqueles que precisam enfrentar as filas de carros e ônibus, o reinício das aulas é sinônimo de transtono. É o caso do estudante de direito Alexandre de Jesus, 31. Apesar de morar em Contagem, na região metropolitana, ele trabalha e estuda na capital, onde passa a maior parte do dia. "Circular pelas ruas fica insuportável. Os engarrafamentos nas avenidas ficam muito maiores".

Para Alexandre, a falta de educação dos motoristas é um agravante do problema. "Eles param em fila dupla, desrespeitam as leis de trânsito", criticou. O estudante calcula que, se não fossem os engarrafamentos, conseguiria fazer as mesmas tarefas do dia a dia na metade do tempo.

O taxista Giuliano de Oliveira, 31, que costuma passar 11 horas por dia no trânsito de Belo Horizonte, afirma que o pior horário é o fim da tarde e início da noite - das 17h às 19h -, quando os pais saem do trabalho e buscam os filhos na escola. "As pessoas ficam mais agitadas, querendo descansar. Nesse horário, o trânsito fica até mais perigoso. A gente tem que ficar mais atento para evitar acidentes", afirmou.

Impacto. Para o engenheiro civil e mestre em transporte Silvestre de Andrade, os impactos da volta às aulas para a cidade vão além do aumento no número de carros nas ruas. Ele explica que, somado a isso, há uma redução da capacidade do fluxo de veículos nas ruas e avenidas no entorno das escolas.

"Além das pessoas que voltam de férias e passam a circular pela cidade, há o trânsito nas ruas próximas das escolas. São pais que param seus carros para deixar os filhos nas escolas. Eles ficam em fila dupla, isso tumultua a cidade e dificulta a circulação. Nas escolas dos grandes corredores de tráfego, esse impacto é ainda maior", explicou.

Um levantamento da BHTrans mostra que na avenida do Contorno, por exemplo, circulam diariamente 80 mil veículos. Na avenida Afonso Pena, são 70 mil e, na Amazonas, 60 mil. Ainda segundo Silvestre, não há uma única medida para resolver o problema, mas sim uma série de ações que poderiam amenizar a situação do trânsito de Belo Horizonte.

"Uma alternativa para o trânsito, já saturado, seria aumentar o número de vans escolares. Com mais pessoas em um veículo, teremos menos carros nas ruas. Outras melhorias são o aumento na fiscalização, a realização de trabalhos educativos, além da punição rigorosa aos motoristas infratores", ressaltou Silvestre.
Fonte: O Tempo

READ MORE - Em BH, Volta às aulas, volta ao caos

Ônibus automatizados comecam a rodar está semana da Região Metropolitana do Recife

Começam a circular esta semana na Região Metropolitana do Recife,  30 novos ônibus totalmente automatizados e adaptados, a empresa Itamaracá de transportes em parceria com a volkswagem, adquiriu estes ônibus para renovar sua frota e é claro, atender melhor o usuário.
O motorista terá um equipamento sem marcha alguma, é só acelerar que o ônibus aciona a devida marcha no momento certo. Segundo o diretor da empresa Paulo Gibson, esses ônibus automáticos vão evitar os famosos arranques dos maus motoristas, isso porque a saída do ônibus será de forma linear, ou seja, o aceleramento é padrão, o que vai de certa forma evitar acidentes dentro do coletivo. O diretor ainda falou que a empresa transporta cerca de 190 mil pessoas por dia. O presidente da empresa, o Sr Alfredo bezerra leite esteve no lançamento e agradeceu as lideranças comunitárias presentes.
O ônibus também esta equipado com um dispositivo limitador de velocidade, na qual a ultrapassagem de 65 km/h fará com que este equipamento acione um alerta sonoro.
Os 30 novos ônibus adaptados e automatizados irão atender as linhas:
Linhas Perimetrais
913: PE-15 (Joana Bezerra) *08 Ônibus
914: PE-15 (Afogados) *05 Ônibus
964: Igarassu/Macaxeira *01 Ônibus
Linhas Radiais
915: PE-15 (Prefeitura) *05 Ônibus
915: PE-15 (Rua do Sol) *01 Ônibus
Linhas Alimentadoras
968: Ilha de Itamaracá *09 Ônibus
901: Caetés/Macaxeira *01 Ônibus

Fonte: Meu Transporte



Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

Share |
READ MORE - Ônibus automatizados comecam a rodar está semana da Região Metropolitana do Recife

Em vez de mais investimentos em Transporte Público, Prefeitura de São Paulo quer via rápida para carros

Vias expressas em formato de anéis ou de eixos viários que cortam São Paulo, além de dois corredores, paralelos à marginal Tietê, são as apostas do prefeito Gilberto Kassab (DEM) para reduzir congestionamentos e melhorar a qualidade do ar.
O plano, sintetizado pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), foi entregue ao governo de SP como parte de um trabalho para discutir mudanças na forma de monitorar a poluição atmosférica.
O principal ponto do projeto, que não prevê datas nem custos, é a consolidação de cinco anéis viários, formados por vias existentes ou previstas em projeto.
O objetivo principal, diz a companhia, é reduzir as filas diárias de congestionamentos dos atuais 140 km, em média, para 90 km (queda de 35,7%).
A ideia --uma reedição de plano do prefeito Figueiredo Ferraz, nos anos 1970,-- é criticada por especialistas.
"Se é para reduzir a circulação de automóvel e a poluição, temos de fazer uma outra coisa que é fundamental: aumentar e qualificar a oferta de transporte público", afirma Ailton Brasiliense, presidente da ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos).


READ MORE - Em vez de mais investimentos em Transporte Público, Prefeitura de São Paulo quer via rápida para carros

Sistema de transporte público de São José dos Campos terá mais uma linha integrada

A partir de terça-feira, dia 1, o sistema de transporte público de São José dos Campos terá mais uma linha integrada, que atenderá a região leste da cidade.

A linha 244 -Jardim São josé/Terminal Central estará integrada a todas as outras linhas do sistema de transporte.
A cidade conta, hoje, com 86 linhas no sistema de transporte. Dessas 86 linhas, 37 são integradas, o que permite o uso do cartão eletrônico e o pagamento de apenas uma passagem, no mesmo sentido de deslocamento, no prazo máximo de duas horas.
Para obter o cartão eletrônico, o usuário deve procurar o Consórcio São José de Passes (Avenida Rui Barbosa, 15, centro).
Serviço
Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 0800- 772-7730.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 7h às 19h e aos sábados das 8h às 13h. A primeira via do cartão é gratuita.

Fonte: Prefeitura de São José dos Campos

Share |
READ MORE - Sistema de transporte público de São José dos Campos terá mais uma linha integrada

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960