Greve no transporte coletivo de Blumenau é aprovada e pode ter catraca livre

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Em três assembleias ocorridas nesta terça-feira, cerca de 600 motoristas e cobradores rejeitaram a proposta de acordo do Consórcio Siga e aprovaram o estado de greve. Nesta quarta, será protocolado o resultado das assembleias na prefeitura, no Consórcio Siga e no Ministério Público do Trabalho para começar a contar o prazo de 72 horas previsto em lei federal para o início das paralisações.

O diretor do Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo de Blumenau e Gaspar (Sindetranscol), Marciano Arcanjo, diz que o resultado das assembleias já era esperado e garante que a partir desta quarta-feira uma comissão vai se reunir para organizar como será a greve no transporte público.

— Com o resultado da negativa à proposta, agora vamos oficializar nossa decisão e começar a organizar novas ações — explicou.
O diretor do Sindicato comentou também a possibilidade de realizar a greve de uma maneira diferente, sem a paralisação dos ônibus:
— O estado de greve será oficializado nesta quarta-feira, a partir de sábado podemos parar. Estamos analisando fazer greve com a catraca livre, ainda não sabemos se é possível, mas é uma ideia para não prejudicar a população — explica.

O Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo de Blumenau e Gaspar (Sindetranscol) tem 72 horas para avisar o início da greve (até sábado dia 03/12/11), mas lembrando que eles tem até 30 dias para entrar com a greve, portanto a greve poderá acontecer dentro do mês de dezembro sem data certa.de Jaime Batista da Silva
 
Nesta terça-feira dia 29/11/11 aconteceram 3 assembleias no Sindicato na rua Érico Hoffmann, 70 bairro Garcia. Mais de 600 motoristas e cobradores estiveram presentes nestas assembleias. E agora a noite às 19h foi realizada a última assembleia.


Informações: portal.radiobailao.com

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960