No Grande Recife, Trens a diesel serão substituidos pelo sistema VLT

quarta-feira, 27 de julho de 2011


Depois dos ônibus elétricos, os pernambucanos vão ver mais um sistema de transporte entrar para a história, é que está perto a aposentadoria dos trens a diesel como forma de transporte de passageiros na Região Metropolitana do Recife, estes trens fazem o percurso Cabo-Cajueiro Seco e Curado/Cajueiro Seco serão trocados por um sistema moderno e mais econômico.

Trata-se de um trem de superfície que possui duas composições movidas a diesel. Esse VLT é um sistema de grande relevância social por beneficiar um contingente populacional de baixa renda e oferecer condições de segurança, rapidez e pontualidade, além da reformulação do sistema urbano – em especial na questão da requalificação do transporte intermunicipal – e aproveitamento da infraestrutura ferroviária existente, que estava subutilizada há muitos anos.

Cada composição do VLT é formada por dois carros equipados com ar condicionado, com passagem tipo gangway e capacidade de transporte de 330 passageiros.





O novo sistema de transporte leve sobre trilhos (VLT), onde segundo o METROREC o primeiro VLT já foi entregue e encontra-se em testes. Os seis restantes VLTs serão entregues ao longo dos próximos dois anos.

As obras para recuperação e duplicação do trecho ferroviário entre as estações de Cajueiro Seco e Cabo já foram iniciadas. As obras levaram dois anos para sua conclusão. Os VLT provavelmente começarão a funcionar a partir do 2º semestre de 2012, em substituição aos trens DIESEL.


Informações: Blog Meu Transporte

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960