Governo abandona projeto de metrô leve na Baixada Santista

sábado, 19 de março de 2011

Depois de 11 anos de promessas, o governo do Estado de São Paulo abandonou o projeto de implantação do VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos ou metrô leve), que integraria o SIM (Sistema Integrado Metropolitano) na região da Baixada Santista. O projeto já havia perdido credibilidade depois que a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) declarou a licitação do VLT deserta em fevereiro deste ano.

Em visita à região na última semana, o governador Geraldo Alckimin confirmou que encaminhou à CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) a proposta de criar um trem regional.

Segundo o governo do Estado, a medida ampliaria ainda mais a prestação de serviços, uma vez que o VLT consistia em um tronco de ligação rápida apenas entre Santos e São Vicente, e o trem serviria também as demais cidades da região. Procurada pela reportagem, a CPTM não soube informar detalhes da proposta. O responsável pela análise de projetos da empresa também não foi localizado.

Além do VLT, outro antigo plano para a região pode não sair conforme o anunciado. De acordo com o governo do Estado, além da construção de uma ponte estaiada ligando Santos e Guarujá, a proposta da Ecovias de criar uma ligação entre as duas margens, que serviria apenas aos caminhões, também está em análise pela Secretaria Estadual de Logística e Transportes de São Paulo.


Fonte: eBand



0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960