Ônibus híbrido elétrico é apresentado no Rio

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Com o objetivo de incentivar a adoção pelo mercado de transporte coletivo urbano, de tecnologias limpas, capazes de reduzir a emissão de gases do efeito estufa em mais de 30%, foi apresentado, nesta segunda-feira, no Restaurante Porcão Rio's, no Aterro do Flamengo, um ônibus híbrido elétrico, financiado pela Fundação Clinton, do ex-presidente dos EUA Bill Clinton, com recursos de US$ 1,5 milhão do Banco Interamericano de Desenvolvimento. O coletivo da Volvo será testado na linha 172 (Rodoviária - Leblon), operada pelo Consórcio Intersul.
A parceria, inédita no campo do desenvolvimento sustentável, é da Prefeitura do Rio de Janeiro, da Federação das Empresas de transportes de passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), da Volvo e da Fundação Clinton, através da Clinton Climate Initiative.
Foi assinado também no encontro, um convênio de cooperação técnica entre a Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Fetranspor. O convênio visa à elevação do desempenho ambiental do setor de transportes; à promoção de experiências com combustíveis alternativos e de tecnologias mais limpas. Além disso, o acordo vai tratar de temas como o monitoramento e controle da poluição sonora; o licenciamento ambiental das empresas de ônibus e o apoio à implantação de um núcleo de educação ambiental no Parque Municipal da Catacumba.
Segundo a Volvo, testes na Europa revelaram economia de 35% no consumo e corte de 80% a 90% no lançamento de gases poluentes no ar. As negociações entre a Fetranspor e a Fundação Clinton duraram cerca de um ano. Segundo o diretor de operações da Fetranspor, Guilherme Wilson, o teste deve durar, no mínimo, dez semanas, período em que serão avaliados emissão de gases poluentes, consumo e performance do veículo. Os ônibus híbridos são 40% mais caros do que os comuns, porém a sua vida útil pode ultrapassar os 25 anos.


Fonte: O Globo
READ MORE - Ônibus híbrido elétrico é apresentado no Rio

Londres planeja frota de ônibus híbridos para cortar emissões de carbono

8.000 ônibus de Londres estão a receber uma reforma ecológica em um esforço para reduzir as emissões de carbono na capital pelo quarto durante a próxima década.
Ken Livingstone, prefeito de Londres, quer que todos os novos ônibus a partir de 2012 para ser executado em motores híbridos, que geram dióxido de carbono de 40% menos do que seus antecessores movidos a diesel. O objetivo é colocar 500 ônibus híbridos nas estradas de Londres a cada ano, com o objectivo de criar uma frota verde. "Nós levamos muito a sério o nosso papel na redução das emissões de CO2 e combater as alterações climáticas", disse Peter Hendy, o comissário de transportes de Londres. "Estamos enviando uma mensagem clara para Londres e do setor dos transportes que nós somos sérios sobre isso."
Ônibus híbrido utiliza uma bateria, apoiados por um motor a diesel.
Um estudo de seis ônibus híbridos teve problemas em Londres, este ano, quando os motores a diesel superaquecido, forçando a retirada temporária dos veículos, que decorreu na rota 360 entre Elephant and Castle e Kensington.
O transporte é um importante contribuinte para as emissões de gás carbônico, responsável por 20% de todo o CO2 gerado pelo capital. Ônibus criar cerca de 5% de todas as emissões provenientes dos transportes.
Uma frota totalmente híbrido iria produzir 200.000 toneladas de carbono menos a cada ano. Londres é com o objetivo de reduzir as suas emissões de carbono em 20% até 2020, subindo para 60% até 2050, níveis que estão em linha com as metas do governo de carbono. Tony Bosworth, militante de transporte na Amigos da Terra, saudou a iniciativa, mas pediu Transport for London para adoptar mais ônibus movidos por células combustíveis de hidrogênio, que não emitem carbono. "Reduzir as emissões dos ônibus é uma parte importante da luta contra as alterações climáticas. Ônibus híbridos são um bom passo na direcção certa, mas esperamos Transport for London  vai aumentar a quantidade de ônibus com emissão zero movidos a hidrogénio que eles usam."
Transport for London espera sua frota all-verde para incluir ônibus movidos a biocombustível, bem como híbridos e veículos movidos a hidrogénio. Ele espera para subsidiar a introdução de mais ônibus híbridos no próximo ano, em parceria com uma das operadoras de ônibus da capital. No entanto, não se pode acelerar o programa, pois os fabricantes não produção em massa de modelos híbridos, devido à falta de demanda.
Transport for London espera que a metas de 2012, apoiado por subsídios do contribuinte, vai impulsionar a produção de autocarros mais eficientes.
Fonte: Guardian
READ MORE - Londres planeja frota de ônibus híbridos para cortar emissões de carbono

Teatro nos terminais: SPTrans faz parceria para levar entretenimento e cidadania aos passageiros de ônibus na Capital

A partir de segunda-feira, dia 6 de dezembro, haverá apresentações teatrais em 11 terminais e em mais de 100 ônibus que circulam na Cidade para veicular, de forma criativa e cômica, mensagens sobre o tema "Cidadania no Transporte: quando todos colaboram, todos viajam melhor". O evento faz parte da parceria firmada entre a SPTrans e o grupo teatral Parlendas, que vai representar cenas sobre educação e cidadania, principalmente dentro dos veículos, abordando temas como: respeito ao assento preferencial; gentileza nas filas; uso de mochilas e bolsas; volume dos aparelhos sonoros; conversa alta ao celular, conscientizar a não jogar o lixo pela janela, entre outros assuntos do dia-a-dia de quem usa o transporte coletivo.

Sem atrapalhar ou atrasar as atividades nos terminais, dois palhaços vão entrar nos ônibus que estão parados no terminal e criar cenas que devem provocar a discussão de vários problemas encontrados no dia-a-dia. O objetivo é provocar reflexões sobre o comportamento cidadão e da responsabilidade social de cada um em relação ao próximo e mostrar que a preocupação com o coletivo e com o ambiente gera melhorias efetivas a todos os passageiros.

"Um gesto faz a diferença e se cada um melhorar a postura individual, o todo se modifica. A educação e o bom senso podem evitar milhares de problemas. O sorriso e a gentileza são também grandes passos para diminuir o stress. O local mais adequado para a conscientização é o próprio ambiente em que os problemas acontecem, pois ali as pessoas identificam e apontam os problemas", salienta Natália Siufi, produtora do grupo teatral.

Agenda das apresentações:

- Dia 6/12
Terminais
Pirituba: das 7h30 às 9h;
Lapa: das 10h30 às 12h;
Bandeira: das 16h às 17h30

- Dia 7/12
Terminais
A. E. Carvalho: das 7 às 8h30;
Princesa Isabel: das 16h às 17h30

- Dia 8/12
Terminais
Capelinha: das 6h30 às 8h;
Parque D. Pedro: das 16h30 às 18h

- Dia 9/12
Terminais
Varginha: das 6h30 às 8h;
Sacomã: das 17h às 18h30

- Dia 10/12
Terminais
Campo Limpo: das 6h30 às 8h;
V.N. Cachoeirinha: 17h às 18h30

Fonte: Prefeitura de São Paulo
READ MORE - Teatro nos terminais: SPTrans faz parceria para levar entretenimento e cidadania aos passageiros de ônibus na Capital

Poços de Caldas: Concessionária quer aumento de 40% nas passagens

O preço da tarifa do transporte público de Poços de Caldas tem causado um impasse entre a empresa responsável pelo serviço na cidade e a prefeitura. Pela proposta da concessionária, a passagem sofreria um reajuste de quase 40%: passaria de R$ 2 para R$ 2,75. A administração do município não concorda com o aumento.
Em um comunicado publicado nos principais jornais da cidade, o Auto Ônibus Circullare apresentou os motivos que levaram a empresa a pedir esse aumento no valor da passagem. Entre eles estão os investimentos em março deste ano para a implantação do Sistema Integrado de Transporte. De acordo com a concessionária, o novo serviço acumulou um prejuízo de R$ 4 milhões. A Circulare ainda fez um alerta no comunicado: se o reajuste não for aceito, a empresa vai reduzir linhas e demitir funcionários.

Fonte: EPTV
READ MORE - Poços de Caldas: Concessionária quer aumento de 40% nas passagens

Em Fortaleza, Transporte coletivo é alvo de desrespeito e falta de cidadania

O Grande Circular II está lotado bem fora do horário de pico. Por volta das 11h30min, Tânia Freire, 29, grávida de seis meses, sobe bem próximo ao Terminal Papicu e não consegue lugar. Ela fica encostada na cadeira amarela, a de prioridade. Mas o garotinho de 10 anos, no assento, não oferece o lugar.

“É de rotina (ir em pé)”. Mas não deveria ser. “Nem sempre tem cadeira e tenho que ir em pé. Falta coragem para exigir (os direitos)”, diz ela, enquanto tenta se equilibrar no ônibus, apertado de passageiros. O menino finge que não ouve os apelos da repórter. Só então o senhor, ao lado do garotinho, oferece a cadeira.

O espaço coletivo é mais que propício para o exercício da cidadania. Em Fortaleza, entretanto, é exatamente o contrário que ocorre. Das 6 horas às 8h30min, é fácil encontrar em cada um dos Terminais de Integração empurra-empurra e filas sendo desrespeitadas. É habitual, quase ninguém reclama. Às 7h30min de uma segunda, no Terminal Conjunto Ceará, a fila da linha Conjunto Ceará/ Aldeota é um caos. No espaço reservado para as duas fileiras, há quatro. Na fila de prioridade, há adolescentes. Quando o ônibus chega, é o salve-se quem puder. “Falta levar a gente!”, reclama uma senhora. Um adolescente aproveita o descuido de uma moça na fila e rouba o lugar.

“A ‘consciência’ é tanta que a pessoa do idoso fica em pé, é empurrada. Esses jovens têm de que se lembrar que um dia vão envelhecer também”, lamenta o aposentado Antônio de Moreira Braga, 64. “É cada vez mais normal ver jovens sentado nessas cadeiras (de prioridade)”, diz. A sorte dos idosos, segundo o aposentado, é que alguns motoristas vão em socorro das pessoas com prioridade. “Teve um dia que o motorista disse que só saía quando eu me sentasse. Num instante uma mocinha deu o lugar”.

Fonte: O Povo Online
READ MORE - Em Fortaleza, Transporte coletivo é alvo de desrespeito e falta de cidadania

Zona Sul e Zona Leste de São Paulo brigam por investimentos em transporte público

A realização de jogos do Mundial de 2014 em São Paulo virou um quebra-cabeças cada vez mais difícil de montar. A cidade segue sendo a única entre as sedes que não tem definido um plano de ação para o evento. Embora tudo indique que o anunciado novo estádio do Corinthians será o palco dos jogos na capital, as indefinições que cercam o início do projeto começam a inquietar quem acreditava que esse assunto estivesse resolvido.

O lançamento do edital para construção da Linha Ouro do Metrô, que ligará a estação São Paulo-Morumbi ao Aeroporto de Congonhas e à Linha Azul, Norte-Sul, até 2013, é um elemento a mais a lançar dúvidas se essa disputa está de fato ganha pelo Corinthians ou se ainda há possibilidade de o São Paulo virar o jogo.

Afinal, a construção da nova linha revela que o governo estadual não abriu mão de seu projeto original de melhorias na cidade. Ele foca a Zona Sul, onde está localizado o estádio do Morumbi – que foi descartado pela Fifa para o Mundial –, e não a Zona Leste, onde será erguida a Arena Corinthians. E era parte do pacote de argumentos apresentado à Fifa em favor do Morumbi.

A justificativa do governo é que a ligação do Aeroporto de Congonhas à malha metroviária e à Linha Esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) já fazia parte do plano de expansão e de integração do transporte público. Seria feita com ou sem Mundial em São Paulo. Ela terá um total de 18 estações e 21,5 quilômetros de vias elevadas, pelas quais correrão 28 trens do tipo monotrilho transportando cerca de 230 mil passageiros por dia.

O nome da construtora responsável pela construção da Linha Ouro será conhecido no dia 18 de novembro, quando serão abertos os envelopes contendo as propostas das concorrentes. A obra será iniciada tão logo seja conhecido o vencedor.

Enquanto a Zona Sul aumenta as suas credenciais para vencer as resistências da Fifa e ainda atrair o Mundial, a Zona Leste corre contra o tempo para angariar apoio e seduzir o poder público a investir na melhoria de sua infraestrutura. Ainda dá tempo de fazê-lo. Resta saber se existe vontade política para isso.

Fonte: De olho em 2014
READ MORE - Zona Sul e Zona Leste de São Paulo brigam por investimentos em transporte público

Rio de Janeiro e seu BRT

O BRT (Bus Rapid Transit) é um sistema de transporte público inovador, ambientalmente limpo e de alta capacidade, que opera em vias segregadas, levando a qualidade do transporte sobre trilhos para o transporte viário. O sistema, originalmente desenvolvido no Brasil, é utilizado atualmente em várias cidades no mundo, entre elas Pequim (China), e se mostrou eficiente em corredores de alta demanda ao redor do mundo.
De acordo com uma análise conduzida pela Federal Transit Administration (EUA, 2006), a relação custo-benefício do sistema BRT é considerável (de 10 a 14% do investimento para um sistema viário semelhante de alta capacidade). O Brasil possui extensa experiência no planejamento, construção e operação do BRT.
Para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016, serão construídos três sistemas BRT, conectando as zonas sul e norte da cidade à região da Barra da Tijuca, nas seguintes linhas:
  • Corredor T5: Corredor exclusivo de ônibus articulado, de grande capacidade, localizado em uma conexão rodoviária de 28 km, com quatro pistas de rolamento e zonas de acostamento, ligando a Zona Norte à Barra da Tijuca.
  • Barra – Zona Sul: Corredor exclusivo de ônibus articulado, de grande capacidade, em um trecho de 29 km com duas pistas de rolamento e zonas de acostamento, ligando a Zona Sul à Barra da Tijuca.
  • Ligação C: Corredor exclusivo de ônibus articulado, de grande capacidade, situado no canteiro central de uma rodovia de 15 km, com seis pistas de rolamento e zonas de acostamento, ligando a Zona Oeste à Barra da Tijuca.
Fonte: Portal da Transparência
READ MORE - Rio de Janeiro e seu BRT

Obras de mobilidade preparam Salvador para a Copa do Mundo 2014

Com o objetivo de dar mais fluidez ao trânsito e capacitar a cidade para sediar a Copa de 2014, o governo do Estado vem investindo em diversas obras de mobilidade urbana. Após dois anos do início das obras da Via Expressa Baía de Todos-os-Santos, a população de Salvador já sente as melhorias no tráfego, principalmente após a liberação do conjunto de viadutos na Rótula do Abacaxi.

Realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), a Via Expressa tem como objetivo a ligação direta entre o porto e a rodovia BR-324, facilitando o trânsito de veículos de cargas entre os dois pontos, como também o descongestionamento de áreas críticas da cidade.

Com investimentos de R$ 400 milhões, a obra da Via Expressa foi dividida em sete etapas e seu projeto inclui 14 viadutos, quatro passarelas, três túneis e uma ciclovia. A obra, porém, não se ateve apenas à questão da trafegabilidade e, por ser de caráter tão abrangente, as nuances ambientais, sociais e paisagísticas foram detalhadamente analisadas.

Outra grande obra de mobilidade urbana é o corredor exclusivo BRT Aeroporto/Acesso Norte. O recurso para a obra já foi garantido com o investimento de mais de R$ 570 milhões, sendo aproximadamente R$ 542 milhões, sob a forma de financiamento concedido pela Caixa Econômica Federal, com recursos do FGTS, e R$ 28,5 milhões de contrapartida do governo do Estado.

Já foram garantidos também os recursos para a requalificação do entorno da Arena Fonte Nova. “A partir desses contratos vamos implantar viadutos e alças no entorno do estádio, além de criar rotas de pedestres com acessibilidade universal, facilitando o trânsito de pessoas e veículos na região”, destacou o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro.

READ MORE - Obras de mobilidade preparam Salvador para a Copa do Mundo 2014

Em Natal, Ônibus do Papai Noel retoma atividades

A Viação Noiva do Mar, dando continuidade ao seu projeto de responsabilidade social "Ônibus do Papai Noel", retomou suas atividades. O projeto que a empresa desenvolve há seis anos, tem como objetivo proporcionar momentos de alegria e diversão aos seus participantes, além de resgatar o espírito natalino da sociedade.

A programação do Ônibus na última sexta-feira foi a de atender as crianças da Creche Mansão da Paz, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dolores Garcia e da Escola Estadual de Ensino Fundamental Revocata Heloisa de Mello.
Segundo o gerente geral da Noiva do Mar, Eduardo Freitas, o Ônibus deste ano será todo iluminado, além de sua decoração interna e externa com motivos natalinos. "O projeto é um sucesso em todos os natais, no ano passado  atendeu por volta de sete mil pessoas, e a cada ano que passa esse número se mostra cada vez mais expressivo", completa
Freitas.

O Ônibus do Papai Noel realiza um trabalho assistencial nessa época do ano, levando a todas as pessoas que solicitam o seu serviço, para um passeio pela cidade, na companhia do Papai Noel, que é o próprio motorista do veículo, e da sua equipe composta por uma Mamãe Noel e um duende. O serviço é gratuito.
Assim, o ônibus atende às creches, às entidades, às escolas, às associações de bairros, aos hospitas, aos grupos de igrejas, entre outros.  Para solicitar o serviço do Ônibus, os interessados devem ligar para o número (53) 3293 4500, de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h e verificar a disponibilidade do veículo.

READ MORE - Em Natal, Ônibus do Papai Noel retoma atividades

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960