Ônibus híbrido começa a rodar em teste pelas ruas de São Paulo

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Começou a circular nesta segunda-feira na capital paulista o protótipo de um ônibus híbrido, que ficará em operação experimental por 15 dias. O veículo é movido por dois motores, um movido a óleo diesel e outro por uma bateria elétrica. Segundo a empresa fabricante, o sistema é cerca de 35% mais econômico do que o de um motor convencional e emite entre 80% e 90% menos poluentes.
O ônibus, que faz a linha entre Butantã (zona oeste) e Aclimação (região central), tem um motor elétrico, alimentado pela bateria, que é utilizado para dar partida e acelerar o veículo até a velocidade de 20 quilômetros por hora. O motor a diesel entra em operação quando o veículo atinge velocidades superiores. Existe ainda um sistema que recarrega as baterias utilizando a energia gerada pelo sistema de freios, uma tecnologia que já foi testada em carros da Fórmula 1.
Depois desse período de testes na cidade de São Paulo, o ônibus seguirá para uma nova fase experimental no Rio de Janeiro. Em março de 2011, o coletivo passará por testes definitivos nas ruas paulistanas. Se aprovado, a prefeitura deve autorizar a aquisição de 200 unidades para atender à população da maior metrópole brasileira.


Fonte: O Globo

Essa é a Notícia Nº 1000 do Estado de São Paulo neste Blog, um grande abraços a todos paulistas e moradores deste Estado que aos poucos vem dando prioridade ao transporte coletivo, mesmo ostentando ainda ser a cidade dos engarrafamentos gigantes. Mais Notícias de São Paulo
READ MORE - Ônibus híbrido começa a rodar em teste pelas ruas de São Paulo

Usuários pressionam e Catanduva ganha 12 novos ônibus

A empresa Jundiá, responsável pela concessão do transporte circular em Catanduva, cedeu à pressão dos usuários e trocou os 12 ônibus que estavam em circulação. Além disso, a empresa e a Secretaria de Transportes da cidade vão criar mais uma linha para os bairros.
As modificações transformam em uma nova rota a linha Jardim Salles com Theodoro. O Tarraf e o Flamingo ficam com rotas únicas.
“Essas duas são as linhas com maior número de usuários e com maior lotação. Resolvemos fazer essas alterações para melhorar o fluxo de pessoas”, diz Chedid.
Além das reclamações dos usuários, a prefeitura chegou a fazer um “pente fino” principais linhas para identificar as reclamações. “A demora de alguns circulares e a lotação em algumas linhas foram as principais reclamações. Eu mesmo peguei as rotas, como todo usuário, e falei com a população”, diz Garcia.
A Jundiá presta serviços na cidade há um ano e oito meses. Na licitação, entre as várias ordens de contrato, a empresa tem de colocar em circulação até 30 ônibus sem alterar o valor de R$ 2,10 cobrado pela passagem. ela não pode alterar esse valor com menos ônibus do que o combinado em contrato.
Hoje, circulam 22 ônibus em 16 linhas. Com a criação da linha Sales - Theodoro, passam a ser 17.
Se a empresa não cumprir com o programado, ela receberá multa de 1% sobre o valor da licitação — cerca de R$ 2,5 milhões (a multa seria aproximadamente R$ 20 mil)


Fonte: Rede Bom Dia
READ MORE - Usuários pressionam e Catanduva ganha 12 novos ônibus

Metrô Rio investe para melhorar ar-condicionado nas linhas 1 e 2

Esse sufoco, segundo a concessionária Metrô Rio, pode estar perto do fim. Até o início de novembro, todos os aparelhos de ar-condicionado da frota terão sido reformados.

Na linha 2, onde os passageiros mais sofrem com o calor, a promessa é de que a temperatura fique até 10 graus abaixo da exterior. Segundo a concessionária, a medida é emergencial para enquanto os novos trens, importados da China, não chegam. Já foram investidos no projeto R$17 milhões.

Na reforma foram trocados 364 condensadores de ar-condicionado. A peça é responsável por resfriar o ar quente da atmosfera, para que ele seja jogado dentro do trem resfriado. De acordo com o coordenador de Material Rodante da empresa, Everton Gonçalves, agora, a potência é maior.

— No verão passado, a temperatura na brita chegou a 72 graus. Nossos condensadores só suportavam até 60 graus. Acima disso, desarmavam. Esse foi o problema. Agora, mesmo com temperaturas altas desse jeito, o ar-condicionado não vai parar de funcionar — explicou.

Os novos trens encomendados da China estão previstos para chegar ao Rio no fim de 2011. Segundo a concessionária, as composições não terão problemas com o ar-condicionado por que os aparelhos são colocados na parte superior do vagão, diferentemente dos trens atuais, em que o equipamento fica próximo ao chão e, consequentemente, do calor. Além disso, a potência de cada aparelho será 33% maior do que a dos atuais.

PROJETO DA COPPE-UFRJ
Os passageiros da linha 2 do metrô foram os que mais sofreram com o calor, no verão passado, já que as composições circulam por cima da terra e sofrem a ação direta do sol. Para esses trens, a Coppe-UFRJ desenvolveu uma espécie de ventilador que vai ajudar a resfriar o condensador do aparelho de ar-condicionado.

— Vai funcionar como a ventuinha do radiador de um carro — explicou o coordenador de Material Rodante da empresa, Everton Gonçalves.

O trabalho na oficina da Metrô Rio começou em maio e, por dia, dois vagões são reformados. De acordo com a gerente de Relações Institucionais da concessionária, Rosa Cassar, por causa dos problemas ocorridos no verão passado, uma equipe de 45 pessoas foi contratada para atuar na área.

— Chamamos profissionais para integrar uma equipe permanente dedicada somente à manutenção de ar-condicionado, além dos 75 funcionários que trabalham na reforma. Também já temos estoques de peças para repor imediatamente no caso de problemas durante o verão — garantiu Rosa.

READ MORE - Metrô Rio investe para melhorar ar-condicionado nas linhas 1 e 2

Metrô de SP recebe mais um trem com ar-condicionado

O governador de São Paulo, Alberto Goldman, entregou hoje o 16º novo trem da Linha 2-Verde do Metrô (Vila Prudente - Vila Madalena). A nova composição segue o mesmo padrão dos novos trens já em operação, com ar-condicionado, câmeras de segurança internas e externas e portas mais largas para facilitarem o embarque e o desembarque.
Os novos trens fazem parte da expansão e modernização da rede metro-ferroviária. O objetivo é quadruplicar a rede com qualidade de metrô, passando de 60 quilômetros (2007) para 240 quilômetros. Desse total, 162 quilômetros são linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.

Fonte: Estadão
READ MORE - Metrô de SP recebe mais um trem com ar-condicionado

Novas estações do metrô invadem ruas de SP

Hoje, em um dia de sol, é impossível circular pela avenida Vital Brasil (zona oeste de SP) e ficar imune ao brilho cegante de uma enorme estrutura revestida em aço inox construída ali.
Não fosse o totem indicando que aquele edifício é a nova estação Butantã, da linha 4-amarela do metrô, o local poderia muito bem ser confundido com um centro comercial. Quatro de seus oito pavimentos são aparentes.
Projetadas para serem marcos na paisagem urbana, as novas estações das linhas verde e amarela projetam-se de forma ostensiva para fora do subterrâneo e causam forte impacto visual.
Também privilegiam a iluminação natural. As amplas cúpulas em estrutura metálica e vidro levam, em alguns casos, a luz do sol até a plataforma de embarque.
"Antes, as salas técnicas e operacionais ficavam enterradas. Os funcionários reclamavam de insalubridade, por isso projetamos para fora, com luz e ventilação naturais", afirma o chefe do departamento de projetos do Metrô, Ilvio Artioli.
Junto a isso, veio a redução de custos. Segundo o Metrô, o consumo de eletricidade já caiu 10%. Com economia de energia proveniente da iluminação natural e das novas escadas rolantes que diminuem sua velocidade quando não há usuários, o Metrô espera economizar, por ano, cerca de R$ 200 mil por estação.
Na rua Consolação, a estação Paulista, revestida com cerâmica azul e grades alaranjadas na fachada, ergue-se a uma altura de um edifício de quatro andares.

READ MORE - Novas estações do metrô invadem ruas de SP

João Pessoa terá mais ônibus opcionais nas ruas

Para estimular estas pessoas a utilizarem o transporte público, serão ofertados mais ônibus opcionais, com ar condicionado, poltronas confortáveis e sem superlotação. "Vamos fazer um debate com a sociedade. O sistema viário da cidade não comporta mais o número de veículos novos que estão chegando", disse. Está nos planos da STTrans fazer uma reestruturação no sistema de transporte, percorrendo vias que antes não eram atendidas pelos coletivos.

Quanto aos atrasos em algumas linhas, ele disse que é preciso saber a razão. Se for um fato esporádico, por conta de um episódio específico, não haveria necessidade de mudança. Qualquer alteração só será feita se ficar comprovado que o problema acontece diariamente. Em relação ao transporte intermunicipal, o diretor de Transportes do Departamento de Estradas de Rodagem na Paraíba (DER-PB), Rizonaldo Costa, explicou que a fiscalização de problemas relacionados ao transporte público é feita na medida do possível, porque existe uma limitação de efetivo. "Com o advento da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) vai ficar mais fácil fiscalizarmos, e as soluções devem começar a aparecer. A expectativa é que isso venha ocorrer a médio prazo. A fiscalização vai melhorar e, por conseguinte, o serviço oferecido ao usuário vai melhorar também", concluiu.
Fonte: O Norte
READ MORE - João Pessoa terá mais ônibus opcionais nas ruas

São Bernardo lança Cartão Legal Criança Cidadã

O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, lançou mais uma categoria do Cartão Legal, o Criança Cidadã. O município é o primeiro da região metropolitana de São Paulo a disponibilizar um cartão exclusivo para crianças menores de cinco anos, última categoria com gratuidade a ser cadastrada. A iniciativa poderá beneficiar até 65 mil crianças que irão utilizar o cartão para transpor as catracas com validadores eletrônicos, sem o desconforto de passar por baixo ou por cima delas.

Para fazer o cadastramento, realizado em menos de 30 minutos, os pais ou responsáveis devem levar à Loja do Cartão Legal, RG, certidão de nascimento da criança e comprovante de endereço. Desde o início do cadastramento, no dia 19 de julho, mais de 44 mil pessoas, entre aposentados, pensionistas, pessoas com mais de 60 anos e pessoas com deficiência e acompanhantes já retiraram o Cartão Legal, garantindo com isso cidadania, conforto e segurança.

As próximas categorias a serem comercializadas são o vale-transporte, através das empresas empregadoras, seguida do Cartão Cidadão, que garantirá a qualquer usuário a integração temporal a partir de dezembro. Em janeiro de 2011, está previsto o cadastramento do passe escolar.

A antiga carteira da SBCTrans (concessionária do sistema de transporte coletivo no município), oferecida aos usuários com gratuidade (aposentados, maiores de 60 anos e pessoas com deficiência), só poderá ser usada até o dia 31 de outubro. Após essa data, para ter gratuidade será necessário usar o Cartão Legal para embarcar nos ônibus das linhas municipais.

O cadastro do Cartão Legal pode ser feito com agendamento antecipado na própria loja, que fica na Rua Marechal Deodoro, 769, Centro, pelo telefone 0800-7710191 ou ainda pelo site www.cartaolegal.com. No local também há um pré-atendimento para a verificação de documentos e informações gerais. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h.

Validadores
O Cartão Legal, o Bilhete Único de São Bernardo, já está em funcionamento na cidade. Desde o dia 25 de setembro, dos 377 ônibus da SBCTrans (concessionária de transporte coletivo) com validadores eletrônicos instalados, 330 já estão funcionando com o sistema, que entrará em operação gradativamente em toda frota.

Os passageiros cadastrados com isenção tarifária podem utilizar o cartão para passar pelas catracas com validadores eletrônicos. A expectativa é que o sistema esteja totalmente preparado até o final deste ano. Os ônibus contam com equipamentos para identificação digital dos usuários e moedeiros eletrônicos, que facilitam o pagamento em dinheiro, agilizando o embarque de passageiros. O investimento da concessionária foi de R$ 12 milhões.

O uso do Cartão Legal será necessário para o sistema de integração tarifária na cidade, prevista para o final deste ano, o que possibilitará a utilização de mais de uma linha pagando uma única tarifa em um intervalo de 1h30, garantindo ao usuário conforto, economia e agilidade nas viagens. A Administração tem como projeto a construção de três terminais nas regiões do Rudge Ramos, Alves Dias e Riacho Grande.

Fonte: Reporter Diário
READ MORE - São Bernardo lança Cartão Legal Criança Cidadã

Santo André está perto de abrigar estação do VLT

A disputa entre Santo André e Mauá para sediar a estação de linha de transporte coletivo ligando o Grande ABC à Guarulhos já tem uma favorita. Santo André tomou iniciativa e apresentou projeto paralelo ao governo do Estado para destacar as vantagens técnicas e econômicas oferecidas pelo município, enquanto a concorrente vinha apenas participando das discussões formais.
O governo Aidan Ravin (PTB) propôs a revitalização da estação desativada Pirelli para sediar o transporte. O local possui grande área ociosa, com condições para estrutura de interligação com a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e transporte municipal. O modelo VLT (Veiculo Leve sobre Trilhos) é o escolhido. A administração também previu ampliar o percurso do Expresso Guarara, corredor tronco de ônibus que liga a região da represa ao Centro pelo Avenida Capitão Mario de Toledo, até a parada Pirelli. O Estado finaliza os estudos funcionais em fevereiro.
"Quando apresentamos a proposta aos técnicos da empresa contratada pelo Estado que faz o estudo, eles entenderam ser o trajeto mais viável. Inclusive, colheram diversos dados técnicos. A questão não foi política, mas sim técnica", explicou o secretário de Habitação Frederico Muraro Filho.
O VLT sairia da Avenida do Estado até a Avenida André Ramalho, em seguida pelas Avenidas Jorge Bereta, das Nações e então pela Rua do Oratório na divisa com a Capital. A STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) prevê a ligação entre as linhas 10 (Turquesa), 11 (Coral) e 12 (Safira), da CPTM. Também é prevista conexão com a Linha 3 (Vermelha), com o futuro prolongamento da Linha 2 (Verde), ambas do Metrô, e com o corredor de ônibus São Matheus - Jabaquara, da EMTU/SP, além da integração com os sistemas coletivos municipais. A linha fará ligação direta ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.
A relação do governo Estadual com Aidan rendeu o Poupatempo da Saúde, promessa de campanha, concretizada com a construção de um AME (Ambulatório Médico de Especialidades). Em contrapartida, Oswaldo Dias (PT), tem contabilizado investimento estadual quase zero.
O secretário de Transportes de Mauá Renato Moreira foi informado pelo Diário sobre a predileção de Santo André e estranhou o fato. Para ele, o município mauaense tem excelentes condições de abrigar a parada Grande ABC. A recém-inaugurada extensão da Jacu-Pêssego é vista como rota ideal e mais econômica por Moreira.
O Estado ainda não oficializou a decisão. No entanto, o diretor de Desenvolvimento e Projetos da Secretaria de Transportes, Ayrton Cardoso, arrisca prever que cinco anos são necessários para a finalização do projeto andreense.
NO PAPEL - A instalação do VLT é mais uma das ações que potencializam o projeto Cidade Pirelli idealizado pelo ex-prefeito Celso Daniel (morto em 2002). No local serão construídas nove torres mistas no bairro, além de um shopping center. A incorporadora estuda parceria com governo para revitalizar a parada Pirelli.Esse é o segundo projeto de VLT na região. Em 2009, os prefeitos de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), e São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB), projetaram a construção de uma linha entre as duas cidades e a estação da CPTM Tamanduateí. Não há propostas de interligação entre os projetos.
READ MORE - Santo André está perto de abrigar estação do VLT

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960