Consórcios podem suprimir linhas de ônibus na cidade do Rio

sábado, 23 de outubro de 2010

A estreia dos quatro consórcios que venceram a licitação da prefeitura para a operação dos ônibus municipais (Intersul, Internorte, Transcarioca e Santa Cruz), no próximo dia 30, pode dar início ao processo de reordenamento do sistema. A assessoria do Rio Ônibus (sindicato que reúne as empresas de ônibus da capital) informou que os empresários estão estudando uma proposta de supressão de algumas linhas e serviços (variações da mesma linha), que fazem trajetos sobrepostos a outros. O estudo será apresentado na semana que vem ao secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão a quem cabe tomar a decisão. A Rio Ônibus garantiu que a retirada imediata de alguns veículos de circulação, se aprovada, não prejudicará os passageiros.
A Rio Ônibus assegurou ainda que as linhas das seis empresas que deixarão de funcionar no dia 30 serão absorvidas pelos consórcios. Segundo a entidade, os consórcios estão se organizando para operar esses trajetos. Sansão lembrou que, formalmente, os consórcios assumiram a responsabilidade jurídica por essas linhas.
- Elas poderão adquirir os ônibus das empresas que deixarão de operar, colocar ônibus novos, usar veículos de empresas do consórcios. Elas têm a liberdade de escolher como vão fazer. No caso de usarem os veículos das empresas que vão sair, terão de cobrir o nome delas. O número e o trajeto das linhas também tem de estar no ônibus - explica Sansão.
Entre as seis empresas que deixarão de operar no dia 30 está a Amigos Unidos, que atualmente é responsável por linhas como a 107 (Central-Urca), a 176 (Central-São Conrado) e a 521 (Vidigal-Metrô Botafogo). A Breda, a Auto Diesel e a Zona Oeste são outras empresas que não participam dos consórcios. Deixarão de operar ainda os ônibus municipais a Erig e a Top Rio. A Santa Sofia e a Ocidental já não fazem parte do sistema municipal atual, sendo as suas linhas operadas por um pool de empresas.
No primeiro dia de operação dos consórcios deverão circular 200 ônibus - todos novos - com a nova padronização externa fixada por resolução da Secretaria de Transportes. Brancos, os coletivos terão detalhes em outra cor, para identificar a região onde trafegam. Já a implantação do Bilhete Único Carioca acontecerá no dia 6 de novembro, no sábado posterior ao segundo turno das eleições.

READ MORE - Consórcios podem suprimir linhas de ônibus na cidade do Rio

Ciclovia da Radial Leste, em SP, fica pronta com 3 anos de atraso

Com atraso de quase três anos, foi concluída neste mês a ciclovia Caminho Verde, também conhecida como ciclovia da Radial Leste.
Dois trechos já haviam sido entregues, em 2008 e 2009. Mas um percurso intermediário, de 2,4 km, entre o viaduto Aricanduva e a estação Vila Matilde do Metrô, ainda estava em obras.
Os 12 km da pista fazem agora ligação completa entre as estações de metrô Corinthians-Itaquera e Tatuapé.
O professor de educação física André dos Santos Baieta, 26, usa a ciclovia todos os dias para ir de casa, na Vila Matilde, até a academia onde dá aula, no Carrão.
A viagem de bicicleta, que antes levava 30 minutos, passou a ser feita em 18. A pedalada também ficou mais segura. "Não tenho que ficar atravessando a Radial para pedalar do outro lado", afirma.

READ MORE - Ciclovia da Radial Leste, em SP, fica pronta com 3 anos de atraso

Em Joinville, Novos ônibus do transporte coletivo são apresentados

A cidade terá em circulação 16 novos ônibus de transporte coletivo com pintura personalizada. Uma carreata para apresentação destes ônibus à população acontece hoje, a partir das 8h30, nas principais vias da cidade. Já às 10h30, os ônibus serão direcionados ao Centro Administrativo da Prefeitura, para apresentação ao prefeito.
De acordo com Robinson do Amaral Camargo, superintendente de planejamento de transporte e trânsito, os ônibus trarão imagens de figuras históricas do município. “Imagens de Chico Xavier, do Mercado Municipal, dos dinossauros de Peirópolis, da entrada da ABCZ e outras estarão pintadas nas estruturas dos ônibus”, conta. 
Segundo o superintendente, as duas empresas concessionárias do transporte coletivo possuem uma frota de 136 veículos, com idade média de um ano. Ele afirma que a empresa Líder, comprometeu-se a substituir 44 veículos. “Foram substituídos dezesseis carros que já circulam na cidade. Na  segunda-feira mais dezesseis ônibus com pintura personalizada entrarão em circulação”, explica. Já a Viação Piracicabana possui todos os carros do ano de 2009 e a previsão é de que a frota seja reformulada no final de 2011.
Para o próximo dia 30, aguarda-se a chegada de mais 12 ônibus. “Com esses ônibus, Uberaba estará com 100% da frota adaptada para transportar cadeirantes”, ressalta. Ainda segundo o superintendente, além de elevadores, a frota uberabense possui assentos reservados para idosos, obesos e deficientes. “Desde 2009 as fábricas têm por obrigatoriedade produzir ônibus com determinadas características, seguindo normas federais”,  esclarece.

READ MORE - Em Joinville, Novos ônibus do transporte coletivo são apresentados

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960