Bilhete único começa a valer a partir deste sábado no Rio de Janeiro

sábado, 30 de janeiro de 2010


A Federação das Empresas de Transportes de Passageiros (Fetranspor) anunciou que os passageiros vão poder usar o bilhete único como teste a partir deste sábado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O objetivo é verificar possíveis falhas no sistema para que possam ser corrigidas.O custo do bilhete único é de R$ 4,40, sendo que o usuário tem que usar pelo menos um meio de transporte intermunicipal (ônibus, van, metrô ou barca) e a troca deve ser feita dentro de duas horas.
Além da implantação do novo sistema de pagamento, os preços das tarifas também serão reestruturados. Atualmente, são 86 com valores que variam entre R$13,70 a R$2,20, mas vão ser reduzidas para 12 com preços entre R$7,10 a R$2,35. Até o momento, mais de 1,5 milhão de pessoas já se cadastraram no bilhete único. O cadastro vai continuar após a implantação do sistema.

Como fazer para ter um Bilhete Único?
Quem quiser ser um beneficiário do Bilhete Único pode fazer o cadastramento gratuito pela internet, no site www.riobilheteunico.com.br, ou nos postos, que funcionam a partir de segunda-feira.

Nos seguintes locais:

- Metrô: estação Estácio e Presidente Vargas- Supervia: estação Central do Brasil- Barcas: Praça XV e Niterói- Terminais de ônibus: Américo Fontenelle - Central do Brasil; Mariano Procópio

- Praça Mauá; Campo Grande; Nova Iguaçu; Nilópolis; Menezes Cortes - Castelo; Alcântara

- São Gonçalo; Venda das Pedras - Itaboraí; João Goulart - Niterói; Jacinto Caetano - Maricá. - 85 Centros de Internet Comunitária (CICs) do Proderj, em todo estadoPoupa Tempo: Carioca - Rua da Ajuda, no. 5 - subsolo e Baixada - Shopping Grande Rio.

Para efetuar o cadastro a pessoa deve fornecer seu nome completo e número do CPF. O cadastramento é gratuito e o usuário recebe uma senha, para na compra de crédito ou em caso de perda do cartão.

Já quem quiser comprar o Bilhete Único pode também adquirí-lo pela internet, nas Agências do Unibanco, nas lojas 13 lojas do RioCard, nas Barcas nas Estações da Praça XV e Araribóia, nos Terminais de ônibus: Américo Fontenelle - Central do Brasil; Mariano Procópio - Praça Mauá; Campo Grande; Nova Iguaçu; Nilópolis; Menezes Cortes - Castelo; Alcântara - São Gonçalo; Venda das Pedras - Itaboraí; João Goulart - Niterói; Jacinto Caetano - Maricá.

Os cartões solicitados pela internet começaram a ser entregues no endereço informado pelo usuário a partir do dia 25 de janeiro. O serviço de entrega tem uma taxa de R$ 7.

Mais informações estão disponíveis no site http://www.riobilheteunico.com.br/, ou através do número 0800 7260802, que vai funcionar de segunda a sexta, das 8h às 20h. Nos sábados, domingos e feriados, o funcionamento é das 8h às 14h.
READ MORE - Bilhete único começa a valer a partir deste sábado no Rio de Janeiro

Salvador: Vistoria de medidor de velocidade dos coletivos começa segunda


O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), autarquia da Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração e órgão delegado do Inmetro na Bahia, começa na segunda-feira (1º) a verificação dos cronotacógrafos dos transportes coletivos no estado.
O cronotacógrafo é um equipamento de segurança, também conhecido como disco diagrama, instalado em transportes de cargas perigosas e coletivos para registrar a velocidade, o tempo e a distância percorrida pelo veículo durante o deslocamento.
De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, todo veículo de carga com peso bruto acima de 4.536 quilos e com mais de dez lugares é obrigado a ter o cronotacógrafo, que deve ser trocado a cada 24 horas ou a cada sete dias, conforme modelos aprovados pelo Inmetro.
A verificação nos ônibus começa na segunda-feira pelos veículos cujas placas terminem em 2. Em março, serão verificados os com as placas finalizadas em 3 e assim sucessivamente até novembro, quando o processo será encerrado pelos veículos com as placas finalizadas no número 1.
READ MORE - Salvador: Vistoria de medidor de velocidade dos coletivos começa segunda

Em Aracaju, passagem de ônibus passa a custar R$ 2,10

A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), de Aracaju, anunciou no final da tarde desta sexta-feira (29), o reajuste da tarifa do transporte coletivo de Aracaju.
O reajuste concedido pela SMTT foi de 7,6%, passando de R$ 1,95 para 2,10. O aumento entra em vigor a partir da próxima segunda feira (01).
No inicio do mês, o presidente do SETRANSP, Carlos Amancio, disse que o reajuste reivindicado pelos empresários do setor de transporte, seria elevar a tarifa para R$ 2,20.
Na época, Amâncio explicou que o preço está defasado e para que o transporte continue com qualidade, é preciso o reajuste. Para ele, alem disso, as empresas fizeram um grande investimento no sentido de renovar a frota e para manter essa qualidade, é preciso que o reajuste aconteça.
Na coletiva quando do anuncio do reajuste, Antônio Samarone explicou que um dos papéis do Poder Público é tentar enxugar ao máximo o valor das tarifas. “Mesmo a tarifa sendo alta e sabendo que parte da população tem dificuldade para pagar, é importante afirmar que foram feitos cálculos baseados em diversos aspectos, para o cumprimento do que estabelece a lei”, pontuou ele, explicando que este valor abrange toda a região Metropolitana. Se fosse apenas para a capital, o valor seria menor, mas é preciso entender que é uma passagem da região metropolitana”.
READ MORE - Em Aracaju, passagem de ônibus passa a custar R$ 2,10

Em Uberlândia, a tarifa de ônibus do transporte urbano vai passar de R$ 2,20 para R$ 2,25.


A partir deste domingo, a tarifa de ônibus do transporte urbano em Uberlândia vai passar de R$ 2,20 para R$ 2,25. O aumento de 2,27% foi anunciado ontem pelo secretário de Trânsito e Transportes, Paulo Sérgio Ferreira. Desde o ano passado, quando a passagem subiu 15,8%, o reajuste passou a ser anual. A Zona Azul, sistema municipal de estacionamento público, também passará por mudanças em fevereiro.

Quem utiliza o transporte urbano duas vezes ao dia, de segunda a sexta-feira, passará a gastar mais R$ 2 por mês com o aumento. Atualmente, o gasto mensal deste usuário com a tarifa de ônibus são R$ 88. Segundo o secretário, até hoje, às 17h, será possível comprar vale-transporte e passagens para estudantes pelo preço atual.

A justificativa para o aumento é uma fórmula prevista no contrato de concessão assinado pelas empresas. O cálculo leva em conta o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), o custo do diesel e o preço no atacado de produtos usados no transporte coletivo. A variação destes índices (1,53%) aumentou a passagem para R$ 2,23, valor arredondado para R$ 2,25.As empresas de ônibus, segundo o secretário, entregaram uma planilha que previa reajuste para R$ 2,52. “Elas assinaram um documento e sabiam que as regras do jogo seriam estas.

A nossa intenção é preservar o usuário”, disse. O presidente do sindicato das empresas de transporte de passageiros do Triângulo Mineiro (Sindett), José Luiz Rissato, confirmou a reivindicação. “O nosso custo é muito superior a isso, mas não temos outra alternativa, porque a prefeitura está trabalhando em cima do contrato assinado”, afirmou Rissato.
READ MORE - Em Uberlândia, a tarifa de ônibus do transporte urbano vai passar de R$ 2,20 para R$ 2,25.

Metrô tem avaliação positiva de 82% dos usuários de SP

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (28) pela ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos) aponta que 82% dos usuários do Metrô de São Paulo têm uma imagem positiva sobre esse sistema de transporte. O alto índice é o mesmo de avaliação semelhante realizada em 2008.
O levantamento foi feito pela empresa Toledo e Associados. Em geral, quase nada mudou em relação à edição anterior. Apenas alguns pontos chamam a atenção. A imagem que os passageiros têm sobre ônibus melhorou discretamente, passando de 48% em 2008 para 50% em 2009. Entretanto, aqueles que o consideram bom ou ótimo não ultrapassam 50%. Levando-se em consideração a margem de erro da pesquisa em 2% para cima ou para baixo, a percepção dos usuários se manteve.
A empresa aplicou dois tipos de pesquisa: uma qualitativa – quando grupos são entrevistados – e outra quantitativa, quando pessoas com idade acima de 16 anos foram ouvidas. O levantamento foi realizado entre setembro e novembro de 2009, envolvendo 2.352 pessoas, sendo 1.330 em São Paulo e outras 1.022 em cidades da região metropolitana. O período foi anterior ao aumento da tarifa do ônibus de R$ 2,30 para R$ 2,70, em vigor na cidade de São Paulo desde 1º de janeiro de 2010.
Denominada “Imagem dos Transportes da Região Metropolitana de São Paulo”, ela apontou ainda que os trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) atingiram 50% de bom/excelente, índice 2% acima do registrado na pesquisa anterior e, levando-se em consideração a margem de erro, permaneceu no mesmo patamar.
A maior evolução ocorreu nos micro-ônibus que rodam na cidade de São Paulo. Em 2008 essa modalidade de transporte obteve 40% de bom ou ótimo na avaliação dos usuários. Neste ano saltou para 51%. Ocorre que essa modalidade é utilizada por 34% dos passageiros de transporte público. O meio mais usado é o ônibus, com 51% do total daqueles que responderam.
READ MORE - Metrô tem avaliação positiva de 82% dos usuários de SP

Ônibus de Uberaba circulam sem cobradores e a pressão fica em cima dos motoristas


A pressão enfrentada pelos motoristas do transporte coletivo que, mesmo com dificuldades operacionais e de planejamento relacionadas ao trânsito na cidade, têm que cumprir horários, na maioria das vezes, apertados, foi alvo da denúncia encaminhada à redação do Jornal da Manhã por funcionário de uma das empresas prestadoras do serviço.
Segundo o motorista, que preferiu não se identificar, a rotina de trabalho chega a provocar irritabilidade e depressão. “A meta de chegar na hora certa, com a desorganização do trânsito em Uberaba, é desumana. Se a Prefeitura multa a empresa por não cumprir o horário, quem aguenta toda a pressão somos nós”, disse.
Segundo ele, os problemas mais frequentes no trânsito local são o estacionamento de carros particulares em locais reservados ao desembarque de passageiros. “As mesmas pessoas que reclamam de urbanidade no transporte coletivo em um dia, são as que param o veículo no ponto de ônibus no outro”, conta ele, ressaltando que, embora ao contrário do imaginado, a situação não ocorre em pontos isolados. “Tem dias em que não dá para achar um ponto livre ao longo de vias inteiras, como é o caso da Prudente de Moraes, Carangola e Abílio Borges”, reclama.
Outro problema denunciado pelo motorista e comprovado pela reportagem é a circulação de ônibus sem cobradores. “Isso já é comum. Eu tenho colegas que cobrem as linhas Circular 3 e 4, com trajetos longos e cerca de 115 passageiros por dia, tendo que dirigir, receber passagem, dar o troco e, ainda, chegar no horário”, garante.
Para o diretor de Trânsito e Transporte, Claudinei Nunes, a PMU reúne-se periodicamente com representantes das duas empresas para discutir adequações operacionais que devem ser realizadas para melhor execução do serviço. “É notório que temos dificuldades de planejamento, mas, enquanto a solução definitiva ainda está sendo elaborada, é preciso que os motoristas comuniquem à empresa para que possamos chegar às resoluções”, finaliza.
READ MORE - Ônibus de Uberaba circulam sem cobradores e a pressão fica em cima dos motoristas

Em Natal, MPE pede redução da tarifa de ônibus


A Promotoria de Defesa do Consumidor e a Promotoria de Defesa ao Idoso e do Deficiente prometem entrar, no início do próximo mês, com recurso para revogar o último aumento das passagens de ônibus em Natal, ocorrido em setembro de 2009. Foi o que afirmou o promotor de defesa do consumidor, José Augusto Peres, durante entrevista concedida hoje (29) ao jornalista Diógenes Dantas, na TV Nominuto.

Segundo ele, o descumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) - acordo firmado entre a Prefeitura do Natal, o Ministério Público e Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Natal (Seturn) em 2007 – foi o que levou o Ministério Público a mover ação que pede que o valor cobrado ao passageiro volte a ser o de R$ 1,85.

A ação movida pelo MP denuncia o Seturn por ter descumprido alguns itens do acordo, como a instalação e adaptação ao sistema Prae (serviço de transporte gratuito para pacientes com doenças degenerativas, que necessitam se deslocar para tratamento no SUS). De acordo com José Augusto Peres, as empresas deveriam entregar ao município 20 microônibus adaptados, entretanto, somente metade desta frota está disponível à população.

“As empresas tinham até setembro de 2009 para entregar estes microônibus, e não o fizeram”, disse o promotor, destacando ainda que o descumprimento desta resolução acarretou multa diária de R$15 mil, que também não está sendo paga pelas empresas.

Atualmente, o Prae beneficia cerca de 300 pessoas, além de possuir uma lista de espera com mais de 200 pessoas.
READ MORE - Em Natal, MPE pede redução da tarifa de ônibus

Prefeitura de Olimpia-SP, reabre concorrência do transporte


A prefeitura municipal publicou na edição de sábado passado da Imprensa Oficial do Município-IOM, o edital de concorrência pública nº 01/2010, reabrindo em Olímpia a disputa pela concessão dos serviços de transporte público urbano. O edital anterior, do ano passado, foi suspenso por ordem do Tribunal de Contas do Estado-TCE, por suspeitas de irregularidades.

O prefeito Geninho (DEM), depois, revogou o edital. O transporte público em Olímpia está sendo feito, desde abril do ano passado, pela Bontur, em caráter emergencial. A concorrência é do tipo maior oferta ao poder concedente, visando escolher empresa para prestação de serviços através de concessão, de transporte coletivo urbano de passageiros.

Para ser admitido à presente concorrência, na condição de licitante, o interessado deverá protocolar e entregar à Comissão de Licitação, mediante recibo, na sede da prefeitura, até às 9 horas do dia 26 de fevereiro, os envelopes com as propostas. A sessão pública de abertura dos envelopes, referente à documentação de habilitação, será realizada no mesmo local, data e horário. O caderno do Edital custa R$ 200, e está disponível desde quarta-feira, 27.
READ MORE - Prefeitura de Olimpia-SP, reabre concorrência do transporte

STU reforça linha de ônibus em VG durante o Concurso Público

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande por meio da Superintendência de Trânsito e Transportes informa que devido ao Concurso Público Estadual que acontece neste domingo (31.01) aumentará o número de ônibus nos seguintes itinerários.
Saindo do Terminal André Maggi, Unipark, 13 de Setembro, pirinéu, Cidade de Deus / São Mateus, Capão Grande, São Simão, Nova Ipê / Nova Esperança. Já nas linhas intermunicipais, Cohab Jaime Campos - Praça das Bandeiras - Cuiabá, Universitário, UFMT, UNIPARK - Centro Cuiabá, Nova Ipê / Nova Esperança - Centro Cuiabá.
O superintendente do STU Fernando Sé ainda informa que a partir das 09 horas, todas as localidades receberão reforços de mais de 01 ônibus, e ficarão 08 ônibus (04 municipal e 04 intermunicipal) e no ponto final do UNIPARK mais 04 ônibus, para entrarem em atividade caso fluxo de passageiros aumente.
READ MORE - STU reforça linha de ônibus em VG durante o Concurso Público

Servidores municipais de Porto Velho passam a ter direito ao auxílio transporte em pecúnia


O prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, sancionou a Lei nº 1.865 de 14 de janeiro de 2010, que garante aos servidores municipais da Capital o pagamento de auxílio transporte em pecúnia, para custeio das despesas com transporte coletivo urbano no deslocamento de sua residência para o local de trabalho e vice-versa.
A Lei é o resultado de um projeto de autoria do vereador José Wildes de Brito (PT) apresentado na Câmara Municipal e aprovado pelos vereadores. O prefeito, por entender a importância desse benefício, sancionou a medida transformando em lei que passou a vigorar desde 14 de janeiro deste ano. De acordo com a direção do Sintero, o pagamento do auxílio transporte em pecúnia traz benefícios aos servidores se for comparado com outros sistemas de fornecimento de transporte. O auxílio transporte em pecúnia já é adotado em outras administrações estaduais e municipais, e agora passa a valer, também, em Porto Velho.
O vereador José Wildes disse que pensou no bem estar dos servidores municipais ao propor a medida, assim como propôs outros benefícios como a ampliação da licença-maternidade. O secretário de Assuntos Jurídicos do Sintero, Nereu Klosinski, considera a sanção da Lei do auxílio transporte um grande avanço na administração municipal, e disse que a direção do sindicato espera o cumprimento imediato das medidas previstas.
O Secretário-Geral do Sintero, Manoel Rodrigues, disse que a implantação do auxílio transporte no Município é uma luta antiga dos servidores municipais, e agora pode ser considerada uma importante conquista a partir do momento em que o prefeito sancionou a matéria e publicou no Diário Oficial do Município de Porto Velho, edição nº 3.674, de 14 de janeiro de 2010.
READ MORE - Servidores municipais de Porto Velho passam a ter direito ao auxílio transporte em pecúnia

Rio começa testes com Bilhete Único neste sábado


O Bilhete Único começa a ser testado neste sábado (30) no Rio de Janeiro. Durante este fim de semana a Secretaria Estadual de Transportes fará testes para o uso do sistema e reforçará as equipes de cadastramento, na expectativa de que o volume de usuários interessados no bilhete aumente.Mais de 23 mil pessoas físicas já se cadastraram e outro 1,75 milhão de usuários do Vale Transporte migraram para o programa desde 11 de janeiro. Só os postos instalados nas estações de trem, barcas e metrô receberam mais de 2.000 inscrições até a sexta-feira (28).O Bilhete Único começa a ser usado na região metropolitana do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (1º). Em um intervalo de duas horas, os usuários poderão usar os meios de transporte públicos da região -trens, metrô, ônibus, vans (regularizadas) e barcas- pagando R$ 4,40, quando há integração entre eles. Mesmo que o valor dos meios utilizados ultrapasse esse valor, será descontado R$ 4,40. No entanto, a transferência dos meios de transporte intermunicipais pode ser feita somente uma vez nesse período. Os passageiros dos ônibus com tarifas especiais - os "frescões" não serão beneficiados.
Durante este fim de semana a Secretaria Estadual de Transportes fará testes para o uso do sistema e reforçará as equipes de cadastramento, na expectativa de que o volume de usuários interessados no bilhete aumente.
A Secretaria Estadual de Transportes diz que um estudo do uso do transporte público na região apontou que 98% das viagens intermunicipais são feitas em um período de tempo menor que duas horas. Mas, o governo afirma que poderá rever a duração do período caso fique comprovado que duas horas são insuficientes.
READ MORE - Rio começa testes com Bilhete Único neste sábado

Em São Paulo, Blog de professores protestam contra o aumento das marginais


Nós, professores da Universidade de São Paulo, preocupados com o futuro de São Paulo, vimos por meio deste apresentar nosso total repúdio à política pública urbana que vem sendo implementada no Município, denominada “Revitalização da Marginal do Rio Tietê”, que prevê a construção de seis novas faixas de rolamento (três de cada lado) nessa via, consumindo R$ 1,3 bilhão em investimentos do Governo do Estado, da Prefeitura do Município de São Paulo, e das concessionárias das rodovias que usam o trajeto da Marginal.
Tal obra repete práticas de planejamento equivocadas, que levaram a metrópole ao colapso atual. Ao invés de reverter tal lógica, prioriza o transporte individual em detrimento do transporte coletivo, reproduzindo uma política excludente, além da triste tradição brasileira de obras vistosas que beneficiam a minoria e os setores especializados da construção civil. Ela se opõe frontalmente aos princípios de priorização do transporte coletivo sobre o individual constante do Plano Diretor Estratégico do Município de São Paulo e dos Planos Regionais Estratégicos das Subprefeituras.
O mais inaceitável é que os dados técnicos ratificam esta urgente e necessária priorização do transporte coletivo. A Pesquisa OD 2007, realizada pela Companhia do Metrô, mostra que: a taxa de motorização da Região Metropolitana é de menos de 20 veículos para cada cem habitantes; metade das famílias da região metropolitana não possui automóvel, parcela essa na qual se concentram as de mais baixa renda; e que um terço das 37,6 milhões de suas viagens diárias ainda é feita a pé, em função das péssimas condições sócio-econômicas da população. As viagens de automóvel correspondem a apenas 11,2 milhões, ou seja, aproximadamente 30% do total.
READ MORE - Em São Paulo, Blog de professores protestam contra o aumento das marginais

Estagiários orientam passageiros a partir de hoje em Montes Claros


Como anunciou o prefeito Tadeu Leite em entrevista à imprensa, na manhã de quarta-feira, 27, a MCTrans e a ATCMC - Associação de transporte coletivo urbano de Montes Claros estão treinando 30 estagiários que, a partir desta sexta-feira irão permanecer durante todo o dia e à noite no interior dos lotações, orientando e retirando dúvidas dos usuários do sistema, que foi modificado desde sábado, 23.

Também continua montada uma estrutura na Praça Dr. Carlos e nos pontos de integração, para ajudar a população a entender melhor as alterações, que foram feitas.
Os estagiários ficarão, principalmente, em coletivos de linhas onde estão sendo apresentados maiores problemas, nos horários de pico. A intenção da prefeitura e da ATCMC é dar condições aos montes-clarenses de utilizar os ônibus-lotação com tranquilidade, diminuindo os transtornos registrados nesse período de adaptação.
O principal motivo da mudança, prevista em edital de 2008, que permitiu a continuidade de exploração do transporte coletivo em Montes Claros, é a modernidade, com economia de 50 por cento para a maioria dos usuários, uma vez que com tarifa única é permitido ir a dois destinos. (Fonte: Ascom)
READ MORE - Estagiários orientam passageiros a partir de hoje em Montes Claros

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960