Começou a Greve de ônibus na Grande Vitória

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A população da Grande Vitória acordou com uma greve de motoristas e cobradores em que apenas 50% da frota deve circular, ou pelo menos deveria estar nas ruas. A sensação da população no início de manhã era que a determinação da Justiça não estava sendo cumprida. O que se via eram ruas cheias de veículos de passeio e terminais lotados. Mas com o passar das horas, os pontos começam a ficar mais vazios e alguns coletivos da frota que ainda está nas ruas circulam normalmente.

No Terminal Vila Velha nenhuma confusão foi registrada. Alguns ônibus já deixaram o local e circulam pelas ruas da Grande Vitória. Os funcionários do terminal garantem que estão operando conforme determinação da lei, com 50% da frota em funcionamento. As filas dos ônibus estão grandes, mas passageiros afirmam que em no máximo 30 minutos conseguem pegar o coletivo. 

Na zona norte de Vitória a situação está mais tranquila. Os passageiros encontram mais demora na passagem dos ônibus na região Central da Capital. Na Avenida Princesa Isabel o trânsito flui normalmente e as complicações no trânsito acontecem nos acessos à Vitória, próximo as imediações do Terminal de São Torquato. O motorista que tenta passar pela 5 pontes tem que ser paciente, pois nessa manhã o fluxo está totalmente parado.   

Já durante a madrugada muitos taxistas estavam próximos aos pontos de ônibus de Cariacica e Vitória. Vans também podem ser vistas transportando pessoas para o trabalho. Os empresários do transporte coletivo continuam apelando para que os motoristas suspendam a paralisação. Segundo o diretor executivo do GVBus Elias Baltazar, não há motivo para a greve já que o impasse salarial será definido no julgamento do dissídio coletivo da classe que já está tramitando na justiça do trabalho.

Uma audiência de conciliação do Dissídio Coletivo de Greve dos Rodoviários será realizada às 11h, no plenário do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-ES).

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960