População ganhará um novo sistema de transporte coletivo em Foz do Iguaçu

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

O prefeito Paulo Mac Donald Ghisi e os responsáveis pelo Consórcio Sorriso, vencedor do processo licitatório para a concessão de operação do serviço de transporte coletivo em Foz do Iguaçu, assinaram na última sexta-feira o contrato que irá modernizar todo o sistema de transporte público no município. A partir da assinatura do contrato, a previsão é que os trabalhos desta etapa sejam concluídos em no máximo 75 dias.

Entre as novidades previstas a partir do novo sistema está a mudança na idade média da frota dos ônibus em circulação, que deverá ser inferior a um ano, menor que a prevista no edital de licitação que é de quatro anos. Já o prazo para a renovação da frota não deverá ser superior a quatro anos. Também será implantado um novo projeto de linhas que irá otimizar todo o sistema, diminuindo o tempo de espera dos passageiros nos pontos de ônibus. Outro problema a ser sanado, segundo os gestores, é a superlotação.

De acordo com o diretor-superintendente do Foztrans, Ailton José de Farias a modernização conta ainda com implantação de aparelhos de GPS nos ônibus para ajudar na fiscalização do instituto. "Com isso, por meio de um programa de computação, a gente pode verificar o horário da passagem dos ônibus em cada ponto", afirmou.

De acordo com Farias estão previstas ainda melhorias nos pontos de ônibus, com o intuito de se proporcionar mais conforto e comodidade aos usuários. Os ônibus, além de integrarem uma frota nova em cerca de 80%, deverão ser dotados de acessibilidade a pessoas com necessidades especiais.

Mais investimentos
Nas próximas semanas o município vai priorizar a construção de novos terminais de ônibus. No total, serão quatro disponibilizados à população nas principais regiões da cidade. "Além do TTU no centro, será construído o Terminal de Integração Leste, na Avenida João Ricieri Maran com Avenida Araucária, em Três Lagoas; o Terminal Norte, na Avenida Tancredo Neves, região da Vila C e Terminal Sul, na Avenida das Cataratas, próximo ao trevo que dá acesso à Argentina", conclui. Farias explica que a construção dos terminais deve ser rápida, em torno de 30 dias. "Já temos o projeto pronto, só iremos executá-lo", afirma.

O diretor-superintendente destaca que a operação do sistema de bilhetagem eletrônica atualmente em curso continua por ser um modelo moderno. "Neste sentido, tudo deve permanecer como está".

Fonte: Aquiagora

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960