No Rio Garagem de Empresa é fechada por determinação da Justiça

sábado, 26 de setembro de 2009

A Justiça determinou nesta quinta-feira o fechamento da garagem da Viação Oeste Ocidental. Com isso, toda a frota da empresa foi retirada de circulação, e a Secretaria Municipal de Transportes montou esquema emergencial para atender os passageiros das linhas operadas pela Oriental. A decisão veio um dia depois que a juíza Márcia Cunha, da 2ª Vara Empresarial, mandou prender o empresário Norberto Rocha , um dos donos da empresa, por desrespeitar a decisão judicial de retirar das ruas todos os 262 ônibus da linha 397 (Campo Grande-Praça Tiradentes) .
A garagem foi lacrada na madrugada desta quinta-feira. De acordo com a decisão, a Ocidental só será reaberta se pagar R$ 1 milhão. Além disso, a juíza dobrou o valor da multa, passando-a para R$ 300 mil por dia caso a decisão seja descumprida. A expectativa da secretaria é que as linhas da Ocidental estejam totalmente cobertas até o final do dia. (Veja fotos da Viação Ocidental lacrada e do protesto dos funcionários)
No esquema montado pela secretaria de Transportes, a Linha 397 será coberta por ônibus das empresas Amigos Unidos, Viação Campo Grande e Viação Bangu. As linhas 746, 747, 748 e 786, pela Jabour; as linhas 811, 812 e 819, pela Viação Bangu; e a linha S-27 pela Pégaso. De acordo com a secretaria, as demais linhas já estavam operando em sistema de pool desde maio deste ano.
READ MORE - No Rio Garagem de Empresa é fechada por determinação da Justiça

Transporte gera 573 notificações

Dados divulgados ontem pela Secretaria Municipal de Transportes de Mogi das Cruzes revelam que os usuários do transporte coletivo na Cidade têm razão em reclamar de atrasos e de viagens suprimidas. Só neste ano, de 1o de janeiro ao último dia 11, foram apresentadas 573 notificações pela Prefeitura contra as duas concessionárias que exploram o serviço - Transcel e Breda - por conta destas duas irregularidades, as quais já resultaram em 158 multas, no valor de R$ 15,5 mil (cada multa custa uma Unidade Fiscal do Município - UFM).
Na média, são pelo menos duas autuações a cada dia, por atraso e viagens que deixam de ser feitas, sendo que estas estatísticas só contabilizam as falhas que são constatadas pelos fiscais da Prefeitura. Mas o próprio secretário municipal de Transportes, Carlos Nakaharada, admite que o número de funcionários é insuficiente para cobrir "todas as linhas e em todos os momentos". Em razão disso, normalmente, a fiscalização se concentra nos terminais de saída dos ônibus e, aleatoriamente, nos pontos finais.
"Por isso, é muito importante que a população nos ajude e comunique a ocorrência de problemas", observou o secretário, ao citar que as reclamações dos usuários são um dos termômetros utilizados pela Pasta para avaliar a qualidade do serviço prestado pelas concessionárias e direcionar a fiscalização.
Ainda que as reclamações do transporte coletivo tenham reduzido significativamente em relação ao ano passado, por exemplo, quando os problemas enfrentados pela Mito (que teve a concessão cassada em janeiro) afetaram diretamente os usuários, o secretário admite que o volume de notificações por atraso e por não saída de viagens continua alto. "O certo seria que isso não ocorresse", disse.
A Prefeitura espera obter a eficiência no sistema com a concorrência pública que definirá a empresa que irá explorar o lote de linhas que pertencia à Mito - hoje operadas em caráter emergencial pela Transcel e Breda - e que vai estabelecer novas regras a serem cumpridas também pela Transcel, que tem contrato com o Município para o outro lote de linhas. Entre as novidades está a implantação de GPS, que permitirá o acompanhamento on line do itinerário que o ônibus está cumprindo e também o monitoramento por câmeras que, entre outras coisas, possibilitará saber se o coletivo está lotado ou não. A concorrência para o transporte coletivo está suspensa por determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e a expectativa é de que possa ser retomada pela Prefeitura nos próximos dias.
READ MORE - Transporte gera 573 notificações

Cadeirantes protestam contra falhas no Transporte Eficiente em Teresina


Cerca de cem cadeirantes protestaram ontem em frente ao Palácio da Cidade contra a falta de qualidade no programa municipal Transporte Eficiente, que serve para o deslocamento dos cadeirantes para o trabalho, colégio, faculdade ou a clínicas médicas. Segundo eles, os carros do Transporte Eficiente vivem quebrando e não atendem à demanda, obrigando-os a faltar seus compromissos, aumentado mais a exclusão social dessa categoria.A revolta maior da Associação dos Deficientes Físicos (Adeft) e da Associação dos Cadeirantes do Município de Teresina (Ascamte) é com a não aquisição de duas novas vans para o sistema, conforme foi prometido pelo prefeito Sílvio Mendes, no final do ano passado. "Ele [Sílvio] deu a palavra que compraria mais duas vans para melhorar o serviço prestado pelas atuais seis vans e uma kombi, mas cancelou a aquisição e não recebe a gente de jeito nenhum", disse Amparo Sousa, diretora social da Adeft.A associação reclama ainda que as vans vivem quebrando. Há dias que só existe um único carro funcionando para transportar cerca de 800 cadeirantes cadastrados no programa em Teresina. Com isso, demanda não é atendida.
READ MORE - Cadeirantes protestam contra falhas no Transporte Eficiente em Teresina

Fiscalização de transporte ilegal é intensificada em Boa Vista

A fiscalização para coibir a prática de transporte ilegal de passageiros para outros municípios será intensificada pelo município de Boa Vista. O objetivo é garantir a segurança de quem precisa se deslocar para o interior e organizar o sistema de transporte coletivo na capital.As cooperativas devidamente legalizadas utilizam o Terminal João Firmino Neto, no bairro Caimbé, como ponto prioritário de embarque e desembarque de passageiros. Atendendo a um pedido de algumas cooperativas, a partir do dia 28 deste mês, as vans que fazem a linha para o sul do Estado também terão direito a utilizar o Terminal.
Conforme o acordo, tanto os táxis como as vans poderão sair do Terminal, passar pela Rodoviária Internacional e pelos antigos pontos instalados na BR-174 e fazer o embarque de passageiros. O procedimento não pode ultrapassar 10 minutos. Os veículos não poderão ficar estacionados nos antigos pontos, atendendo o acordo firmado com a Administração Municipal.
READ MORE - Fiscalização de transporte ilegal é intensificada em Boa Vista

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960