Linha Turismo de Curitiba supera embarques de 2008

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Em menos de nove meses de 2009, a Linha Turismo superou o número de embarques de todo o ano passado. Até dia 8 de setembro, a Linha Turismo teve 370.071 embarques. Nos doze meses de 2008, a linha teve 357.519 embarques."Um dos principais motivos para o aumento de embarques são os novos ônibus double decker", diz Juliana Vosnika, presidente do Instituto Municipal de Turismo. "Estes dados também comprovam que o número de visitantes em Curitiba cresce a cada ano."O ônibus double-decker, com piso superior ao ar livre, proporciona uma vista panorâmica do trajeto. Caso o tempo não ajude, o passageiro pode descer ao primeiro andar e percorrer o trajeto com muita comodidade.Com o sucesso, a Prefeitura já estuda a aquisição de novos veículos para aumentar a frota. Atualmente, a Linha Turismo conta com cinco ônibus de dois andares.
Os veículos da Linha Turismo são similares aos que circulam em cidades européias como Londres, Paris, Madri e Barcelona. O ônibus passa por 23 pontos turísticos de Curitiba. O percurso tem 40 quilômetros e dura cerca de duas horas e meia. Ao comprar a passagem, por R$ 20,00, o passageiro recebe uma cartela com cinco tíquetes, que dá direito ao primeiro embarque e mais quatro reembarques, em qualquer uma das paradas do trajeto.
O ônibus double-decker é um dos oito novos atrativos turísticos da cidade incluídos na campanha Novo em Curitiba, Vale a Pena Ver, lançada pela Prefeitura, por meio do Instituto Municipal de Turismo. A campanha divulga novas atrações da cidade e também monumentos históricos e espaços culturais restaurados.
READ MORE - Linha Turismo de Curitiba supera embarques de 2008

Belo Horizonte: Continua sem previsão a construção da Estação de Integração Alípio de Melo

A implantação da Estação de Integração Alípio de Melo influenciará a rede de transporte que serve a uma parcela dos usuários de transporte coletivo da região Noroeste do município de Belo Horizonte, porém ainda não existe previsão para construção.

Com isto, as linhas de transporte coletivo que atendem estas regiões passarão a ser integradas na Estação Alípio de Melo, de onde serão viabilizadas as viagens para o centro da capital, bairros lindeiros e outras regiões do município de forma mais racionalizada e com a utilização do corredor exclusivo de ônibus previsto para a Av. Dom Pedro II. Neste local serão viabilizadas ainda, devido à concentração de demanda, novos destinos e possibilidades de deslocamentos que, atualmente, somente são possíveis através do transbordo na área central.
A Estação de Integração Pampulha será de fundamental importância para o atendimento aos usuários do Transporte Coletivo dos bairros, Jardim Atlântico, Jardim Leblon, Copacabana, Kátia, Xangrilá e Céu Azul, pertencentes à Regional Pampulha. Estes poderão fazer o transbordo neste ponto, complementando seus percursos através das linhas troncais que partirão desta Estação em direção à área central do município, para o corredor da Av. Antônio Carlos e área hospitalar. A integração física entre as linhas da Estação de Integração Pampulha será realizada em área edificada, implantada simultaneamente com as obras de aumento de capacidade viária decorrente das previsões de alargamento e de afastamento frontal do local em questão.

READ MORE - Belo Horizonte: Continua sem previsão a construção da Estação de Integração Alípio de Melo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960