Porto Alegre: Protestos contra paradas de ônibus mal conservadas

quinta-feira, 19 de março de 2009


Manifestantes montaram um galinheiro em uma parada de ônibus de Porto Alegre, nesta quarta-feira (18). O protesto é contra as má convervação das estruturas que abrigam os passageiros do transporte coletivo da capital gaúcha. Foram usadas também fotos que comparavam a qualidade dos pontos de ônibus da cidade gaúcha e de outras capitais do Sul do país. Ainda pela manhã, policiais e agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (ETPC) desmontaram e retiraram o galinheiro (Foto: Ronaldo Bernardi/Zero Hora/Ag.RBS)

READ MORE - Porto Alegre: Protestos contra paradas de ônibus mal conservadas

Florianópolis-SC testa faixa exclusiva para ônibus


Uma das propostas para melhorar o sistema de transporte coletivo de Florianópolis está em teste. O corredor exclusivo para ônibus, sinalizado por cones, que sai do Terminal de Integração Central (Ticen) até a ponte Colombo Salles, tem agradado usuários e motoristas dos ônibus. O principal benefício apontado é a redução do tempo de saída dos coletivos até a ponte, no trecho onde são comuns os engarrafamentos no final do dia. Os coletivos têm acesso direto a ponte entre 17h e 19h30min. Segundo o vice-prefeito e secretário de Transportes de Florianópolis, João Batista Nunes, os corredores exclusivos para ônibus serão testados em vários trechos da cidade, como na Avenida Mauro Ramos, no afunilamento da Beira-Mar Norte, no Trevo da Seta e nas duas pontes. A intenção é dar fluidez ao trânsito e melhorar a rotina dos usuários que dependem todos os dias do transporte coletivo. Nunes afirma que as ações efetivas da prefeitura serão tomadas com cautela. Segundo a direção do consórcio que administra o Ticen, com corredores exclusivos, seria possível mais sincronia da saída e chegada dos ônibus e maior precisão nos horários.

READ MORE - Florianópolis-SC testa faixa exclusiva para ônibus

Ribeirão Preto - SP: Transporte coletivo ganha dez novos ônibus adaptados.


A frota usada no transporte coletivo na cidade acaba de ganhar mais dez ônibus novos. Os veículos, equipados com plataformas elevadiças para o atendimento de cadeirantes, foram adquiridos pela Transcorp, uma das três permissionárias do transporte coletivo de Ribeirão Preto, e começam a circular já na próxima semana. A entrega oficial acontece na quinta-feira, dia 19, às 9h30, na Esplanada do Theatro Pedro II, calçadão central. Segundo determinação federal, até o final de 2014 todos os veículos do transporte coletivo no Brasil deverão ser adaptados para portadores de deficiências. “Os novos veículos terão um desempenho melhor e darão maior conforto do que os que operam atualmente. Além disso, a compra dos novos ônibus irá contribuir para que a empresa tenha uma das frotas com menor tempo de uso do país”, afirma William Latuf, diretor superintendente da Transerp. Segundo ele, a disponibilidade da plataforma elevadiça nesses veículos irá proporcionar acessibilidade às pessoas com mobilidade reduzida, especialmente usuários de cadeiras de rodas. “Os novos ônibus colaboram na promoção da cidadania e inclusão social ao possibilitar deslocamentos dos cadeirantes no meio urbano, que viabilizam o acesso ao trabalho, à educação, à saúde e ao lazer”, completa Latuf. O transporte coletivo de Ribeirão Preto possui 84 linhas, 307 veículos, e transporta por mês 4 milhões 873 mil e 600 passageiros.Mais veículos adaptados - A Turb - Transporte Urbano de Ribeirão Preto - também prepara a entrega de outros 20 ônibus adaptados. Vinte dos 105 veículos da empresa serão substituídos. Todos os novos veículos serão adaptados para cadeirantes. Atualmente, cinco carros da empresa disponibilizam o serviço. “Hoje o transporte de cadeirantes é pouco usado, mas esperamos que, com essas novas aquisições, ele seja ampliado”, conclui Latuf.

READ MORE - Ribeirão Preto - SP: Transporte coletivo ganha dez novos ônibus adaptados.

Manaus-AM: Rodoviários ameaçam paralisar por falta de segurança nos ônibus

O diretor social do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM), Gilvaneir Oliveira, ameaçou parar parcialmente o transporte coletivo na zona Norte, na quinta-feira (19), por falta de segurança.A suspensão deve começar a partir das 18h, caso a Polícia Militar (PM) não disponibilize um policial para cada um dos 1,5 mil ônibus do sistema. A OM atribui um efetivo de 8,5 mil policiais, sendo que cerca de 3 mil atuam no interior do Estado.Oliveira argumentou que o policiamento nos ônibus é necessário para combater os mais de dez assaltos praticados, segundo ele, diariamente, contra motoristas e passageiros.A paralisação poderá prejuducar cerca de 150 mil pessoas.

READ MORE - Manaus-AM: Rodoviários ameaçam paralisar por falta de segurança nos ônibus

Bauru-SP: CUT pede a prefeito que ‘reintegre’ cobradores

A ausência de cobrador nos ônibus coletivos de Bauru está irregular e representa um risco para o sistema de transporte coletivo, segundo a Central Única dos Trabalhadores (CUT). Em reunião, ontem pela manhã, com o prefeito Rodrigo Agostinho (PMDB), representantes da entidade sindical reivindicaram o envio de um projeto de lei pelo Executivo à Câmara Municipal para obrigar a presença dos cobradores nos coletivos.

O diretor da Subsede Bauru da CUT, Francisco Wagner Monteiro, argumenta que o valor da tarifa inclui o custo com o cobrador. “Com vistas ao aumento do lucro, as empresas concessionárias que atuam em Bauru desenvolvem verdadeiras engenharias jurídicas e administrativas para excluir a figura do cobrador”, ressalta a entidade em documento entregue ao prefeito. Rodrigo disse ontem que está sendo avaliada não apenas as propostas da CUT, mas um conjunto de questões envolvendo o modelo de transporte público em Bauru. Ele disse que avalia inclusive o impacto financeiro.


O que explica a mobilização da CUT é que este ano parte das linhas será licitada. No documento a entidade pediu para o edital de concessão do serviço ter cláusulas que obriguem a presença de cobradores em todas as linhas licitadas. Monteiro avalia que a ausência do profissional sobrecarrega o motorista, provoca atrasos nos ônibus e o risco de acidentes envolvendo pedestres, usuários e os trabalhadores.
READ MORE - Bauru-SP: CUT pede a prefeito que ‘reintegre’ cobradores

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960