Problema no RioCard impede alunos de embarcar em ônibus

terça-feira, 1 de dezembro de 2009


Esta segunda (30) foi um dia complicado para os estudantes que usam o RioCard – que dá direito à passagem gratuita. O cartão eletrônico não funcionou nos ônibus, e os alunos foram impedidos de viajar de graça.

Em Niterói, cerca de cem alunos do Colégio estadual Henrique Lage fizeram um protesto. Muitos disseram que não tinham dinheiro para voltar para casa e precisaram da ajuda de colegas. A Federação das Empresas de Transporte de Passageiros reconheceu que o RioCard teve um problema técnico, e que orientou as empresas a aceitarem o embarque gratuito dos estudantes que tivessem o cartão. Segundo a Federação, o problema já foi resolvido.

O RioCard é a tecnologia mais utilizada no mundo e, atualmente, em diversas cidades brasileiras. Uma iniciativa do Rio Ônibus e da Fetranspor, o RioCard consiste num cartão eletrônico sem contato que funciona por rádio frequência, permitindo estabelecer uma comunicação com o validador (equipamento instalado nos ônibus e que também pode funcionar nas estações de embarque do metrô, trens e barcas) para débito da tarifa e liberação da roleta ou efetivação da recarga.

1 comentários:

Unknown disse...

O Riocard é um engodo, saibam que existe um outro vale-transporte que é aceito por vans em todo Rio de Janeiro e Algumas empresas de ônibus no interior do estado. Chama-se Novovale e tem a mesma legalidade do RioCard, devemos exercer nosso direito de escolha e pedir ao empregador que nos fornessa o NovoVale. Acesse www.novovale.com e tenha mais informações.

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960