Ônibus de Gaspar em Santa Catarina ficará 7% mais caro

sábado, 5 de dezembro de 2009

A partir de quinta-feira, o usuário do transporte coletivo urbano de Gaspar vai ter que desembolsar 7% a mais pela passagem. O valor vai subir de R$ 2,20 para R$ 2,35. Aos domingos, o bilhete também será mais caro. Em vez de R$ 1, como ocorre hoje, o passageiro vai pagar a tarifa integral. Um domingo por mês a catraca será livre.
O aumento, de acordo com Eduardo Ramos, gerente da Auto Viação do Vale, empresa responsável pelo serviço, é para repor as perdas do ano e devido à inflação. Ramos explica que o reajuste deveria ter sido aplicado em outubro, data-base para rever a planilha. O atraso ocorreu por contratempos, como a greve dos motoristas, explica ele. Já a mudança aos domingos foi um pedido feito pela empresa à prefeitura e que agora está previsto no edital de concessão. Segundo Ramos, o domingo mais barato estava causando prejuízo à empresa.

Neste domingo, os usuários já vão pagar mais pela passagem. Mas como o reajuste de 7% ainda não estará em prática, o preço será o atual, de R$ 2,20. Segundo o gerente, a prefeitura ainda vai definir qual domingo do mês o transporte coletivo urbano será gratuito. A catraca livre também pode ser em um feriado. Este mês, conforme Ramos, já ficou definido que o usuário não vai pagar dia 25 de dezembro, no Natal.

Atualmente, a frota da empresa é de 22 ônibus. Por mês, aproximadamente 175 mil passageiros usam o transporte na cidade. Deste total, 145 mil usuários são pagantes. O restante corresponde aos passageiros que não pagam tarifa, como os idosos.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960