No Rio, Paes propõe 50% de desconto em transportes públicos a universitários

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009


Promessa de campanha do prefeito Eduardo Paes, o desconto de 50% nas tarifas de transportes coletivos para universitários das redes pública e privada no município do Rio já tramita na Câmara de Vereadores. O Projeto de Lei nº 492/2009, que garante o benefício, foi publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial. Não há, no entanto, previsão de quando a proposta será votada, já que no próximo dia 15 os parlamentares entram em recesso, previsto para acabar somente em fevereiro. Até ir à plenário, o projeto de lei terá de ser avaliado por cinco comissões (Justiça; Administração; Transportes; Educação e Finanças). Cada uma delas tem até 15 dias para dizer se aprova ou não o texto.
Se passar pela avaliação dos vereadores, todos os estudantes de nível superior vão poder andar de ônibus ao custo de meia passagem quantas vezes desejarem ou precisarem. Para ter direito ao benefício, será preciso comprovar a matrícula ou apresentar a carteira da União Estadual dos Estudantes (UEE-RJ) ou da UNE.

Nesta segunda-feira, os estudantes ligados à UEE-RJ comemoraram o encaminhamento da proposta à Câmara. Apesar do trâmite necessário, representantes da entidade estimam que o projeto seja votado no primeiro semestre de 2010. No dia 30 de outubro, eles organizaram um protesto para cobrar o benefício. Na ocasião, o prefeito participava do Seminário de Orientação do Comitê Olímpico Internacional (COI), no hotel Copacabana Palace. Munidos de faixas, um grupo de pagode e megafone, os jovens conseguiram que Paes reafirmasse o compromisso de campanha.
Mas o líder do governo na Câmara Municipal, Adilson Pires (PT), acredita que não será fácil aprovar o documento, embora o prefeito tenha o apoio de aproximadamente 30 do total de 51 vereadores.
– O setor de transporte é hoje o maior desafio do prefeito. Sou a favor da proposta, claro, mas não posso garantir que teremos maioria na Casa, é um tema complicado – avaliou Pires.
A vice-presidente da Comissão de Transportes da Casa, Liliam Sá (PR), preferiu não comentar sobre o projeto, até que ele chegue à sua apreciação.
– Desconheço o teor da proposta, que chegou segunda-feira à Câmara e ainda nem passou pela comissão em que atuo. Mas vou estudá-la, só então poderei me manifestar a favor ou contra – informou, por meio da assessoria.

2 comentários:

LUCIANO REIS disse...

finalmente uma medida que vise o crescimento do Brasil, pois não é só o transporte público que faz justiça mas será um marco na educação desses estudantes.

Anônimo disse...

..............................................

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960